30 de junho de 2016

[ Lidos do Mês ] Junho – 2016



       Oi Pessoal!
       Tudo bem?
       Espero que esteja tudo ótimo.
       Hoje eu vou falar sobre as minhas leituras do mês de Junho para concluir o mês  como sempre faço.
      Todas as leituras foram bem proveitosas e consegui ler cinco livros mais um conto para o desafio.
      Venha conferir:




    . Amor de Cordel
    ( Andrea Marques )

    Iniciei minhas leituras com um chick-lit envolvente que conseguiu prender minha atenção rapidamente. A história está repleta de reviravoltas, tem uma escrita bem detalhada e cada personagem foi bem criado, abordando vários temas atuais como diferença  entre classes sociais, preconceito com relacionamentos homossexuais e outros assuntos importantes que merecem respeito.






   . Bela Redenção
    ( Jamie McGuire )

   Adoro acompanhar qualquer novidade que aparece sobre os Irmãos Maddox e este mês finalmente eu consegui uma brecha nas leituras de parceria e cortesia  para conferir a história de Thomas Maddox. Eu estava bem entusiasmada pela leitura do livro Bela Redenção, por causa dos últimos acontecimentos no livro anterior e para ser bem sincera, eu fiquei comovida com o sofrimento de Thomas Maddox. Eu o julgue mau no livro anterior e não imaginava que estava  tão ferido e cheio de remorso.






    . Profissão Repórter  10 Anos
      ( Caco Barcellos e Equipe )

     Depois apreciei a leitura de Profissão Repórter. O livro é riquíssimo para todos que acompanham semanalmente o programa. Caco e sua equipe relembram alguns programas e brasileiros que dividiram suas vitórias, conquistas e acima de tudo, com muita coragem, expuseram seus dramas, aflições e perdas. Além de ter uma diagramação impecável, o enredo desenvolve perfeitamente. Vale muito conferir.






    . Atrás do Crime
      ( Cristiane Krumenauer )

     Outra leitura maravilhosa! A Cristiane criou um enredo que apresentou vários esquemas criminosos como um verdadeiro quebra cabeça. Durante a história o leitor encontrará todos os tipos de  corrupção, propina, sequestro relâmpago com vítimas aterrorizadas, empresas de fachadas, apreensão de drogas e lavagem de dinheiro. É um livro bem escrito, a capa corresponde ao enredo e os capítulos são curtos, o que facilita o desenvolvimento da história.






    . O Enterro Prematuro
      ( Edgar Allan Poe )

     Para finalizar as leituras do mês de Junho, eu li o sexto conto do desafio #12mesesdepoe. O conto  é maravilhoso e entrou para lista de favoritos.  Estou  totalmente encantada com a escrita de Edgar Allan Poe, pois é uma escrita consegue amedrontar perfeitamente, que provoca um medo real. Confesso que este conto  conseguiu atingir meu maior medo, de ser enterrada viva.




     Mês  de Junho concluído aqui no blog e para minha alegria, no último dia do mês como eu tinha planejado.
     Eu espero que tenham gostado dos  pequenos  comentários de cada leitura que passou durante o mês.
    
  E que venha às leituras de Julho!


     Já leu algum desses livros?
     Então me conte o que achou deles.
     Vou adorar ler seu comentário.



29 de junho de 2016

[ Caixa de Correio ] Junho - 2016


   Olá Pessoal!
   Tudo bem?
    Hoje eu vou mostrar a caixinha de correio do mês de Junho que está bem recheada de livros maravilhosos que será minhas futuras leituras e serão resenhados  em breve.
     Venha conferir:


28 de junho de 2016

[ Resenha ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe – O Enterro Prematuro


        Olá Pessoal!
        Tudo bem?
        Hoje eu estou trazendo a Sexta resenha do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe, organizado pelo Blog da Anna Costa.
         Venha e conheça minha opinião.

 

24 de junho de 2016

[ Resenha ] Atrás do Crime | Cristiane Krumenauer



     Olá pessoal!
     Tudo bem?
     Hoje eu vou deixar minha resenha sobre o livro Atrás do Crime da autora Cristiane Krumenauer publicado pela Giostri Editora.
     Venha e conheça minha opinião.



 “ Os obstáculos da vida, no entanto, ensinaram – lhe o que nenhuma escola ensinaria. 
O mundo era cruel e só os fortes e persistentes sobreviviam.” 
 ( pág. 10 )



. Dados Sobre o Livro:

- Autora: Cristiane Krumenauer
- Editora: Giostri
- 1ª Edição
- Ano: 2016
- 186 páginas

- Onde Comprar: Cia dos Livros

. Sinopse: 

  Ele é possuidor de uma mente impressionante. No crime organizado, planeja todos os caminhos da droga: desde a sua origem, na fronteira, até sua chegada e posterior distribuição em São Paulo. Conhecido também como o Mestre da Logística das Drogas, age e não deixa rastros, a menos que seja isso que deseje. Contudo, chega o dia em que encontra um rival à altura: o agente federal Giorgio está em seu caminho. Ainda assim, é a complexidade da vida que acaba se mostrando mais desafiadora para esses dois homens. Em se tratando de crime, a paixão e o temor podem ser fatais. O crime nunca vem só. Há vida e morte bem atrás dele.


