25 maio 2015

[ Resenha ] A Libertação da Bela | Anne Rice

    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu trago a minha resenha sobre o Terceiro Volume da Trilogia Bela Adormecida -  A Libertação da Bela do autora Anne Rice publicado pela Editora Rocco.
    Venha e conheça minha opinião.




 
" Desejo algo que ainda não encontrei. Nego, mas desejo isso."
 ( Laurent - pág. 23 )  
 
 
 . Dados Sobre o Livro:

 - Título Original: Beauty's release
 - Autora: Anne Rice
 - Editora: Rocco
 - ISBN: 9788532527363
 - 1º Edição
 - Ano: 2012
 - 352 Páginas
 - Tradução de: Maria Beatriz da Costa
 - Sinopse: Após ser desoertada pelo príncipe e com ele experimentar um mundo infinito de sensações e prazer, depois de submetida aos jogos de crueldade, domínio e submissão com o Capitão da Guarda, a saga da Bela Adormecida chega ao fim no terceiro livro da série erótica de Anne Rice: A Libertação da Bela. Neste volume, encontramos Bela aprisionada em um harém e escravizada por um sultão. Enquanto o conto de fadas se aproxima de sua conclusão, a princesa se confronta com uma miríade de fantasias sexuais e encontra a redenção na descoberta do verdadeiro amor. Da  autora de Entrevista Com o Vampiro, chega ao fim um verdadeiro estudo do erotismo e do mundo secreto do amor, onde o lado proibido da paixão abre uma porta para as regiões ocultas da psiquê e do coração. 



" Abrirão mão de sua alma para aqueles que simplesmente olhem para vocês. 
Vocês queimarão como luzes na escuridão. "
 ( Senhor Misterioso - pág. 86 ) 


Resenha dos livros anteriores: 


     Desfecho Bem Caprichado

       São inexplicáveis as sensações que tive durante a leitura da trilogia da Bela Adormecida. Vários trechos eu fiquei inebriada, espantada e viciadamente curiosa para ver o destino dos personagens dessa polêmica história.
      No final do segundo livro, “ A Punição da Bela”, Tristan, Laurent, Bela e outros príncipes e princesas foram sequestrados na aldeia, por poderosos soldados inimigos da Rainha Eleanor, e foram presos em grandes gaiolas de ouro dentro de um navio com rumo á terras totalmente desconhecidas para eles.
      É nesse momento que começa o último volume da trilogia, mostrando como foi a trajetória e chegada deles nas terras do sultão.
      Em “ A Libertação da Bela”, ao chegar no palácio do Sultão, Bela, Tristan e Laurent apropriadamente encontraram com centenas de escravos que são usados de todas as maneiras que possa imaginar. Começam conhecer novas, surpreendentes experiências e castigos humilhantes pelos quais eles precisam se destacar para chamar atenção do Sultão.
      O livro continua repleto de explosões, cenas altamente picantes e reviravoltas para esse trio de escravos que ainda são treinados como animais valiosos para os Senhores, até chegar o grande momento da suas libertações e retornarem seus reinos.
      O desfecho da história ficou bem caprichado para Tristan, Bela e Laurent que conquistaram seus felizes para sempre, que prendeu minha atenção até a última página do livro.
      No livro anterior deliciei com a narrativa de Tristan e desta vez, degustei com a narrativa de Laurent, o escravo fujão do segundo livro que encantou Bela. A narrativa dele é sensacional e mereceu todo destaque como Tristan também teve.
    São muitas surpresas que só posso parabenizar Anne Rice, por ter sido corajosa ao escrever uma trilogia tão forte como essa, com personagens inesquecíveis e uma história extremamente erótica, que divide muitas opiniões entre os leitores.
    Reafirmo que é uma leitura extremamente forte e não é para qualquer leitor, mas se gosta de leituras totalmente polêmicas, inclua a trilogia da Bela Adormecida na sua meta de leitura, pois vale muito a pena e tire suas próprias conclusões.


 


" Você é um bom escravo, sem dúvida nenhuma. Mas, sabe, eu não quero um escravo.
 Eu é que quero ser uma escrava. " 
( Bela - Pág. 306 )



      . Sobre a Autora:

      Anne Rice cresceu em New Orleans vivendo num espectro de estimulação física e artística. Ela foi criada de um jeito diferente e exposta a grandes ideais que deram-na um apurado senso de auto-valorização. Sua imaginação desenvolveu-se e populou um mundo de fantasia, usando vários elementos do mundo do mistério e sobrenatural. No entanto, seu senso de nuance e sua herança irlandesa teve influencia suficiente no seu estilo para torná-la uma grande escritora. Os eventos dramáticos que aconteceram em sua vida resultaram numa riqueza emocional que recheia suas obras e cativa muitos leitores.

    
    Já Leu A Libertação da Bela?
    Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário, mas por favor, que seja com respeito.


 
 renata massa