30 de setembro de 2016

[ Lidos do Mês ] Setembro – 2016


       Oi Pessoal!
       Tudo bem?
       Espero que esteja tudo ótimo.
      Último dia do mês de Setembro e com ele estou encerrando a Maratona Literária Setembro Nacional. 
       Isso mesmo, leitores. A maratona está terminando hoje, mas não pensem que a Literatura Nacional irá sumir do Blog, pois ainda tem muita leitura nacional para  mostrar aqui. Infelizmente não consegui mostrar tudo que eu planejei, mas também estou muito feliz porque este ano mostreis várias divulgações de autoras que patrocinaram a maratona, juntamente com os  blogs amigos que também participaram da maratona e consegui ler bastante. 
      No total foram sete livros nacionais, com leituras bacanas e personagens sensacionais.
      Confira os livros que passaram aqui no blog durante o mês de Setembro:



28 de setembro de 2016

[ Resenha ] Setembro Nacional 2016 – Voraz | Bárbara Shênia




      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Espero que esteja tudo bem.
      Hoje eu trago a resenha do livro Voraz, o primeiro da série Cariocas, escrito pela autora Bárbara Shênia,  uma das autoras patrocinadora da Maratona Setembro Nacional 2016 e está publicado no site da Amazon.



“Chega de ficar chorando, chega de me apaixonar... 
A partir de hoje vou voltar a ser livre e feliz como eu era antes dele... Chega disso! 
Agora vou me divertir.”


26 de setembro de 2016

[ Resenha ] Mais Uma Chance – O Amor Vai te Buscar | Gutti Mendonça e Federico Devito



    Olá pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu trago a resenha do livro Mais Uma Chance escrito pelos autores Gutti Mendonça e Federico Devito publicado  pelo Selo Generale da Editora Évora.
    Venha minha opinião.



 “Não quero ter essa vida pra sempre, um dia vou querer uma esposa, uma família. 
Posso perfeitamente ter uma vocês vão ver só.” 
 ( Gigio – pág. 03 )

21 de setembro de 2016

[ Resenha ] Setembro Nacional 2016 - As Amazonas das Montanhas | Marih Macar


     
     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Espero que esteja tudo bem.
     Hoje vou deixar minha resenha do livro As Amazonas das Montanhas escrito pela autora Marih Macar e publicado pela MODO Editora.
     Venha conhecer minha opinião:



 “ O coração de Ludmilla disparou.
 Sem muita noção do que acontecia, encontrou-se presa na imensidão cinza dos olhos de Kíria.” 
 ( pág. 20 ) 

20 de setembro de 2016

[ Estreia ] O Exorcista - A Série



     Olá pessoal!
     Tudo bem?
     Preparados para a estreia da série O Exorcista?
     Então venha conferir todas as informações para vocês não perderem a estreia  no canal FX.


16 de setembro de 2016

[ Resenha ] Setembro Nacional 2016 - A Deusa de Anília e Outras Histórias | Cláudia Miqueloti




    Olá pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu trago para vocês a resenha do livro A Deusa de Anília e Outras Histórias, escrito pela autora Cláudia Miqueloti e publicado pela Litteris Editora.
    Conheça minha opinião.


 “Krinas sabia que enfrentariam perigos quando chegassem à montanha, apenas não contava que seriam tão dolorosos.” 
( A Deusa de Anília – pág. 27 ) 


. Dados Sobre o Livro:

- Autora: Cláudia Miqueloti
- Editora: Litteris
- Ano: 2015
- 1ª Edição
- 184 Páginas

- Onde comprar: Amazon | Saraiva

. Sinopse:

A Deusa de Anília
Um terrível dragão aterroriza a ilha. Krisna Rimeriano precisará de toda sua determinação e coragem para salvar sua amada ilha e conquistar o coração do valente Negro.
A Maldição de Gohran
A cidadela de Manarga vive sob uma maldição imposta pelo temível dragão Gohran. O jovem Menetto e seus companheiros precisam ser bem sucedidos para que Manarga não desapareça.
Mielim e a Harpa Encantada
A harpa dourada foi roubada, debaixo das orelhas pontudas dos Elfos de Lothuen. Bravos guerreiros saíram no encalço do ladrão.
O inferno de Razhenda
O Reino de Razhenda foi devastado por Cormedhor de Austrúcia, um mago ensandecido, que vem se utilizando de seres humanos como cobaias para suas experiências cruéis.
Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo
Uma terrível e monumental criatura, está aterrorizando os viajantes que precisam cruzar a Montanha do Vento Cortante. Kági, Dovan, Armando, Sáfio Liso e a doce barda Jocelyn precisam urgentemente de um trabalho, pois seus bolsos estão vazios.