“ Vou analisar cada proposta e seguir o que for melhor para mim. 
Sou só um garoto qualquer, viciado em  computador. 
A diferença entre os outros e eu é que eu aprendo alguma coisa.”   
( pág. 91 )


Uma História Realista

      Quando recebi o livro Atrás do Crime da Cristiane Krumenauer, eu tinha grandes expectativas para conhecer a história com um personagem tão realista que age sem deixar rastros e ao mesmo tempo, tão desafiador para a sociedade.
      A história inicia-se em uma antiga fábrica de embalagens em São Paulo, com Alberto um homem de 33 anos trabalhando como mestre da Logística das Drogas, esperando para ter uma reunião com sua chefe.
     Possuidor de uma mente impressionante Alberto, veio de uma infância miserável e cheia de obstáculos. Ainda garoto descobriu que sua inteligência poderia melhorar a situação que vivia com a sua mãe e seu irmão.
    Mesmo sendo inexperiente, era um observador talentoso e passou observar e ouvir os procedimentos que os alunos mais velhos, que eram envolvidos com venda de drogas dentro da escola, conseguiam dinheiro para adquirir tudo que desejavam.
    Entretanto foi no nono ano do ensino fundamental que Alberto viu que esse dinheiro do trágico era suficiente para pagar um colégio particular para melhorar sua própria educação, ter conforto e ainda ajudar a sua mãe, que passou a fazer vistas grossas diante dos benefícios recebidos.
    Quando estava no quarto semestre de Administração, Alberto soube que sua mãe e seu irmão Alexandre passaram por um momento angustiante com a polícia e querendo dar uma garantia de proteção para eles, Alberto teve a ideia de trabalhar diretamente com o chefe do Juarez, um colombiano que fornecia drogas para Alberto vender. E desta maneira e neste mesmo galpão da fábrica que Alberto conheceu a chefe Giuliana Saletti.
     Enquanto Alberto estava orientando um garoto que vigiava as câmeras de segurança, a Chefe Giuliana chegou à fábrica totalmente angustiada por causa da prisão do seu namorado Gianini que estava nos Estados Unidos.
    Gianini é um italiano mal – humorado, mas experiente por fazer parte da máfia italiana, que Giuliana conheceu na adolescência e a induziu para o mundo do crime. Quando Gianini conheceu a ambiciosa Giuliana, o italiano tinha planos de expandir seus negócios na América e quando a proposta foi aceita pela namorada, a Giuliana tornou-se uma das maiores chefes do tráfico de drogas em São Paulo.
    Com notícia da prisão do Gianini, Alberto ficou um pouco apreensivo a respeito do mafioso ter denunciado  as rotas que usavam para transportar as drogas. Contudo, Giuliana persiste em continuar com o processo da chegada das drogas, mas é surpreendida com um telefonema informando que a mercadoria foi apreendida pelos militares em Tabatinga e Giuliana resolveu manda Alberto entrar em contato com o informante dentro da polícia federal para  garantir que o próximo carregamento não fosse apreendido.
    Enquanto isso, em Porto Alegre, Giorgio um agente da polícia Federal, informava a sua esposa que tinha sido transferido para São Paulo para investigar alguns policias envolvidos em corrupção. Por ser um agente diferenciado e  um dos investigadores que participaram da operação que estava ligada à inteligência nas fronteiras, Giorgio estava indo para São Paulo à pedido do delegado  João Carlos, que não confiava em nenhum dos  seus investigadores, pois sabia que tinha policiais envolvidos com o tráfico de drogas.
    Entretanto Giorgio nem imaginava que ele e sua família já estavam sendo vigiados pelos informantes de Alberto e preparados para dar um susto em  Giorgio para intimidá-lo para não ir para São Paulo.
    Durante a história o leitor encontrará todos os tipos de  corrupção, propina, sequestro relâmpago com vítimas aterrorizadas, empresas de fachadas, apreensão de drogas e lavagem de dinheiro. Enfim assuntos que já estamos acostumados a encontrar nos noticiário da Tv.
    A Cristiane criou um enredo que apresenta vários esquemas criminosos como um verdadeiro quebra cabeça. Cada peça que foi encaixando, vem trazendo todo esclarecimento e o livro termina de forma surpreendente não deixando nenhuma dúvida. 
    Não tem como negar é um livro bem escrito e  maravilhosamente detalhado, que conseguiu prender minha atenção desde a primeira página até a última.
    Além dos personagens principais alguns personagens secundários merecem destaques, um deles é o irmão de Alberto. Alexandre mostrou ser um rapaz  inconsequente que não pensava  no seus atos criminosos. 
    Enquanto Alberto era um verdadeiro profissional do crime usando sua inteligência para planejar o caminho que a droga percorria, Alexandre mostrava um perfil de um assaltante pé de chinelo se transformando em um personagem totalmente diferenciado. O ambicioso Alexandre foi uma revelação na história, trazendo várias reviravoltas e repletas de surpresas.
    A diagramação do livro é simples, porém está impecável. A capa corresponde ao enredo e os capítulos são curtos, o que facilita o desenvolvimento da história.
    Enfim, é um livro que recomendo para todos os leitores que apreciam um romance policial e principalmente nacional. Vale a pena conferir. 




