25 janeiro 2016

[ Resenha ] O Colecionador de Tatuagens | Carmem Aparecida Gomes



      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Espero que sim.
      
     Hoje eu trago para o Clube do Medo, um  personagem belo e bem- sucedido, porém extremamente perigoso. 
     Conheça a resenha do livro O Colecionador de Tatuagens da autora Carmem Aparecida Gomes publicado pela Chiado Editora.




 " Os mistérios da mente sempre foram e sempre será um tema fascinante, por curiosidade, por dúvidas, ou para efeitos de pesquisas e estudos para tentar descobrir o que o homem é realmente capaz de fazer. "  ( Pág. 13 )




 . Dados Sobre o Livros:

 -  Autora: Carmem Aparecida Gomes
 - Editora: Chiado
 - 1ª Edição
 - Ano: 2015
 -  82 Páginas
 - Gênero: Trhiller
 - ISBN-13: 9789895154234
-Skoob: O Colecionador de Tatuagens
 - Onde Comprar: Chiado Editora  |  Livraria Travessa  

  . Sinopse:

    Paulo Henrique, ou PH, desde criança foi maltratado e agredido pelo o meio em que cresceu. A família e a sociedade transformaram o belo rapaz em um ser humano perigoso. PH, o homem belo e bem-sucedido, resolveu devolver para a sociedade o que ela lhe proporcionou na sua infância e juventude. Assim, fazendo uso de seu conhecimento de enfermeiro, dá início a sua sinistra coleção de tatuagens. O que os visitantes de PH achavam ser um belo e encantador jardim arquitetado por ele, na verdade era onde ele ocultava os corpos de suas namoradas.


" Paulo Henrique estava muito doente, tudo que ele viveu de ruim ele estava pensando em devolver para o mundo. "  (  pág. 59 ) 


Interessante

      O colecionador de Tatuagens trouxe uma história interessante, apresentou um personagem bem receptível que despertou curiosidade e conseguiu segurar minha atenção inteiramente.  
      Paulo Henrique conquistou um espaço na minha estante do medo, pela sua frieza e insensibilidade para alcançar seus objetivos.
     A história inicia com uma pequena explicação da autora mostrando a postura de um serial killer, com seus mistérios, a inteligência e a ausência  de sentimentos que estes indivíduos possuem. Em seguida a narrativa muda, com Paulo Henrique se apresentando e narrando sua história quando ainda convivia com seus pais.
    Filho de um grande proprietário de fazendas industriais, Paulo Henrique teve  sua primeira fase de vida com vários exemplos de agressão.  Seu pai agredia sua mãe constantemente, maltratava  verbalmente e não aceitava o fim do relacionamento. Muitas vezes sua mãe arrumava desculpas e falsas explicações para os hematomas e Paulo já mostrava sinais de frieza, com pensamentos de colocar um fim na situação.
    Se não bastassem as agressões que também sofria em casa, na  adolescência, Paulo passou a sofrer Bullying na escola, passou ser assediado pelo professor e presenciou sua mãe assassinando o pai e depois suicidando.
    Contudo, após três anos da tragédia, Paulo assumiu os negócios e os bens que o pai deixou de herança. Conheceu a jovem Adriana, dona de uma loja de Tatuagens, que fez Paulo esquecer todos os acontecimentos ruins do seu passado.
     Cursava faculdade de enfermagem  pelo incentivo de Adriana, adorava as aulas práticas e nas horas vagas Adriana ensinava Paulo algumas técnicas da profissão que exercia. Sua vida  aparentemente parecia tranquila e sossegada. Até que um dia, Paulo foi buscar Adriana na loja de tatuagens e foi surpreendido com a traição da sua futura esposa.
      A autora elaborou uma ótima trama, valorizando a personalidade do personagem desde a sua infância, onde realmente começou todos os traumas que Paulo Henrique sofreu. Porém Paulo é aquele tipo de personagem que não pode ser contrariado, senão resolve seu aborrecimento com malignidade.  
     No período da sua infância e adolescência, a autora tentou mostrar os acontecimentos  dolorosos, como motivo que fizeram ele torna-se uma pessoa genuína, egocêntrica e carrasco com as mulheres.
      Mas nenhum momento ele demonstrou arrependimento ou remorso pelos crimes que praticou, apenas demonstrava preocupação com a horripilante coleção de borboletas e seu assustador jardim que tanto dedicava.
       O livro contém uma história instigante para o seu gênero, contém um final bastante satisfatório, mas, pecou em ter uma história curta e rápida de ser lida. Levei poucas horas para ler o livro inteiro.
      A história foi pouco explorada, realmente merecia mais páginas. Principalmente na fase das investigações, onde tinha potencial para torna-se um livro sensacional. 
     A capa tem tudo haver com a história, contém um vocabulário simples, de fácil entendimento e a sua diagramação está perfeita.
     Finalizo minha opinião recomendando o livro para todos que gostam de ler histórias que possuem serial killers. Leia o Colecionador de Tatuagens, pois vale a pena conhecer a mente  de Paulo Henrique.


Livro fornecido gentilmente pela Chiado Editora.



   
      . Sobre a autora:

      Carmem Aparecida Gomes - Nascida numa cidade do interior de Goiás, no Brasil, a autora é filha de costureira e na infância estudou em escolas públicas. Hoje possui licenciatura em pedagogia com especialização em ensino superior, é bacharel em direito e o nome da autora consta em várias listas de concursos para a segurança pública de alguns estados brasileiros. Tema quatro obras publicadas e escreve e compõe desde 2012.


     . Já leu O Colecionador de Tatuagens?
     . Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.

 renata massa