04 julho 2016

[ Resenha ] Alameda dos Pesadelos | Karen Álvares



   Olá Pessoal!
   Tudo bem?
   Hoje eu vou deixar minha resenha do livro Alameda dos Pesadelos da autora Karen Álvares da Editora Cata – Vento.
   Venha conferir minha opinião.



 “ A Vida é um jogo de tabuleiro; daqueles que você joga o dado e anda uma, duas, cinco casas.
 Se você não aprender o que tem que ser aprendido na vida, vai ser obrigado a voltar ao início e tentar de novo até conseguir.”



. Dados Sobre o Livro:

- Autor: Karen Álvares
- Editora: Cata-vento
- 1ª Edição
- Páginas: 157
- Ano: 2014


. Sinopse:

Vívian era apenas uma mulher solitária, com uma vida normal, presa em sua rotina sem graça, até a noite em que presencia um acidente. A partir daí seu pesadelo começa; ela passa a ter visões de um homem que conheceu no passado e desejava nunca mais encontrar. E o pior: ele quer vingança.
Até que ponto um pesadelo é fruto da imaginação? Vívian descobre que o limite entre a alucinação e a realidade é tão pequeno que a loucura está a apenas um passo de distância e o pesadelo pode estar escondido na nossa mente, como um monstro à espreita, esperando sua chance de despertar. E para escapar do seu horror particular, Vívian precisará entender quais foram seus erros. E finalmente aceitar a própria culpa.


 “Morrer é acordar para uma nova vida, e nessa vida aprender que ainda existe muito a ser aprendido, muito a ser descoberto, e que ainda temos um longo caminho a percorrer.”


Uma História Instigante

     Mais uma vez, eu leio uma história instigante em formato digital e termino a leitura desejando ter o livro impresso. Eu simplesmente adorei Alameda dos Pesadelos e não imaginava que ficaria tão envolvida com a trama.
     A história se passa em São Paulo, em um dia chuvoso com Vívian saindo do trabalho para pegar o ônibus para voltar para casa onde mora com seu pai Caetano e seu filho Lucas de oito anos.
     No meio do caminho, Vívian presenciou da janela do ônibus, um acidente envolvendo dois carros e uma moto, levando o motoqueiro a óbito.
      No  dia seguinte, durante um passeio no shopping com seu filho Lucas, quando eles estavam terminando o lanche, Vívian reconhece um homem com uma jaqueta de couro observando ela e o Lucas de forma obsessiva.
      Neste momento Vívian fica apavorada com a presença de Gabriel, pois  fazia muito tempo que ela não tinha contato com pai de Lucas e para proteger o filho, Vívian sai correndo do shopping para o ex- namorado não aproximar do filho.
     Contudo Vívian começa a ser perseguida pelo Gabriel por vários lugares e por mais que ela fosse tentando fugir do pai do seu filho, Gabriel  continuava atormentando sua vida de forma assustadora, deixando bem claro que estava atrás de vingança por ter sido deixado para trás no passado.
     Com uma narrativa envolvente Alameda dos Pesadelos é um livro que consegue transmitir uma grande mensagem. A autora Karen soube trabalhar muito bem a trama misturando um romance espírita com suspense de forma  simples e cativante. É uma leitura que flui rapidamente conseguindo prender com o mistério que possui a cada capítulo.
     O que surpreendeu bastante na história, foi à evolução da Vívian. Conforme o enredo avançava, ela  mostrou ser uma personagem impactante, passou por problemas difíceis no passado, não era perfeita e isso, a fez ficar profundamente deprimida. Mas ao mesmo tempo ela correu atrás, amadureceu, evoluiu bastante na história e eu passei a torcer por ela.
    Já o Gabriel eu senti uma necessidade de saber mais um pouco sobre ele. Durante a leitura eu tive momentos de muita raiva do Gabriel, mas terminei o livro sentindo pena dele e uma curiosidade de conhecer seus pensamentos.
    O final da história é emocionante e mexeu bastante com os meus sentimentos. Fez refletir bastante  sobre vingança, mágoas e perdão.
    Realmente foi uma leitura surpreendente e reflexiva. Que trabalhou a questão das vidas passadas de forma inteligente e agradável. Recomendo!

 Livro fornecido gentilmente pela autora.

  

“Pensar naquilo doía. 
Era aquela dor de quem não pode voltar atrás, de quem gostaria muito de ter uma máquina do tempo, mas sabe que isso não existe. 
A vida não era assim tão fácil. 
Não se podia apagar o passado com uma borracha. 
A vida é escrita com tinta de caneta permanente e tudo que se pode fazer é aproveitar as páginas em branco para criar uma nova história dali em diante.”



   . Sobre a Autora:
 

      Karen Alvares conta histórias para o papel há tanto tempo que nem lembra quando começou. Autora dos romances Inverso (2015) e Alameda dos Pesadelos (2014), é também organizadora de Piratas (2015). Foi publicada em revistas e antologias de contos, como Dragões (2012) e Meu Amor é um Sobrevivente (2013) e premiada em concursos literários nacionais. Apaixonada por mundos fantásticos, histórias de terror, chocolate e gatinhos, vive em Santos/SP com o marido e cria histórias enquanto pedala sua bicicleta pela cidade.  Para saber mais sobre Alameda dos Pesadelos, visite o site oficial do livro Alameda dos Pesadelos ou o blog oficial da autora, Papel e Palavras e conheça outras obras que ela escreveu. 

  - Já leu Alameda dos Pesadelos?
  - Então me conta o que achou. Vou adorar ler seu comentário.

 renata massa