 Livro fornecido gentilmente pela autora.


“ Seja  um fantasma: Você sequer existe. 
Não chame a atenção. 
Você não deve ser sociável.”
 ( pág. 110 )


    . Sobre a Autora:

     Cristiane Krumenauer é romancista, contista e professora de Literatura, com diversos trabalhos publicados em revistas virtuais de graduação e pós-graduação. É formada em Letras pela Unisinos, especialista em Literatura pela UFRGS e mestre em Linguagem, Interação e Processos de Aprendizagem pela Unirriter. Em 2010, representou o Brasil no Congresso de Literatura Ibero-americana, realizado na Universidad San Tomás, em Bogotá, Colômbia, expondo sobre os contos de Machado de Assis. A autora nasceu no interior do Rio Grande do Sul, mas desde crianças, graças à vida profissional do pai, e depois, por causa do marido, que é militar, sempre conheceu diferentes localidades, culturas e estilos de vida, além de aspecto da segurança nacional e internacional, o que inspirou na criação de romances policiais, como Chamas da Noite.
    Visite também o Blog da autora: cristianekrumenauer.blogspot.com.br/

  - Já leu Atrás do Crime?
  - Então me conta o que achou. Vou adorar ler seu comentário.



22 de junho de 2016

[ Lançamento ] Está em Pré – Venda o Livro Tristeza em Pó



      Olá Pessoal! 
      Tudo bem?
      Espero que esteja tudo bem.
      Um dos casos mais revoltantes da história do Brasil envolvendo linchamento público pela mídia e opinião pública vem à tona em Tristeza em Pó, livro que traz o relato da própria vítima. Na época com 21 anos, Daniele Toledo foi, em 2006, injustamente acusada de matar sua filha Victória, na época com 1 ano e 3 meses, misturando cocaína na mamadeira.
      Venha conferir:


      O texto, que choca pela crueza e franqueza com que Daniele conta a história, retrata uma vida manchada para sempre após o encarceramento, espancamento e estupro pelos quais foi submetida. Poucos momentos após a morte de sua filha, policiais prenderam-na em flagrante no hospital, a pedido dos médicos. A polícia alegava que Daniele tinha histórico de consumo de drogas e que um teste cromogênico realizado na mamadeira da criança, o chamado blue test, deu positivo para cocaína.
     Vinte dias depois, essa versão seria desmentida pelo Instituto Médico Legal (IML), que emitiu laudo que chamava a atenção para a falibilidade do teste: o blue test também dava positivo para outras substâncias, entre elas um medicamento anticonvulsivo que vinha sendo ministrado para Victória. Até a divulgação do laudo, Daniele já tinha ganhado da imprensa o apelido Monstro da Mamadeira e sido espancada durante horas em uma cadeia feminina, o que a fez perder parte da visão e da audição. Daniele também havia sido estuprada por um estudante de Medicina dentro do hospital, fato que o delegado que anunciou sua prisão ignorou, apesar de ciente.


  Tristeza em Pó

Daniele Toledo, prefácio de Cristina Christiano

nVersos Editora

1ª edição – 2016

 Páginas:175

Preço: R$34,90

. Sinopse:

A história verídica de uma das maiores injustiças e maldades contra uma mãe que a medicina, a justiça e a mídia cometeram no Brasil.
Através de um relato comovente, Daniele Toledo conta o seu drama, sobre ter sido acusada injustamente de matar sua filha Victória, de 1 ano e 3 meses, com cocaína na mamadeira. Uma mentira que a levou à prisão e deixou marcas profundas para o resto de sua vida.Os depoimentos de Daniele, são repletos de emoção do começo ao fim do livro, e revela o retrato de um lado sórdido e obscuro da história, trazendo à tona os detalhes cruéis do que ocorreu, levando o leitor a uma reflexão sobre os valores e as atitudes impensadas que a fez passar por tanto sofrimento injustamente.


     Dois anos depois, sua inocência foi declarada. Mas sua filha e sua vida, como mostra o angustiado relato de Daniele, nunca mais seriam recuperadas. Tristeza em Pó conta com a colaboração da jornalista Cristina Christiano, que na época do caso escrevia para o jornal Diário de S.Paulo e apurou o caso, alertando em reportagens para a condenação prematura de Daniele e revelando a cumplicidade e a negligência da promotoria e da polícia, ansiosos em encerrar o caso sem maiores explicações.

Onde Comprar:


  . Gostaram do lançamento?
  . Então conte o que achou dele. Vamos adorar ler seu comentário.


21 de junho de 2016

[ Lançamento ] Ed & Lorraine Warren: Demonologistas



   Olá Pessoal!
   Tudo bem?
   Espero que esteja tudo bem.
   Os fãs do terror conhecem Ed Warren e sua esposa, Lorraine. O casal foi retratado em filmes de grande sucesso, como Invocação do Mal, Annabelle e Horror em Amityville e agora é a sua vez de entrar em contato com o sobrenatural, pois a Editora DarkSide Books lançará em Outubro a Biografia de Ed & Lorraine Warren: Demonologistas.
    Venha conferir.


