10 agosto 2016

[ Book Tour ] Desejo de Justiça | V. Totta



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu vou deixar minha resenha do livro Desejo de Justiça da autora V.Totta que está sendo publicado pela SPZ Editora, mas li a edição publicada pela Editora Tribo das Letras.
    Venha conhecer minha opinião.



“ Exausta de tanto pensar, Monique jogou seu corpo cansado na cama suja e adormeceu.
 Mas apesar de toda sua fadiga, o sono dela não foi tranquilo. 
Constantemente foi interrompido por terríveis pesadelos, que envolviam sangue, cabelos loiros e um detetive com rosto de modelo, olhos azuis penetrantes e acusadores apontando o dedo para ela. 
Chamando-a de assassina.”  
 (  pág. 13 )


. Dados Sobre o Livro:

- Autora: Val Totta
- Editora: SPZ
- 1ª Edição
- Ano: 2015
- 325 páginas

- Onde comprar: Loja da SPZ Editora

. Sinopse:

Após sua família ser brutalmente destruída, Gabriel Goulart e seu irmão Guilherme prometeram, diante do túmulo do pai que seriam homens de bem e justos. E assim o fizeram. Guilherme se torna um grande advogado respeitado e Gabriel o mais jovem, eficiente, implacável e determinado investigador da cidade de Curitiba.
Quando um crime hediondo assola a cidade, Gabriel assume o caso e rapidamente chega ao assassino. Porém, o que jamais poderia esperar é que o irmão assumisse a defesa da acusada.
Enquanto Guilherme acredita na inocência de sua cliente, Gabriel está disposto a tudo para provar que Monique é uma loba em pele de cordeiro. 
Te convido a embarcar nessa história e, junto com os irmãos, buscar a verdade e a justiça. Independente dos sentimentos envolvidos.



“ Não vai achando que porque meu irmão vai ter defender, você estará livre. 
Nem o melhor advogado do mundo, nem que os céus mandassem seu próprio advogado, você seria inocentada deste crime.” 
 ( Gabriel Goulart – pág. 24 )


Amei!

     Conhecer o livro Desejo de Justiça através do Book tour, foi maravilhoso. Mais uma vez, ficarei lamentado pelo fato do livro não sei meu, pois amei a história.
     Tudo começa com Fabiana chorando e sentindo-se muito triste por ter discutido terrivelmente com sua melhor amiga Monique. Querendo resolver toda a situação com ela, Fabiana pega o celular para ligar para Monique, porém a campainha do apartamento delas começa a tocar com insistência e quando Fabiana abre a porta imaginando que poderia ser sua vizinha Rita que tinha ido despedir-se por estar indo embora para Alemanha, Fabiana é brutalmente esfaqueada e  morta de forma bem cruel.
     Após algumas semanas de investigação, o experiente investigador Gabriel Goulart resolve prender Monique Pilar pelo assassinado de Fabiana, pois todas as evidências indicavam que Monique tinha cometido o crime e não apresentava um álibi que comprovasse sua inocência.
     No dia seguinte, o advogado Guilherme Goulart, irmão de Gabriel, chega à delegacia alegando ser o advogado de Monique e que precisava ver sua cliente. Guilherme e Monique tiveram um breve romance, mas Guilherme ainda amava Monique e estava disposto a tudo para provar a inocência dela.
      Essa situação deixou Gabriel bastante irritado, pois estava com as provas que culpava Monique e achava que Guilherme estava defendendo ela por pura  vaidade  de ser o melhor advogado de Curitiba e pela rivalidade que eles adquiriram no passado.
      Rapidamente Guilherme consegue um habeas corpus para libertar Monique e a convida para ficar no apartamento dele, pois o apartamento delas  ainda permanecia lacrado por causa do crime.
      Entretanto outros crimes começaram a surgir e todas as vítimas eram esfaqueadas  da mesma forma que Fabiana foi morta. Isso foi um prato cheio para Gabriel que ainda afirmava que Monique era uma assassina fria e calculista.
      Mas um fato importante surgiu na história, obrigando Guilherme ficar ausente por um tempo e  não tendo alternativa, Guilherme vai até Gabriel e pede uma proteção para Monique. Mesmo contrariado com o pedido do irmão, Gabriel acaba aceitando.
      A história que a autora Val Totta criou, estreou com sucesso entre minhas leituras. Vários trechos conseguiram prender minha atenção mostrando um suspense formidável em torno dos assassinatos. Confesso que fiquei tão envolvida com o enredo que achei meio fácil desvendar esse crime, contudo o comportamento de Monique deixava bastante duvidas.
      Durante a leitura é normal notar a rivalidade entre Gabriel e Guilherme. Isso foi evidente, até suspeitava de um triangulo amoroso entre os irmãos e a Monique, mas para minha surpresa isso não aconteceu.   
      Depois que Gabriel e Monique  passaram a conviver “ amigavelmente”,  a  relação de amor e ódio deu espaço enorme  para atração e o casal apresentou um romance quente, com cenas bem sensuais mas sem vulgaridades.
      A diagramação está boa, a capa corresponde à história, as folhas são amarelas e cada página está decorada com pequenas balanças da justiça e algemas. Isso deixou a edição caprichada.
      Enfim, é um romance bem desenvolvido, criativo e que conseguiu superar todas as expectativas que tinha sobre ele. 
     Agradeço a Suelen Fernandes do blog Estante da Suh, pela oportunidade de participar do book tour e conhecer mais uma autora nacional que recomendo para todos os leitores que gostam de um romance de ótimo conteúdo.



 “Monique não é esse monstro que você pensa e eu vou te mostrar isso.”
 ( Guilherme Goulart – pág. 100 )



     . Sobre a Autora:

       V. Totta, mais conhecida como Val, nasceu em fevereiro de 1981, no estado do Rio de Janeiro. Aos doze anos, na sexta série, leu seu primeiro livro para uma prova da escola “O caso da borboleta Atíria” E depois disso leu muitos outros livros. De “Sabrina” a Best Sellers. Tomou como ídolo o autor Sidney Sheldon, autor de muitos livros maravilhosos. Um dos livros preferidos por ela do autor é “Se Houver Amanhã”. Hoje é mãe, esposa e escritora em tempo integral. Sempre pensou em escrever. Sempre teve muitas ideias. Mas demorou muito a pôr esse sonho em prática. Hoje ela tem quatro livros publicados de forma independente, além do livro Desejo de Justiça.  Sabe quando as pessoas dizem que nasceram pra fazer alguma coisa? Val Totta costuma dizer que nasceu pra escrever. Resolveu que ser escritora é o que ama fazer e pretende continuar até o dia que Deus permitir.

     - Já leu Desejo de Justiça?
     - Então conte o que achou dessa história. Vou adorar conhecer sua opinião.


 renata massa