23 dezembro 2015

[ Resenha ] Peça - me O Que Quiser - Megan Maxwell



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que sim.
    Quase Véspera de Natal e eu vim deixar a resenha do primeiro livro da trilogia Peça – me o Que Quiser da autora Megan Maxwell  publicado pela Editora Suma de Letras.  
    Venha conferir minha opinião:


   " Convencida de que estou me metendo num jogo que eu não deveria jogar..." ( Jud - pág. 57 ) 

 

     . Dados Sobre o Livro:

     - Título Original: Pídeme Lo Que Quieras
     - Autora: Megan Maxwell
     - Editora: Suma de Letras
     - 1ª Edição
     - Ano: 2013
     - 398 Páginas
     - Tradução de: Tamara Sender

      . Sinopse:

      Com tempero latino e uma abordagem excitante, essa é a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexy que ela já viu.  Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.
    Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.




                                                                                           Ousado!

      Não vou mentir, o livro mexeu com a minha mente. Confesso que ainda preciso quebrar alguns tabus que ainda insistem permanecer comigo, por isso fiquei um pouco constrangida com alguns trechos do livro.
     Mas não tem como negar o livro é bastante erótico e ousado.
      Judith Flores é uma mulher independente, que mora sozinha. Tem uma vida tranquila e normal, trabalha como secretária no escritório de uma empresa farmacêutica alemã e tem uma chefe extremamente chata, uma verdadeira carne de pescoço.
      Em um dia de trabalho, Jud sai para almoçar, mas fica presa no elevador com algumas pessoas. Como ela é bastante extrovertida, Jud começa conversar com todos, distribuindo chicletes, inclusive dando um chiclete na boca do único homem que está no elevador.
      Quando elevador volta a funcionar e eles saem, sua chefe vai até o homem dizendo que estava preocupada com ele. Ao mesmo tempo, a chefe apresenta Jud como sua secretária e ela percebe que esse homem é Eric Zimmerman, diretor - chefe da empresa.
       Eric fica atraído pelo jeito espontâneo de Jud e ela sabendo que ele é chefão da empresa, mantém-se afastada, porém Eric começa arrumar maneiras de tê- la por perto.
      Só que Eric tem um estilo de vida diferente e propõe a Jud experimentar esse novo mundo repleto de jogos eróticos com muita sensualidade, swing e voyeurismo.
      Confesso que Eric conseguiu me assustar um pouco, em vários momentos eu sentia tanta raiva das atitudes dele, que jogava o livro em algum lugar da casa com tanta fúria e desaparecia de perto do livro.
      Mas acontece que Eric é um homem misterioso e minha curiosidade cutucava minha mente e eu novamente dava mais um voto de confiança para ele... como a Jud fez várias vezes para Eric.
      Então pensando melhor, por vários instantes, eu fiquei na situação de Jud, aceitando as bipolaridades desse chefe.
      As mudanças de humor de Eric são bruscas e constantes, causando inúmeras brigas entre o casal e Jud sempre contornando, aceitando o Eric quer. Mas o interessante é que ela não abaixava a cabeça totalmente, como muitas outras personagens que já li. E quando esse alemão extrapolava, ela não deixava por menos e no final do livro ela conseguiu meu total respeito.
     A parte romântica aparece muito vagamente, a demonstração de amor aparece primeiramente por parte de Jud e por se tratar de um livro erótico, o casal quer mesmo é sexo,principalmente Eric. O erotismo chega ao um nível altíssimo e as cenas são longas e descritas detalhadamente. 
     O livro, por sinal, é sensacional, ganha disparado de outros livros do mesmo gênero na categoria erotismo.
     Se o objetivo do livro é causa polêmica, ele conseguiu e deve dividir opiniões, mas eu acho que o leitor precisa gostar do gênero, ter maturidade, aceitar a história e deixar alguns preconceitos de lado.
     Pois como todos os livros eróticos, ele é uma leitura pesada e é necessário ter a mente aberta para aventurar - se nessas histórias.







     . Espero que tenham gostado.
     . Já leu Peça - me o Que Quiser?
     . Então me conta o que achou dele.  Vou adorar ler seu comentário.




 renata massa