20 de junho de 2016

[ Resenha ] Profissão Repórter 10 Anos | Caco Barcellos e Equipe


     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Hoje eu vou deixar minha resenha sobre o livro Profissão Repórter – 10 Anos, publicado pela Editora Planeta e  escrito pelo jornalista Caco Barcellos e sua Equipe.
     Venha e conheça minha opinião.




“ Comecei a ter sonhos recorrentes com Cacos. 
Nesses sonhos – sempre muito realistas – trabalhávamos juntos em um novo programa e parecíamos bastante felizes. 
Tão felizes que  tomei coragem e liguei para ele, assim que ele desembarcou no Brasil, de volta  de sua experiência internacional.” 
( Marcel Souto Maior – pág.12 ) 


 . Dados Sobre o Livro:

- Autores: Caco Barcellos e Equipe
- Editora: Planeta
- 1ª Edição
- Ano: 2016
- 380 páginas

- Onde comprar:  SaraivaTravessa | Folha

. Sinopse:

Comandado por Caco Barcellos, considerado por muitos o melhor jornalista da TV brasileira, o programa Profissão Repórter chega a uma década de existência com o chamado “sucesso de público e de crítica”. Ao longo de cerca de 250 programas, a produção semanal exibida na TV Globo conquistou inúmeros prêmios, foi objeto de estudo em universidades e virou referência para quem quer ser repórter. O livro Profissão Repórter 10 anos – grandes aventuras, grandes coberturas comemora este aniversário trazendo o relato dos jornalistas que fizeram vinte das melhores reportagens exibidas pela TV Globo. Mais do que apenas um relato dos bastidores, os autores das reportagens revelam um pouco da alma de cada programa onde, como diz Caco Barcellos, “a estrela principal tem que ser e é a reportagem de qualidade”.


“ Semanalmente elegemos um tema em reunião, planejado ou de ocasião. 
A partir daí surge a pergunta: Como achar e contar a história que precisamos, retratando um tema como câmera e microfone, e leva-la ao espectador da forma mais interessante possível?”
 ( Rafael Armbrust – pág.186 )


Um Livro Fantástico!


     O programa Profissão Repórter está completando 10 anos e para comemorar o sucesso de ser um dos melhores programas da TV aberta brasileira, Caco Barcellos e sua Equipe de jovens jornalistas reuniram nesta obra surpreendente, com algumas histórias que permite embarcar completamente no universo dos bastidores do programa jornalístico.
    O livro começa explicando como nasceu o projeto nas mãos do Jornalista e Roteirista Marcel Souto Maior e o Jornalista Caco Barcellos, em 2006 como um quadro do Fantástico, com o total de 43 reportagens e finalizando a parceria no final de 2007.
   Transformado em um programa especial as quintas-feiras, o Profissão Repórter ganhou mais espaço e tornou - se um programa fixo na grade da Rede Globo com Caco e sua equipe, nas ruas mostrando várias matérias repletas de histórias com  pessoas anônimas abrindo suas vidas diante as câmeras.
   A partir deste ponto o livro relembra alguns programas e brasileiros que dividiram suas vitórias, conquistas e acima de tudo, com muita coragem, expuseram seus dramas, aflições e perdas.
  Cada capítulo do livro é escrito pelo repórter responsável pela edição que narrou a história dos voluntários brasileiros que se arriscam em cenários de catástrofes,  famílias que foram castigadas por tragédias e equipes médicas que se mobilizam para viabilizar um transplante de coração.
  Narraram à realidade dos jovens no mundo das drogas, dos pais de três jovens dependentes de crack, das  mães enlutadas em busca de mensagens psicografadas dos filhos mortos, os noivos apaixonados no dia do casamento e até os profissionais do sexo mostrando  a gravação de um filme pornô.
   O programa acompanhou a despedida de Nelson Mandela direto da África do Sul, fizeram coberturas em Rio de Janeiro e São Paulo nas manifestações que levaram milhões de brasileiros às ruas e a intensa chacina de Osasco e Barueri na Grande São Paulo.
   Apresentaram os sem – teto na luta por moradia em São Paulo, a tragédia quando as chuvas fortes castigaram o vale do Itajaí em Santa Catarina, os pescadores de atum nos mares do litoral do Sul, os pilotos de monomotor dos garimpos na selva amazônica e os cortadores de cana do interior do Nordeste.
   A diagramação está impecável e o enredo desenvolve perfeitamente. Não é uma leitura cansativa e tenho que confessar é um livro riquíssimo para todos os espectadores que acompanham semanalmente o programa.
   Recomendo este livro para todos os leitores que gostam de leituras informativas, fatos reais da sociedade brasileira.


 Livro fornecido gentilmente pela Editora Planeta e Cortesia do blog Doces Letras.


“...Ao retratar aquela realidade na televisão, tantos outros pais e mães pelo Brasil que passavam pela mesma situação poderiam se enxergar nas cenas e buscar um caminho para lidar com os filhos afundados no mesmo problema.”
 ( Raphael Prado – pág. 286 )


     . Sobre o autor:

     Caco Barcellos tem 38 anos de experiência em coberturas de assuntos relacionados com a injustiça social e a violência. Seus livros Rota 66 e Abusado receberam o Prêmio Jabuti de Literatura.
      É repórter de televisão desde 1984, com passagens pelo Jornal Nacional, Fantástico e Globo Repórter. Em 2006, criou o Profissão Repórter, programa que dirige até hoje na TV Globo.
      Em dez anos e existência, as equipes do programa participaram de coberturas que vão da Primavera Árabe ao terremoto no Haiti, de enchentes  históricas à violência urbana no Brasil. O Profissão Repórter foi indicado ao Emmy International Awards 2012.

