01 fevereiro 2016

[ Resenha ] Tinha uns olhos da cor da tempestade: Um causo do Bairro da Cripta – Dezidério - M. R. Terci



      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Espero que esteja tudo bem.


        Hoje eu trago a resenha  do conto Tinha uns olhos da cor da tempestade: Um causo do Bairro da Cripta – Dezidério, escrito pelo autor Marcos Terci e publicado no site da Amazon.
       Venha e conheça minha opinião:


 " Dezidério pensa  o mundo com sua alma. Tem seus olhos donos de todas aquelas janela, mas é em seu íntimo que entende as coisas de Deus. "



    . Dados Sobre o Livro:

    - Autor: Marcos R. Terci
    - Editora:  Amazon
    - 1ª Edição
    - Ano: 2015
    - 67 Páginas

     . Sinopse:

     Quem se aventura pelas trilhas ermas e mal divisadas dos Montes, à oeste de Tebraria, logo se vê diante de uma incomensurável plantação de ervas cor de sangue. Sua aparência rubra transcende o sentido comum das coisas do campo, ao passo que seu gosto amargo transgrede sobremaneira qualquer senso de utilidade. Uma ou outra benzedeira faz-lhe uso. Sinhá Cida reza uma Ave-Maria enquanto trança a rama vermelha no cabelo do doente com gota e da moça com quebranto.
O dono dessas terras é Dezidério, velhinho de aparência inofensiva, sorriso infantil e uma sombra diabolicamente faminta.
AH! Venham comigo, em direção ao Bairro da Cripta. Vamos por esta estrada. Pelas colinas escarpadas, lugar de vento frio que faz gelar a alma de toda gente. Em redor de imenso e desfolhado bosque de ipês, dar-vos-ei conhecimento daquilo que espreita por este caminho. Vou dizer-vos algo que não querem ouvir. Vou mostrar onde está escuro.

" A vida lhe ensinara muitas regras confusas. Uma delas, entretanto, fazia sentido dramaticamente. Alguns chamavam de fatalismo. Dezidério  apenas aquiescia, dizendo: Já que lá tá. Que lá teje! " 

 
     O conto é sensacional!

       Mais uma vez, eu retorno da cidade Tebraria totalmente fascinada com os episódios tenebrosos  que deixa uma sensação de arrepio.
      Tebraria é cidade inesquecível por causa dos seus acontecimentos obscuros que consegue deixar qualquer leitor encantado e com a alma amedrontada.
      Desta vez eu fui conhecer o Senhor Dezidério, um velho caipira de sessenta e poucos anos que possui um coração generoso, que mora na Fazenda Luminosa, localizada na Zona Rural da cidade de Tebraria.
      Por ser um homem solitário, Dezidério tinha sua sombra como sua companhia, contudo alguns cidadãos mais atentos da cidade perceberam que este homem conversava com a sua sombra, tratando - a carinhosamente de morena e que na maioria das vezes essa sombra parecia ter vontade própria.  
      Mas para quem já conhecem as histórias de Tebraria, sabe muito bem que as conversas de Dezidério com a sua sombra é apenas um fato simples entre vários  acontecimentos naturalmente  misteriosos que  contém  naquele lugar de terras vermelhas e o pobre Dezidério, certamente está escondendo outros mistérios sombrios  na sua fazenda.
     Não tem como negar Dezidério é um personagem marcante, repleto de suspense que destaca fabulosamente.  
     Surpreendi com vários trechos, principalmente quando Dezidério relembra como conheceu a garotinha de trevas com olhos  amarelos, porém não esquecerei do trecho que conta o roubo da sua sombra.
     A história está bem construída, contém  uma leitura que desenvolve de modo rápido e  continua com um vocabulário bem aprimorado que exige uma atenção especial para o leitor que deseja enriquecer seu vocabulário.
     Finalizo minha opinião, eu recomendando para todos que curtem histórias de terror, suspense e literatura nacional de qualidade!

    -   Lembrete:
     Aqui no blog e no Skoob constam duas as resenhas dos livros anteriores do Bairro da Cripta. Não há necessidade de lê-los antes do conto, por que os livros são inteiramente de independentes, mas aconselho aos leitores interessados que os incluíam na meta de leitura, porque vale a pena e  pode  ter certeza que não irá se arrepender.

      .  Resenha: O Bairro da Cripta - Tomo I - As Elegias
      . Resenha: O Bairro da Cripta - Tomo II - Epitáfios





 . Sobre o autor:

  

   Marcos R.Terci é escritor, poeta e advogado especializado em Direito Internacional com ênfase na União Europeia e Mercosul.
   Nascido em Descalvado - SP, em 1973, busca honrar aos Deuses da Criação Literária enfrentando, diariamente, o desafio da página em branco, devotando sua energia ao solitário trabalho de traçar destinos através dos meandros do sobrenatural.



          
          - Quer conhecer outros contos do Bairro da Cripta?
          - Deseja adquirir um exemplar do O Bairro da Cripta - Tomo I ou  Tomo II ?
          - Então faça uma visita  acessando:
 


           - Faça também uma visita e curta as Fans Pages, para saber das novidades assombrosas que irão aparecer.

        -  O Bairro da Cripta
        -  M.R.Terci

       . Já leu Tinha Uns da Cor da Tempestade: Um causo do Bairro da Cripta - Dezidério?
       . Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentado.

 
 renata massa