“Um ruído que mais parecia um zumbido chegou até seus ouvidos. 
Em seu coração, Mielim teve certeza que chegara enfim ao seu destino.” 
 (  Mielim e a Harpa Encantada – pág. 108 )


Gostei Bastante das Histórias

      É muito bom quando um livro chega sem nenhuma expectativa e em poucas páginas consegue surpreender de forma agradável. Foi dessa maneira que senti durante a leitura do livro A Deusa de Anília e Outras Histórias.
     O livro é composto por cinco histórias  que se encaixam perfeitamente no gênero fantasia, pois ao aventurar-se  pelas histórias, encontrará lugares encantados, maldições, bravos guerreiros, dragões, elfos, deusas determinadas e  magos.
      Na primeira história A Deusa de Anília, a deusa Krisna é perfeitamente atenciosa com seu povo. Sua cidade localizada a beira mar, está passando por uma tempestade fortíssima e Krisna irá reunir os melhores guerreiros e fazer de tudo para salvar a cidade  da destruição, pois uma criatura foi enviada pelo seu maior inimigo.
      Logo em seguida, a segunda história A Maldição de Gohran, mostra a cidade Manarga. Há anos, a cidade vivia sob uma maldição imposta pelo temível dragão Gohran. Quando os filhos primogênitos  dos casais que viviam na cidade completasse cinco anos, seriam acometidos de uma loucura insana que trazia a morte rapidamente. Cansados da maldição, o conselho dos Oito, reuniu uma caravana de bravos homens para negociar a dívida no covil  de Gohran e livrar a cidade da maldição.
      Além dessas duas histórias, também encontrará a história Mielim e a Harpa Encantada. A harpa dourada que protegia a floresta de Lothuen e uma aldeia de elfos foi roubada e a missão de resgatá-la fica nas mãos do jovem  aventureiro Mielim que poderá renovar a esperança  contém na floresta.
      A penúltima história O Inferno de Razhenda é a história favorita do livro juntamente com A maldição de Gohran. O reino de Razhenda foi devastado por um mago ensandecido chamado Cormedhor de Austrúcia.    Esse mago capturou a princesa Mellian e jurou vingança, após a princesa mostrar desinteresse e recusar o amor dele. Então o rei Dam Hor escolheu cinco guerreiros para salvar sua filha e destruir o mago Cormedhor. Um desses guerreiros é o jovem Kallinger, que narra toda aventura perigosa que enfrentou para resgatar a princesa. 
     Por fim, na última história Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo, um grupo com  cinco aventureiros chegam ao continente Tremaría em busca de trabalho e descobrem uma expedição  para matar uma criatura que vive na montanha de Gelo a troco de algumas moedas. O que esses aventureiros não imaginavam que iriam enfrentar vários perigos antes de chegar à montanha.
     A escrita de Cláudia é bastante agradável e desperta interesse pela trama, porém são histórias curtas e merecem mais páginas para serem mais exploradas. Entretanto não deixaram de encantar  minha vida literária.
    A capa é muito bonita, correspondendo às histórias encontradas no livro. As folhas são brancas, contudo a diagramação está tão boa  com as fontes e espaçamentos que a leitura desenvolve rapidamente.
   Enfim, se você curte histórias nacionais do gênero fantasia, esse livro é uma ótima dica para apreciar o momento de lazer. Recomendo.



“Confesso que meus companheiros não ficaram muito felizes com minha decisão. 
Creio até que algum deles pensou que minha atitude foi proposital. 
Afinal o anão não era meu amigo.” 
( O Inferno de Razhenda – pág. 125 )     



      . Sobre a Autora: 


       Cláudia Miqueloti, nasceu em 1973, na cidade de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Digitadora em uma instituição de ensino. Aos fins de semana, leciona Japonês para turmas kids. Escreve desde os 10 anos. É admiradora da Obra de J. R. R. Tolkien e apaixonada por Literatura Fantástica. Foi, por um tempo, jogadora assídua de RPG (Role Playing Games) e Magic the Gathering. Aprecia um bom Rock, j-pop e k-pop. Em 2011, publicou o livro de poesias Labirinto do Sol e da Lua pela Edirota Litteris, sob o selo 4 Quártica Premium. O livro foi lançado na XV Bienal do Livro do Rio de Janeiro. No momento está escrevendo um romance sobrenatural.“O real e o fantástico são como dois polos de atração simultânea. A veracidade de um completa o imaginário do outro.”

