15 setembro 2015

[ Resenha ] Setembro Nacional 2015 - Caídos - Abandonai Toda Esperança - M. R. Terci










        Olá pessoal, como vocês estão?
        Espero que a resposta seja positiva.
       Hoje trago a resenha do livro que foi lançado no final de Agosto e tive o prazer de ler e resenhar.  
       Então, como eu sempre digo em todas as resenhas do Clube do Medo...





 " Escrevo tudo isso para salvar a minha alma e deixar que Vossa Santidade busque um caminho para salvar a tua."  ( Do Diário de Emanuel  - 07 )



. Dados Sobre o Livro:

      - Autor: Marcos Terci
      - Editora: Multifoco
      - Ano: 2015
      - 1ª Edição
      - 388 Páginas


    . Sinopse:

       Em Agosto de 1591, passadas apenas algumas décadas da chegada de Cabral às Terras de Santa Cruz, nas proximidades da Baia Cabrália, um bruxo sem sombra é capturado pelos lacaios da Inquisição. Seu nome é Emanuel do Tumulo. 
       Levado à ferros e agrilhoado às salitrosas masmorras da Abadia do Sagrado Suplício, diante da cruz e do fogo, não pode mais, o bruxo, fugir ao merecido castigo.
       Despidas as  máscaras, abandonados  os subterfúgios e arrefecido o furor  do inferno, é o momento de descobrir que nada é mais cristalina do que a narrativa do condenado à morte. Tempo de descobrir que um vislumbre no cárcere do prisioneiro revela muitas vezes  mais do que seus atos e todos os seus pecados.
       É hora de começar a rezar, pois, naquela cela, só existe morte.






                                      Emanuel Tornou-se o " Bruxo” dos Bruxos da Minha Estante.

     O livro " Caídos – Abandonai Toda Esperança", é o primeiro livro da trilogia Caídos que me surpreendeu desde a capa, mas também pelo o conteúdo e pela maneira como o autor abordou o assunto que explorou o universo dos bruxos no período da colonização no Brasil.
     O vocabulário continua aprimorado e enriquecedor, que o autor Marcos Terci sabe transmitir nas páginas dos seus livros. Eu confesso que admiro sua escrita, porque sempre que viajo pelo mundo literário que ele criou, que sempre é cheio de magia gótica e toques de terror fantásticos, eu retorno para minha realidade com a mala repleta de conhecimentos.
    Após ser capturado na Baia Cabrália e levado para a masmorra em Agosto de 1591, o personagem Emanuel do Tumulo é o narrador da história, que conta desde a sua infância até o momento que ele estava vivendo.
     Esperando a redenção de sua alma, o bruxo Emanuel relata vários acontecimentos dos seus crimes para um jovem inquisidor chamado Pedro. As confissões são fortes e bastante variáveis, como alguns pactos sombrios, sua fidelidade e traição à Rainha Emrev, quando libertou a peste negra em Lisboa e como foi capturado pela inquisição.
    Durante a leitura eu precisei ter um pouco a mente aberta, para aceitar as revelações que Emanuel narrou, pois os crimes dele foram bem obscuros e descritos de uma maneira que apavora um pouco, principalmente quando chega às Terras Brasileiras.
    Admito, eu fiquei confusa com Emanuel no decorrer da leitura. Alguns momentos eu cheguei a pensar que o bruxo poderia estar arrependido dos seus crimes. Mas o que ele mostrou no final... Ah, que final!
    O final do livro é extraordinário, terminou digno de entrar na minha lista de favoritos e conseguiu me deixar sem palavras dentro da minha própria casa. Emanuel tornou-se “o bruxo” dos bruxos na minha estante.
    Enfim... É um livro muito bem escrito e rico em detalhes, que mostra claramente, como o autor se dedicou para escrever a obra.
    Esse é um livro nacional, que recomendo muito e termino minha resenha com as palavras do autor. “ Fim do Primeiro Ato” , mas desejando que venha logo o segundo. Vale a Pena!
 




      O livro já está à venda nas livrarias Travessa e Cultura.

    
           
           Já leu Caídos - Abandonai Toda Esperança?
        Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.


 
 renata massa