     

    Esse livro também contém uma resenha no Blog Doces Letras, onde participo como Colaboradora do blog.




    - Já leu Profissão Repórter – 10 Anos?
    - Então me conta o que achou. Vou adorar ler seu comentário.



14 de junho de 2016

[ Resenha ] Bela Redenção | Jamie McGuire



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu vou deixar minha resenha do segundo livro da série Irmãos Maddox, Bela Redenção da autora Jamie McGuire publicado  pela Verus Editora.
     Venha conhecer minha opinião.


“Eu teria que aprender a odiar Thomas Maddox, e eu tinha a sensação de que ele não ia tornar isso difícil para mim.” 
( Liis Lindy - pág. 51 )


 . Dados Sobre o Livro:

- Autora: Jamie McGuire
- Editora: Verus
- Série: Irmãos Maddox
- 1ª Edição
- Ano: 2015
- 308 páginas
- Tradução de: Cláudia Mello Belhassof

- Onde Comprar: SaraivaFnac |  Folha | Travessa

. Sinopse:

    Liis Lindy é uma agente do FBI decidida a se casar apenas com o trabalho. Ela adora sua mesa, está em um relacionamento sério com seu laptop e sonha em ser cumprimentada pelo diretor depois de solucionar um caso difícil.
  O agente especial Thomas Maddox é arrogante e implacável, um dos melhores que o FBI tem a oferecer — e chefe de Liis. Quando Liis e Thomas são encarregados de uma missão em que precisam fingir ser um casal, a atração entre eles chega ao limite — e os leva a questionar quanto realmente estavam fingindo.
  Bela redenção é o segundo volume da série que narra a excitante, romântica e por vezes volátil jornada dos Maddox rumo ao amor. Chegou a hora de conhecer o mundo misterioso do esquivo Thomas e descobrir como a paixão pode ser intensa quando você não é a primeira, e sim a última. Além, é claro, de rever os outros irmãos da família Maddox.

“Somos iguais, Liis. Foi por isso que não deu certo com outras pessoas.
 Não vou deixar você fugir e você não vai aguentar as minhas merdas.
 Podemos pensar se é eficiente ou não ficarmos juntos até nos aposentarmos ou podemos simplesmente aceitar agora.” 
( Thomas Maddox – pág. 135 )

Conheça as Resenhas dos Livros Anteriores:


Mais Uma História da Família Maddox Que Adorei!

     Todos que acompanham a série sabem perfeitamente que os irmãos Maddox têm conflitos pessoais e sentimentais e isso, sempre despertou minha curiosidade.  Desde que li Belo Desastre pela primeira vez, a série tornou-se uma das minhas favoritas. Gosto muito de acompanhar qualquer novidade que apareça sobre os Maddox e tenho um  carinho especial pelos livros da série.
    A História começa com Liis Lindy, uma agente do FBI que foi transferida de Chicago para San Diego, no bar Cutter Pub bebendo um coquetel clássico chamado Manhattan.
    Enquanto Liis observava o celular que havia várias mensagens do seu ex-namorado Jackson, um homem entrou no bar e sentou perto de Liis. Após algumas conversas e várias flertadas com o desconhecido, Liis resolve levar o homem para o seu apartamento e passa à noite com  ele sem nenhum compromisso.
    No dia seguinte, Liis já trabalhando no escritório do FBI conheceu a agente Val, que rapidamente se tornaram amigas e Val passa todas as  informações para Liis sobre todos que trabalham no departamento do FBI, principalmente do chefe arrogante e mal humorado  que Liis irá conhecer. Mas para surpresa de Liis, no segundo dia de trabalho durante uma reunião, ela descobre que o homem desconhecido que ela passou a noite é nada mais, nada menos que  Thomas Maddox, seu chefe.
    Thomas também fica surpreso com a presença de Liis no departamento do FBI, mas  ligeiramente retoma sua postura de chefe durão e arrogante com seus funcionários. Principalmente com a Liis, alegando que ela executou uma tarefa mal feita, apresentando um relatório com vários defeitos. Porém Liis não aceita as críticas injustas e  para o espanto de todos,  ela  enfrenta o Thomas.
     Por causa da coragem de enfrentá-lo, Thomas resolve incluí-la em uma investigação que tem envolvimento com a máfia e os dois  ficam encarregados de uma missão em que precisam envolver Travis Maddox.
    O que a autora Jamie deixou bem claro para todos os leitores, é a  história de todos os irmãos Maddox está acontecendo ao mesmo tempo. Apesar da trama contar a história de Thomas, o foco ainda é as  consequências da última luta que Travis fez no final de Belo Desastre. Por isso, tem a presença do casal Travis e Abby nas histórias dos Irmãos Maddox.
    Para os leitores que já leram os primeiros livros, especialmente Desastre Iminente, sabe que Travis irá trabalhar para o FBI, contudo, é neste livro que a história é explicada detalhadamente. Então eu aconselho o leitor que ainda não leu nenhum livro da série, começar pelo Belo Desastre para ter todas as informações e não ficar perdido no enredo.
    Eu estava bem entusiasmada pela leitura do livro Bela Redenção, por causa dos últimos acontecimentos no livro anterior. E posso dizer que estou enxergando Thomas de outra maneira e por mais que eu goste do Trenton Maddox, eu fiquei comovida com o sofrimento de Thomas Maddox  e para ser sincera, o julgue mau no livro anterior. Não imaginava que estava  tão ferido e cheio de remorso ao ponto dedicar-se apenas na carreira e deixar a família de lado.
    A Liis é uma personagem decidida e um pouco parecida com Thomas, mas perdeu  a segurança que tinha durante o relacionamento com Thomas. Isso deixou a história bem interessante, especialmente quando tinha que lidar com os ciúmes de Thomas e permitir que ele cuidasse das inseguranças dela.
    Outra personagem que adorei, foi  Val Taber. Ela é uma figura! É o tipo de amiga que toda pessoa deveria ter. Um verdadeiro detector de mentiras durante a trama e conseguiu arrancar boas risadas durante a leitura.
    Enfim... Achei a leitura deliciosa e recomendo à todos leitores que gostam de romance,  principalmente para leitores que são fãs da série.


