15 janeiro 2016

[ Resenha ] Fevereiro de Esperança - Aline Sant' Ana



     Olá Pessoal!
     Tudo bem? Espero que esteja tudo bem.
     Hoje eu trago a resenha do segundo conto da série De Janeiro a Janeiro da autora Aline Sant’Ana e publicada pela Editora Charme.
     Venha e conheça minha opinião sobre Fevereiro de Esperança:



 " O pior disso tudo? Eu amava Srah W. Van Den Bergen com toda minha alma e não fazia ideia de como consertar nosso relacionamento. "


  
   . Dados Sobre o Livro:

   - Autora: Aline Sant’Ana
   - Editora: Charme
   - 1ª Edição
   - Ano: 2015
   - 62 Páginas

    .  Sinopse:

    Adler se apaixonou à primeira vista. Quando conheceu Sarah, numa festa, ele soube que tudo em sua vida iria mudar. Após lutar muito para conseguir conquistar o amor de Sarah e realizar o seu sonho de casar com ela, Adler se vê preso num relacionamento morno, desgastado e fadado ao fracasso.
Cansado de viver aquela relação solitária, ele decide reconquistar sua mulher, mas ao ler uma carta endereçada a ela e segui-la em uma noite fria, ele se depara com aquilo que ele mais temia.
      Será que Adler e Sarah conseguirão superar o desgaste da relação e o fantasma da perda da confiança, para salvar seu relacionamento? Ou será que é tarde demais para os dois?


  " Me faz esquecer a dor que sinto, me faz esquecer o medo de perder você. " 




 O Conto é Surpreendente!

       Este conto conseguiu misturar minhas emoções, deixou meus nervos à flor da pele, mas confesso que foi uma leitura surpreendente e trouxe uma história  totalmente diferente do mês de Janeiro. 
      O segundo conto da série De Janeiro a Janeiro traz um romance eletrizante com toques de suspense e drama. E novamente  eu fiquei envolvida  com a incrível história que  Aline criou.
      Fevereiro de Esperança traz a história  contada pelo ponto de vista de Adler, um advogado casado e completamente apaixonado pela sua esposa Sarah.
     Desde quando Adler conheceu Sarah em uma festa, ele sabia que ela seria sua esposa, pois se apaixonou à primeira vista, porém Sarah era uma mulher bem cética para relacionamentos e não tinha as mesmas intenções que Adler.
    Sarah precisou se envolver em uma confusão bem perigosa para perceber que Adler era tudo que ela procurava. Então eles começaram um relacionamento sério e logo se casaram.
     Após quatro anos de casamento, Adler e Sarah caíram numa rotina acomodada, com um relacionamento desgastado e com poucas conversas. O que deixava Adler ainda mais apreensivo era à frieza da esposa e cansado de viver  uma relação solitária, ele resolveu ter uma conversar com Sarah para reconquistá-la e salvar seu casamento.
    Mas quando chega à sua casa, ele  encontra uma carta meio suspeita na bolsa da Sarah e  Adler começa  investigar real situação do seu casamento.
     Eu tenho facilidade de envolver com a história, principalmente quando gosto dos personagens.  Eu o defendo, fico na torcida pelo casal, brigo, fico alegre... Eu sinto as emoções dos personagens e  com Adler foi uma verdadeira agonia. Como esse homem sofreu!
    Também não sou uma leitora exigente com os personagens, mas quando aparece um que tenha a personalidade que a Sarah demonstrou, minha vontade é de sacudir para ver se enxerga a burrice que anda fazendo e acorde pra vida.
    Teve um ponto durante a leitura  que simplesmente achei que tudo estava perdido, não tinha mais solução para o casal. Mas fui surpreendida com as revelações que Sarah mostrou e o final da história foi esplêndido.  
     Eu só espero que o casal do mês de Março seja mais tranqüilo porque Adler e Sarah conseguiram sugar minhas emoções.
     Enfim... Mais um livro que recomendo muito, principalmente para os românticos que adoram histórias que os casais precisam resgatar seus casamentos.



 




      
      . Leia Também:

     - Janeiro Proibido 





Aline é uma leitora assídua, apaixonada pelos romances que lê e personagens que cria. Acredita que através dos livros pode viajar e adora isso. Formada em Administração pela Universidade Católica de Pelotas, pressupõe que exatas é a sua área — realmente é — a não ser um lado do seu coração que sempre a levou para a literatura.
    Mora com sua avó, seu namorado apaixonado por games e Zelda, sua cachorrinha da raça Lhasa Apso. À distância, recebe apoio e amor incondicional da sua mãe, irmã e pai, além de suas melhores amigas que nunca a deixaram desistir do seu sonho de publicar um de seus romances.
     Nas horas vagas, quando não está escrevendo, gosta de assistir séries, filmes e conversar com seus leitores através da internet. Acredita que a escrita é capaz de mudar pessoas e trabalha para que isso se torne realidade.

 

      Já leu Fevereiro de Esperança? 
      Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.



 renata massa