    - Já leu A Deusa de Anília e Outras Histórias?
    - Então conte o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.

13 de setembro de 2016

[ Resenha ] Setembro Nacional 2016 - Quando a Selva Sussurra | Coletânea Organizada Pelo Mário Bentes



  
   
    Olá pessoal!
    Tudo bem?
    Espero que esteja tudo bem.
    Hoje eu trago para vocês, a resenha do livro Quando a Selva Sussurra, uma coletânea organizada pelo Mário Bentes e publicada pela Editora Lendari.
    Conheça minha opinião.


 “ Os monstros da mata não conseguiriam  competir com os  homens da cidade.”  
 ( conto Mapinguari Urbano – pág. 13 )

8 de setembro de 2016

[ Resenha ] Setembro Nacional 2016 - O Bairro da Cripta – Tomo III - As Exéquias | M. R. Terci




     Olá pessoal!
     Tudo bem?
     Espero que esteja tudo bem.


     Hoje eu trago para vocês a resenha do livro O Bairro da Cripta – Tomo III - As Exéquias escrito pelo autor M. R. Terci e publicado pela Editora LP- Books.
     Venha conhecer minha opinião.

“Um Objeto de formato oval, do tamanho de uma pequena abóbora, está suspenso em um líquido gelatinoso.
 Sob ele existe um pequeno caule que, como uma raiz, prende-lhe ao fundo do jarro. 
Um olhar mais atento para dentro das reminiscências de minhas memórias diz tudo o que  preciso saber sobre aquela coisa.” 
 ( Conto O Templo do Inseto – pág. 17 )

. Dados Sobre o Livro:

- Autor: M.R.Terci
- Editora: LP- Books
- 1ª Edição
- Ano: 2016
-  290 Páginas

- Onde comprar: Amazon | Site do Autor
 
. Sinopse:




  Terceiro livro da série que está conquistando os leitores mais exigentes em todo o Brasil. M. R. Terci é escritor, roteirista e poeta. Antes de se dedicar exclusivamente a escrita, foi advogado com especialização em Direito do Trabalho e Direito Internacional. Começou a carreira de escritor em 2004, escreveu centenas de contos e recebeu vários prêmios por suas participações em antologias e concursos de poesia. Sua escrita tem como característica a pesquisa histórica, primando sempre pela composição poética de cada parágrafo penejado. Com base em fatos históricos, o escritor substitui os castelos medievais pelos casarões coloniais, as aldeias de camponeses pelas cidadezinhas do interior, os condes pelos coronéis e as superstições por elementos de nosso folclore e crendices populares, verdadeira transposição do gótico para a realidade brasileira. Seus livros não são apenas para os fãs do gênero horror. Seu penejar é para quem aprecia uma narrativa envolvente, centrada na experiência subjetiva dos personagens mediante as possibilidades que o contexto sobrenatural de suas estórias permite. É o criador da série O Bairro da Cripta, composta por contos de terror que colocam os clássicos do terror universal sob o lume dos lampiões de querosene dos sertões paulistanos do século XIX. Os três volumes iniciais da pentalogia, Elegias, Epitáfios e Exéquias, foram publicados pela Editora LP-Books, respectivamente em outubro de 2014, maio de 2015 e junho de 2016. Seguirão, ainda, os Epicédios e as Endechas do Bairro da Cripta.  Fantasmas, vampiros e lobisomens circunvagam, famintos, os anais fantasiosos e imponderáveis de um bairro da cidade de Tebraria, cujas casas se confundem, sobremaneira, com os túmulos e mausoléus do arcaico cemitério da localidade. Neste lugar assombrado, entre seus habitantes não se distinguem os vivos dos mortos, ao ponto de se considerar o coveiro, o prefeito honorário daquele imenso e mal afamado lugar.
Chamam-no o Bairro da Cripta.