 

“Ele tem um lado humano, e eu gosto de ser a única que ele permite que veja isso.
 É meio que o nosso segredo... Algo que ele guarda só pra mim.”
 ( Liis Lindy  – pág. 148 )


   . Sobre a Autora: 

     Jamie McGuire nasceu em Tulsa, Oklahoma. Ela foi criada por sua mãe Brenda em Blackwell, Oklahoma, onde ela se formou no colegial em 1997. Jamie assistiu à Northern Oklahoma College, da University of Central Oklahoma, e Autry Centro de Tecnologia, onde se graduou com uma licenciatura em Radiologia.  Jamie vive agora em Enid, Oklahoma, com seus três filhos e marido Jeff, que é um cowboy de verdade. Eles compartilham seus 10 hectares, com quatro cavalos, quatro cães e Galo o gato. Livros publicados por Jamie incluem a Providência trilogia, e The New York Times best-seller Beautiful Disaster , um romance contemporâneo. Quando ela não está escrevendo, Jamie passa seus dias deixando seus quatro cães dentro e para fora.

   
     - Já leu Bela Redenção?
     - Então conte o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.


13 de junho de 2016

[ Divulgação ] Prêmio Sesc de Literatura Anuncia os Ganhadores da Edição 2016



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    O Prêmio Sesc de Literatura anuncia os ganhadores da edição 2016. O 13º ano da premiação contou com 1503 livros inscritos, sendo 709 na categoria Conto e 794 na categoria Romance.
     Venha conferir:


      O Prêmio Sesc de Literatura já possui dois novos ganhadores. O pernambucano José Mario Rodrigues foi o vencedor da edição 2016, na categoria Conto, com “Receita para se fazer um monstro”, e o baiano Franklin Roosevelt foi escolhido com o Romance “Céus e Terra”.  
      Lançado em 2003, o Prêmio Sesc de Literatura tem o objetivo de identificar novos escritores, cujas obras possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. 


        “Além de abrir caminhos para que o meu trabalho seja divulgado em todo o país, essa conquista é um importante reconhecimento à minha produção literária”, destaca José Mário Rodrigues, 38 anos, de Garanhuns/PE. Pós-graduado em língua portuguesa, o autor é professor de português, literatura e redação. 
        Sua obra, “Receita para se fazer um monstro”, é uma coletânea de contos curtos que tem como inspiração inicialcenas da infância – em um recorte temporal bem específico dos anos 80. A narração das brincadeiras, das descobertas, das personalidades e dos amores compõe um pano de fundo sentimental para quem vivera no início da década.
       A  linguagem, segundo o autor,  é trabalhada no limite da dureza e da ironia. 


         Já o jornalista baiano Franklin Roosevelt, 47 anos, vencedor na categoria Romance com “Céus e Terra”, é pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho e assessor de imprensa do Tribunal do Regional do Trabalho. 
        O livro conta a história do menino Galego, que aos doze anos é convocado para salvar um cigano crucificado e acaba morrendo. Transcendendo a morte, Galego acompanhará uma família de pessoas bastante simples do sertão baiano, observando seus momentos de alegria e de dor, bem como o comportamento geral da cidade no que tange à religião e à morte. 
       Segundo o autor, o romance tem a pretensão de chamar atenção das viúvas e mulheres em geral,  além de crianças, que são as personagens mais vulneráveis do sertão e, por isso mesmo, as que mais usam da criatividade, e constroem entre si uma rede de solidariedade. 
      “Embora escrito por um homem, o livro é repleto de memórias de mulheres  que lembram - às vezes com alegria, às vezes com mágoa - de seus maridos e filhos desaparecidos”, reforça o autor. 



