28 novembro 2015

[ Resenha ] Stalking - A História Real de Uma Perseguição Amorosa - Flávio Braga



      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Espero que esteja tudo bem.
      Hoje eu trago a minha resenha sobre o livro Stalking do autor Flávio Braga publicado pela Editora NVersos.
     Venha e conheça minha opinião.


 " Os fatos por si só são tão patéticos que não se fez necessário usar a imaginação" ( Flávio Braga - pág. 12 )


   
    . Dados Sobre o Livro:

    - Autor: Flávio Braga
    - Editora: NVersos
    - 1º Edição
    - Ano: 2013
    - 152 Páginas

    . Sinopse:

     Baseado em fatos verídicos, Stalking: A História Real de uma Perseguição Amorosa, do autor Flávio Braga, conta como Eduardo, um solteirão de meia-idade, tem sua vida transformada num verdadeiro inferno, após se envolver com a manipuladora Tânia, uma amante a princípio atenciosa, que se converte numa grande e perigosa ameaça; um fantasma sem escrúpulos capaz de destruir tudo o que é mais importante da vida de Eduardo, para conseguir o que deseja. De forma viciante, o livro desperta no leitor a mesma angústia, ira, ódio e repulsa que as personagens vivenciam e relata como um simples affair se transforma numa obsessão que beira a loucura.

 " Comecei a perceber a verdadeira dimensão da cilada infernal em que eu estava metido com Tânia. "  ( Eduardo - pág. 39 )




      Perseguição obsessiva

      É difícil de acreditar, mas Stalking - A história Real de Uma Perseguição Amorosa do escritor Flávio Braga, é um livro inspirado em fatos verídicos. Após ler  uma matéria em uma revista e conseguir uma entrevista com  o sujeito que foi perseguido durante 12 anos, de forma obsessiva  por uma mulher com quem teve um pequeno relacionamento, Flávio transforma  essa instigante história  em um romance – reportagem narrado pela própria vítima.
     Segundo o psicólogo J. Reid Meloy, especializado em medicina legal, concluiu que Stalking é um comportamento anômalo e extravagante, causado por vários distúrbios psicológicos, principalmente pensamentos obsessivos, que são nutridos por mecanismos inconscientes e podendo ser classificado como “patologia do apego”.
     Essa perseguição amorosa deu início quando Eduardo, um arquiteto com aproximadamente 40 anos estava em uma barraca na praia do Leme bebendo  vodca e paquerando moças com a intenção de encontrar uma namorada jovem e bonita. Até que ele reencontra  Tânia, uma colega da época de faculdade que está acompanhada com sua filha Aline.
     Totalmente encantado pela moça, cobrindo – a de atenção e presentes, Eduardo estava disposto ter um relacionamento com Aline, já que a moça permitia suas invertidas.
     Então Eduardo decide convidar Tânia para tomar um chope e conversar sobre suas intenções em relação à Aline, mas a situação sai do seu controle e após uma noite no motel, ele  começa um relacionamento com a Tânia e deixado Aline de lado.  
    Neste momento, inesperadamente Aline vem para Belo Horizonte morar com seu pai enquanto Edu largar a casa dos pais para morar com Tânia. Porém depois de uma pequena convivência de três meses onde o relacionamento é apenas sexual e regado a muita bebida, Edu desanima da companhia de Tânia e fica interessado em Dirce, uma mulher fina, educada e que administrava uma ONG ecológica.
    Resolvido á ter um relacionamento com Dirce, Edu rapidamente retorna para a casa dos pais, abandonando Tânia enquanto ela vai passear na praia, porque Tânia mostra que a possibilidade de um rompimento amigável está completamente descartada na relação. O que Eduardo não imaginava era que sua vida se tornaria um inferno, pois Tânia se transformou em uma grande ameaça em sua vida.
     A partir deste ponto o livro mostra várias idéias e tentativas absurdas que Eduardo  planejava, na esperança de afastar Tânia de sua vida. Enquanto isso, Tânia executava  circunstâncias impensáveis  e loucas para ter Eduardo de volta. As barbaridades que Tânia propunha para Edu, estava levando a situação às ultimas  consequências, ao ponto de sugerir um triangulo amoroso entre ela, Eduardo e sua filha Aline.
    Contudo para ser justa  eu realmente fiquei um pouco em duvida de afirmar que a loucura era apenas de Tânia, pois Eduardo teve várias ocasiões para pôr um fim nessa situação constrangedora, mas invés disso, Eduardo sempre acabava  alimentando a obsessão de Tânia e cedendo os caprichos dela.
     A gramática do livro é perfeita, contém uma capa agradavelmente simples e desenvolve uma leitura bem rápida.
      Bom... Finalizo minha opinião, recomendando a todos os leitores que gostam de histórias interessantes com fatos inusitados, para tirarem suas  próprias conclusões.




     

     . Sobre o Escritor:


   Flávio Braga, autor de romance, ensaios, textos teatrais e roteiros de cinema, também atua como jornalista e editor.
   Possui 18 livros publicados. Nasceu em São Paulo e vive no Rio de Janeiro.




    . Esse livro também contém uma resenha no Blog Doces Letras, onde participo como Colaboradora do blog.




     Já leu Stalking - A História Real de uma perseguição Amorosa?
     Então me conta o que achou. Vou adorar ler seu comentário.