14 dezembro 2015

[ Book Tour ] Fascínio Egípcio - Luciane Vieira Z.

        Olá Pessoal!
        Tudo bem?
        Espero que esteja tudo bem.
        Hoje estou trazendo a resenha do livro Fascínio Egípcio da autora Luciane Vieira Z., publicado pela Editora MODO.
       Conheça minha opinião sobre ele.


   " Para que tanta descrença Naia, tanta revolta? Acreditar faz a diferença. Se não tivermos fé que as coisas podem mudar, como vai ser o nosso futuro? "  
 ( Satati - pág. 07 )

. Dados Sobre o Livro:

- Autora: Luciane Vieira Z
- Editora: MODO
- 1ª Edição
- Ano: 2013
-  350 Páginas
-ISBN:978-85-655-8863-8
- Adicione no Skoob: Fascínio Egípcio

. Sinopse:

   No cenário do Antigo Egito, as vidas do príncipe herdeiro e da filha do sacerdote do deus Amon se cruzam, seus pais disputam poder na cidade mais importante do Egito. Ele criado para governar o país, ela retirada pela mãe de uma vida de conforto e luxo é criada escondida em uma vida de muitas dificuldades. A vida de Zeq é marcada pela crença popular que ele é filho de um deus e a vida de Naia é marcada pela descrença desde que a mãe mentiu ao dizer que seu pai estava morto, mas sua mãe na eminência da morte faz uma revelação, seu pai está vivo e lhe entrega uma prova disso. Preocupada com o estado da mãe e sem recursos ela comete um ato desesperado e furta alguns alimentos, na fuga é presa por um guarda do Faraó e levada ao calabouço. O que o futuro Faraó do Egito não imaginava é que ficaria fascinado pela beleza e personalidade da jovem. Naia tem o curso de sua vida drasticamente alterado, pois não sabe se odeia ou ama Zeq e terá que decidir se vive esse amor conturbado e assume a responsabilidade de se tornar a Princesa do Egito! Enquanto ela luta para definir seus sentimentos, tem que enfrentar traumas do passado, desconfianças e inimigos que tentam a todo custo atrapalhar seu relacionamento com Zeq.

 
Instigante


      Mais um livro que chega nas minhas mãos  através de Book tour e novamente eu fico lamentando pelo fato do livro não ser meu.  O livro Fascínio Egípcio, contém uma história simplesmente instigante que conseguiu envolver  maravilhosamente, ao ponto de gostar de todos os personagens.
     Naia é uma moça que cuida de sua mãe Satati, que está muito doente. Pressentindo que está perto de morrer, Satati  faz um papiro para Naia, contando sobre seu passado, pois a filha se recusa ouvir o seu segredo.
    Percebendo que sua mãe está piorando, Naia resolve ler este papiro que contém um selo e a revelação da história de sua mãe com seu pai Hatatef, um poderoso sacerdote do templo de Karnak e promete para sua mãe que irá atrás de seu pai para não ficar  solitária e sem proteção.
     Preocupada o estado de saúde da mãe, Naia resolve ir  ao mercado para  conseguir algum alimento e num ato impensável por não ter dinheiro, Naia rouba algumas frutas de um comerciante, que sai gritando nas ruas  afirmando que ela é uma ladra e Naia acaba sendo pressa pelos guardas do Faraó Hor.
    Quando chega ao calabouçoNaia pede misericórdia para o guarda Armais mostrando  o papiro com o selo da família de Hatatef e Armais  decide levar o papiro para o príncipe Zeq, que está cuidando dos interesses do pai, enquanto Hor está em uma viagem.
    Depois de uma rápida conversa, Zeq manda Armais acompanhá-lo juntamente com Naia até o casebre onde está Satati em seus últimos  minutos de vida e Zeq promete a Satati que entregará Naia  ao seu pai Hatatef.  Após dois dias da morte de Satati, Zeq acompanhado de guardas levam Naia até Hatatef que à recebe com muita emoção.
   Contudo o príncipe Zeq completamente encantado pela beleza de Naia, pede Hatatef como retribuição a promessa que Naia se casará com ele, mesmo que ela seja a filha do maior adversário de Hor.
     Hor se mostra descontente com a vontade  do filho, mas com as artimanhas que Zeq vai distribuindo com várias mentiras entre  seu pai , Hatatef e até mesmo Naia, Zeq tenta conquistar seus objetivos.
     A história é cheia de reviravoltas porque o casal é bem conturbado e vivem em pé de guerra.  Ambos são orgulhosos e mostraram várias situações que às vezes eu ficava a favor de Zeq e irritada com Naia, mas logo em seguida, outras situações apareciam na trama e eu ficava do lado de Naia e com muita raiva de Zeq.
     Os vilões foram sensacionais e trouxeram muita ação na história, principalmente Rui que foi um vilão impecável.
     O livro termina no momento exato que desejava mais alguns acontecimentos e deixou uma vontade enorme de ter a continuação nas mãos. Realmente eu preciso do segundo livro!
     Enfim... Quero muito agradecer a organizadora do Book Tour Sammysam do blog Da Imaginação à Escrita e a autora Luciane pela oportunidade de ter conhecido uma história tão emocionante.   
     Eu recomendo a leitura para todos que adoram romances com cenário recheado de mistérios e tramoias. Vale muito a pena!  






     . Sobre a autora: 


       Luciane Vieira Z nasceu em São Paulo. Sempre gostou de ler quando estava no terceiro ano da escola houve um concurso de redação na escola, a professora ensinou como era a estrutura dos versos e poemas em seguida mandou os alunos criarem, Luciane tirou o segundo lugar da escola com o poema o jardim da flor e o jardim do amor a partir desta iniciativa da escola passou também a escrever poemas e versos. Em 1991 iniciou a faculdade de direito, trabalhou na área pública até 2000, quando saiu pensou em realizar algum trabalho provisório em que lhe permitisse conciliar sua vontade de escrever, encontrou na pesquisa de mercado os meios que ansiava. O que ela não supunha era que a pesquisa lhe proporcionasse conhecer a história de vida de milhares de pessoas, conversando todos os dias com pessoas de cultos, classes sociais e dificuldades totalmente antagônicas do Oiapoque ao Chuí a riqueza de informações trazidas pelos relatos das pessoas fazia sua mente fervilhar de ideias, mas colocar no papel um romance tornou-se uma dificuldade, que foi vencida anos mais tarde quando leu uma história egípcia, fascinada com o Antigo Egito leu vários livros a respeito fez uma pesquisa minuciosa o que deu origem ao livro Fascínio Egípcio. 
  

    .  Já leu Fascínio Egípcio?
    . Então me conta o que achou dele.  Vou adorar ler seu comentário.


 



 renata massa