"Minha alma cansada ansiava por aquele adeus. 
E, para não dormir novamente abraçado às lágrimas, por aquela ocasião, eu arrastei minha sombra para o coração da melancolia." 
(  Réquiem Para o Morto Sem Nome - pág. 133 )


Continua Fantástico

      Sempre é interessante voltar ao universo do Bairro da Cripta. Eu sou fã de carteirinha da série e suspeita para falar, porém quando o livro é fantástico, merece total destaque.
      Não sei por que, mas sempre que pego um dos livros  da série O Bairro da Cripta para ler, eu imagino chegando à cidadezinha com os pés descalços. Acho que é uma necessidade voraz de alcançar os detalhes enriquecedores que cada conto tem para oferecer e  engrandecer  minha vida literária, por isso eu acho muito fácil se envolver pelas histórias que contém na cidade de Tebraria.
     Para quem ainda não conhece os livros O Bairro da Cripta, é uma série composta de cinco livros originalmente destinados para leitores que apreciam contos assustadores.
     Neste terceiro volume, titularizado como As Exéquias, o leitor encontrará vinte contos totalmente diferenciados, cada um com seu próprio estilo  e repleto de detalhes que deixará o vocabulário do leitor  valorizado.
    Dei início à minha aventura pelo conto O Templo do Inseto e conheci a graciosa Calídice que orava fervorosamente enquanto conduzia uma nuvem terrível de gafanhotos.
    Entretanto para leitores que tem coragem de caminhar pelas ruas escuras da cidade de Tebraria, isso não é nada, pois  neste lugar, as estrelas  vão  procurar a noite enquanto a  lua desce à terra para embalar o sono dos monstros e o meu coração precisou ser forte para  os contos O Fruto,  Canção de Amor para uma Criança Morta e Noite Eterna.
    Também matei saudades do velho Dezidério do conto Tinha Uns olhos da Cor da Tempestade. É o mesmo conto que li em formato digital, mas foi maravilhoso reler o conto e imaginar novamente as viçosas plantações vermelhas que alargavam o horizonte da Fazenda Luminosa.  Esse conto o leitor pode encontra à venda separadamente  no Site da Amazon.
    Contudo, antes de sair do universo de Tebraria, deixou um conselho para o leitor visitar uma Baronesa católica extremamente devota que contém no conto A Coisa no Espelho e fazer um pequeno passeio no conto Túnel para Perdição.
    Confesso que adorei cada conto lido neste livro e desta vez foi impossível escolher um favorito. Essa gente me dá arrepios!
    A capa do livro corresponde  a série, a escrita do autor é completamente aprimorada, então tirem a  poeira do seu velho querido dicionário que irá precisar  e a diagramação está impecável.  
    Se você, caro leitor, gosta de leitura nacional ou simplesmente aprecia uma boa história de Horror, eu aconselho que pegue sua mala de viagem literária  e vai aventura-se nas terras do Bairro da Cripta, pois vale a pena.  Recomendo!


 

Livro fornecido gentilmente  pelo autor



" O medo é um mar cheio de ondas de onde os barcos só querem partir."
 ( O Fungo do Doutor Abisaga - Pág. 273 ) 

   . Sobre o Autor:

    M. R. Terci é escritor, roteirista e poeta. Antes de se dedicar exclusivamente a escrita, foi advogado com especialização em Direito do Trabalho e Direito Internacional. Começou a carreira de escritor em 2004, escreveu centenas de contos e recebeu vários prêmios por suas participações em antologias e concursos de poesia. É o criador das séries: O Bairro da Cripta, Caídos e as Crônicas de Pólvora e Sangue dos Imperiais de Gran Abuelo.

Visite o site do Autor:

    - Já leu O Bairro da Cripta – Tomo III – As Exéquias?
    - Então conte o que achou dele. Vou adorar  ler seu comentário.

2 de setembro de 2016

[ Lidos do Mês ] Agosto – 2016



       Oi Pessoal!
       Tudo bem?
       Espero que esteja tudo ótimo.
       Hoje eu  vou falar sobre as minhas leituras do mês de Agosto, para concluir o mês  como sempre faço.
       Todas as leituras foram bem incríveis e novamente consegui ler bastante.
       Venha conferir, quem sabe você fique interessado por alguma: