29 julho 2016

[ Resenha ] As Letras dos Beatles – A História por Trás das Canções | Hunter Davies



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Hoje eu trago para vocês, minha resenha do livro As Letras dos Beatles - A História por Trás das Canções, escrito pelo Hunter Davies e publicado pela Editora Planeta do Brasil.
    Venha conhecer minha opinião.


 “ Uma das Coisas marcantes sobre o fenômeno Beatles é que, quando mais nos afastamos deles no tempo, maiores eles se tornam.” 
( Hunter Davies – pág. 01 )



. Dados Sobre o Livro:

- Título Original: The Beatles Lyries
- Autor: Hunter Davies
- Editora: Planeta do Brasil
- 1ª Edição
- Ano: 2016
- 376 Páginas
- Tradução de: Maria da Anunciação Rodrigues

- Onde comprar: SubmarinoFolha | Travessa

 . Sinopse:

Pela primeira vez, as versões originais das letras de músicas essenciais dos Beatles são agrupadas em livro após exaustiva pesquisa. Além disso, As letras dos Beatles traz várias delas que nunca haviam sido publicadas. Esses documentos hoje pertencem a colecionadores e a amigos dos Beatles, muitos deles sob a custódia de museus e universidades mundo afora.
Hunter Davies conviveu com os Beatles no apogeu da banda e escreveu sua primeira e única biografia autorizada. Desde então, pesquisou e encontrou mais de cem letras de suas músicas, escritas à mão, que são reproduzidas aqui.
Os Beatles compunham a qualquer hora, em qualquer lugar: as músicas podiam começar no verso de um envelope, num guardanapo ou num papel de carta de hotel. Esses escritos, entre eles vários rascunhos e versões revisadas, propiciam uma visão única e íntima do marcante processo criativo dos maiores compositores de música popular de todos os tempos: o que eles pensavam, como mudavam de ideia e de que maneira realizavam letras de músicas hoje conhecidas em todo o mundo.
Cada música é considerada aqui em seu contexto: o que os Beatles estavam fazendo naquele momento, como compuseram e gravaram a faixa, como a primeira versão difere da finalmente gravada. Quase todas as canções dos Beatles têm uma grande história por trás delas, de “Yesterday” e “Eleanor Rigby” a “Yellow Submarine”. Embarque nesta viagem aos bastidores destas obras-primas do pop.



“ O manuscrito, que John me deu ( hoje parte da coleção da Biblioteca Britânica), é um dos primeiros rascunhos, sem o verso When I was a boy.” 
 ( Hunter Davies – pág. 164 )

Rabiscos que Valem Ouro

      Quando eu recebi o livro As Letras  dos Beatles, meu maior interesse era conhecer mais  sobre os garotos de Liverpool que se tornaram o maior fenômeno mundial. Entretanto, encontrei um livro espetacular, principalmente para quem são fãs dos Beatles.
      O autor e jornalista Hunter Davies, procurou mostrar na sua obra literária, a simplicidade que os Beatles tinham em  compor as músicas em qualquer lugar.   
      É difícil imaginar, mas é pura verdade que a maioria das músicas foram escritas de formas simples, muitas vezes em pequenos trechos como um rabisco na parte de trás de um envelope, num guardanapo, folhas de caderno ou brancas e manchadas de borrões.
     Na época, Hunter passou 18 meses entre 1967 e 1968, acompanhado John Lennon, Paul McCartney, Ringo Starr e George Harrison, recolhendo informações através de entrevistas, turnês, fotos e até papéis que a banda jogava fora.
     O material exclusivo também contém cartazes, bastidores dos shows, gravações em estúdios e viagens.
    Além de encontrar mais de cem músicas, o próprio Hunter Davies acrescentou uma letra de música inédita, escrita por George Harrison. Também achará imagens das canções originais escritas com as caligrafias dos próprios cantores e histórias por trás de algumas das músicas.  
    Uma dessas histórias foi descobrir que a música Hey Jude foi escrita por Paul para suavizar a aflição de Julian, filho de John Lennon que na época tinha cinco anos. Paul foi visitá-lo, depois que John havia divorciado de Cynthia para ficar com a Yoko. Essa e outras curiosidades são expostas neste livro que mostrou durante a leitura uma verdadeira viagem no tempo com um prato cheio de curiosidades sobre a origem das canções que consagraram os Beatles.
  A edição contém folhas brancas e bem  resistentes e diagramação  impecável. A escrita do autor Hunter  Davies é bem dinâmica e desenvolve  com facilidade.
   Enfim... É um livro sensacional! Eu recomendo para todos os fãs dos Beatles e que apreciam biografias de boa qualidade. Vale a pena ter na estante.


 

 Livro fornecido gentilmente pela Editora Planeta do Brasil e Blog Doces Letras.




“ Eles tinham muito tempo livre para tocar, refletir e estar uns com outros.
 O resultado foi que voltaram aos métodos anteriores de composição – em vez de ficar entocados em suas mansões ou enfiados num estúdio com prazos e a última parafernália eletrônica, podiam se sentar em roda com violões, fazendo músicas.” 
( pág. 262 )

    
   . Sobre o autor:


     Hunter Davies é autor de mais de quarenta livros, entre romances, histórias para crianças e obras sobre viagens, história social e esporte. Escreveu diversas biografias – incluindo a única biografia autorizada dos Beatles. Editou ainda As cartas de John Lennon (livro publicado no Brasil pela Editora Planeta). Como jornalista, trabalhou no Sunday Times por muitos anos, e também na revista Punche no jornal The Guardian.


    Essa resenha também está no blog Doces letras, onde participo como colaboradora do blog.




    - Já leu As Letras dos Beatles?
    - Então conte o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.


 renata massa