        Os ganhadores do Prêmio estão confirmados na programação do Centro Cultural Sesc Paraty, durante a Flip 2016, que acontece de 29 de junho a 3 de julho de 2016, e também serão premiados  em cerimônia na Academia Brasileira de Letras, no segundo semestre, por ocasião do lançamento dos livros. 
       Os trabalhos vencedores serão publicados e distribuídos pela editora Record em todo o país, com uma tiragem de 2.000 exemplares.   
      Desde a sua criação, o Prêmio Sesc de literatura já revelou 23 novos autores, entre eles, a carioca Marta Barcellos e a paulista Sheyla Smanioto Macedo, vencedoras da edição 2015 nas categorias Conto e Romance, com os livros “Antes que seque” e “Desesterro”, respectivamente. Escritores revelados em anos anteriores já conquistaram importantes premiações literárias, como Marcos Peres, com “O Evangelho Segundo Hitler”, vencedor do Prêmio SP de Literatura 2014 na categoria estreantes; Alexandre Rodrigues, com a obra “Parafilias”, finalista do Prêmio Jabuti 2015; e Debora Ferraz, autora do livro “Enquanto Deus não está olhando”, vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura 2015.

     Mais informações sobre o Prêmio Sesc de Literatura em www.sesc.com.br/premiosesc . 

    . Gostaram da notícia?
    . Então conte o que achou. Vou adorar ler seu comentário.


11 de junho de 2016

[ Lançamento ] A Besta – J. R. Ward



     Olá Pessoal! 
     Tudo bem?
     O Novo livro da série Irmandade da Adaga Negra, já está em pré - venda. A Besta está sendo publicado pela Editora Universo dos Livros e tem previsão de lançamento dia 26 de Agosto.
     Venha conferir:


10 de junho de 2016

[ Tag ] Híbrida



     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Fui indicada para responder uma Tag, que chama Híbrida.
     Essa Tag consiste em indicar um livro de acordo com a personalidade dos personagens de Híbrida, série escrita pela Mari Scotti
     Quem me  indicou foi a Sammysam Rosa do Blog Da Imaginação à Escrita.  



7 de junho de 2016

[ Lançamento ] Está em Pré - Venda O Bairro da Cripta - As Exéquias do Autor M. R. Terci



     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
      Espero que esteja tudo bem. 
      Hoje eu  apresento para vocês o novo lançamento da série O Bairro da Cripta.
      Venha conferir:


      A Obra do autor M. R. Terci, O Bairro da Cripta – tomo III - As Exéquias já está em pré – venda no site  da Amazon para ser livro em formato digital e o lançamento do livro impresso também  está com data prevista para dia 19 de Junho.




     Terceiro livro da série que está conquistando os leitores mais exigentes em todo o Brasil.

Fantasmas, vampiros e lobisomens circunvagam, famintos, os anais fantasiosos e imponderáveis de um bairro da cidade de Tebraria, cujas casas se confundem, sobremaneira, com os túmulos e mausoléus do arcaico cemitério da localidade. Neste lugar assombrado, entre seus habitantes não se distinguem os vivos dos mortos, ao ponto de se considerar o coveiro, o prefeito honorário daquele imenso e mal afamado lugar.
Garanta o seu: Amazon

    . Sobre o autor:
     M. R. Terci é escritor, roteirista e poeta. Antes de se dedicar exclusivamente a escrita, foi advogado com especialização em Direito do Trabalho e Direito Internacional. Começou a carreira de escritor em 2004, escreveu centenas de contos e recebeu vários prêmios por suas participações em antologias e concursos de poesia.
    Sua escrita tem como característica a pesquisa histórica, primando sempre pela composição poética de cada parágrafo penejado. Com base em fatos históricos, o escritor substitui os castelos medievais pelos casarões coloniais, as aldeias de camponeses pelas cidadezinhas do interior, os condes pelos coronéis e as superstições por elementos de nosso folclore e crendices populares, verdadeira transposição do gótico para a realidade brasileira.
    Seus livros não são apenas para os fãs do gênero horror. Seu penejar é para quem aprecia uma narrativa envolvente, centrada na experiência subjetiva dos personagens mediante as possibilidades que o contexto sobrenatural de suas estórias permite.
    É o criador da série O Bairro da Cripta, composta por contos de terror que colocam os clássicos do terror universal sob o lume dos lampiões de querosene dos sertões paulistanos do século XIX. 
   Os três volumes iniciais da pentalogia, Elegias, Epitáfios e Exéquias, foram publicados pela Editora LP-Books, respectivamente em outubro de 2014, maio de 2015 e junho de 2016. Seguirão, ainda, os Epicédios e as Endechas do Bairro da Cripta.


. Gostaram do lançamento?
. Então conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.


6 de junho de 2016

[ Estreia ] Invocação do Mal 2 ( The Conjuring 2 )



   Olá Pessoal!
   Tudo bem?
   Dia 09 de Junho, chega aos cinemas Invocação do Mal 2, a continuação de Invocação do Mal, filme que estreou em 2013 dirigido pelo  James Wan .


    

3 de junho de 2016

[ Resenha ] Amor de Cordel | Andrea Marques



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu vou deixar a resenha do livro Amor de Cordel da autora Andrea Marques e publicado pela Editora Pandorga.
    Venha e conheça minha opinião.


“ Não se esquece alguém com quem se passou tantos anos da noite para o dia, mas o que quero dizer é que se ficar correndo atrás dele vou sofrer mais ainda e eu não quero isso. 
Eu quero seguir em frente, tentar ser feliz mesmo sem estar com ele.” 
( Carol – pág. 16 )



. Dados Sobre o Livro:
- Autora: Andrea Marques
- Editora: Pandorga
- 1ª Edição
- Ano: 2016
- 400 páginas

- Onde Comprar: Amazon | Saraiva

. Sinopse:
Aos 38 anos de idade, Carolina Borges achava que tinha a vida perfeita. Casada com Miguel, era feliz mesmo sem ter realizado o sonho da maternidade. No entanto, a convivência com o marido e seu bom desempenho profissional a deixavam satisfeita e segura. O destino lhe prega uma peça e, sem esperar, ela vê sua vida se modificar significativamente. Seu casamento chega ao fim, e sua carreira como terapeuta ocupacional, que sempre lhe proporcionou alegrias, passa a torturá-la. Isso acontece quando o jovem arquiteto Alexandre Bastos entra em seu consultório pela primeira vez, despertando em Carol sentimentos conflituosos que a farão repensar seus valores e a obrigarão a sair de sua zona de conforto para se arriscar em terrenos desconhecidos que poderão colocar em risco sua própria vida. Permeado por traições e intrigas, Amor de cordel é um romance contemporâneo que traz à tona assuntos do universo feminino, além de despertar a paixão até nas mulheres mais modernas e independentes.

“Mordi os lábios quando terminei a frase, e sem querer admitir para mim mesma, pedi secretamente aos céus que Alexandre realmente fosse apenas mais um paciente para mim.”
 ( Carol – pág. 48 )


Um Chick-lit Envolvente

      No  momento que comecei a ler Amor de Cordel, eu já imaginava encontrar uma história agradável, pois além de ter uma capa bastante bonita, também contém uma sinopse que desperta interesse para todos que gostam do gênero e estava bem curiosa para conferir a história.
     O que eu realmente não imaginava era encontrar um chick-lit envolvente, delicioso de apreciar e principalmente, consegue prender inteiramente.
     A história começa com Carolina Borges, uma terapeuta ocupacional em seu novo apartamento em São Paulo, durante o feriado de carnaval, relembrando o momento que passou por uma separação inesperada com Miguel. 
    Carol achava que tinha uma vida perfeita e segura ao lado de Miguel, mas após receber a noticia do fim do seu casamento de quatorze anos, ela modificou sua vida para recomeçar. Mesmo  sendo independente financeiramente, Carol ficou um pouco abalada, mas encontrou conforto com seus pais e sua irmã.
    Certo dia durante seu trabalho na clínica particular, Carol recebeu o arquiteto Alexandre Bastos em seu consultório para uma consulta, pois ele havia fraturado o punho no trabalho e precisava tratar da luxação.
     Depois de meses, Carol  começa perceber que ainda pode se apaixonar, já que o comunicativo Alexandre demonstra também ter uma forte atração por ela, entretanto o relacionamento do casal começa enfrentar alguns conflitos, pois Carol ainda têm desconfianças nos homens por causa do seu ex- marido Miguel, vários preconceitos com o pai de Alexandre por ser mais velha que Alexandre e mais alguns empecilhos que deixa a trama bem eletrizante.
     A história está repleta de reviravoltas, isso deixa o enredo surpreendente. Cada personagem foi bem criado e consegue envolver  rapidamente. A escrita bem detalhada da autora Andrea Marques faz leitura fluir agradavelmente e mostrou as dificuldades que os casais enfrentam e sofrem em um relacionamento com diferença de idade. 
    O romance é totalmente inesperado, com vários temas atuais. Além da diferença de idade,  a história aborda a diferença  entre classes sociais, preconceito com relacionamentos homossexuais e outros assuntos importantes que merecem respeito.
    Desde o início, a Carol, teve atitudes de uma personagem forte e determinada. Ela não ficou choramingando pelos problemas que passou. Ela demonstrou seus sentimentos com clareza, contudo não ficou implorando por carinho de ninguém. Esse foi um dos motivos que gostei do livro.
    Quero também elogiar a edição pela ótima diagramação, que além de ter uma capa encantadora, a ortografia está impecável e foi  uma fofura encontrar  corações no início de cada capítulo.
    Enfim, é um livro que recomendo para todos os leitores que adoram ler um romance bem escrito. Deu muita vontade de abraçar o livro quando a leitura foi concluída. 
    Muito bom mesmo! Vale a pena ler para quem gosta de Chick- lit.



 Livro fornecido gentilmente pela Editora Pandorga e Cortesia do blog Doces Letras.


 “ Não importa o que eu sinto, o que importa é que eu sou sua terapeuta, sou mais velha que você doze anos e nós somos de mundos completamente diferentes.” 
( Carol – pág. 90 )


    . Sobre a Autora:

   Andrea Marques, 40 anos, é casada e tem uma filha de 2 anos. É formada em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de São Carlos e, durante 15 anos, atendeu pessoas com sequelas neurológicas e ortopédicas em clínicas de reabilitação e hospitais. Foi com base nas histórias de seus antigos pacientes e na própria história que teve inspiração para criar as personagens de Amor de Cordel.



   . Esse livro também contém uma resenha no Blog Doces Letras, onde participo como Colaboradora do blog.




       - Já leu Amor de Cordel?
       - Então me conta o que achou. Vou adorar ler seu comentário.