10 setembro 2016

[ Divulgação ] Setembro Nacional 2016 - Conheça a Coletânea de Crônicas da Autora Áurea Stela



     Olá pessoal!
     Tudo bem?
     Espero que esteja tudo bem. 
     Hoje eu venho apresentar para vocês, Livro-me. Uma coletânea de crônicas da autora Áurea Stela, que  convida o leitor para uma conversa delicada e sensível.
     Venha conferir.


      Seguindo o sucesso do primeiro livro, Palavralgia, a carioca Áurea Stela apresenta a obra intitulada Livro-me,publicada pela editora Pandorga.


Livro-me
Áurea Stela
Formato: 14x21cm
Páginas: 122
ISBN: 978-85-8442-144-2
Preço: R$ 24,90
Sinopse: O título é uma coletânea de crônicas, e o segundo deste gênero publicado pela autora. Com uma sensibilidade e percepção delicada, ela transforma coisas comuns em arte. 


     Talvez o leitor possa considerar que o nome do livro sugira que alguém necessite desfazer-se de alguma coisa. Contudo, a escritora utiliza a licença poética para transformar o substantivo "livro" em verbo. Neste caso, o verbo "livrar-se" toma para si o sentido do substantivo e deixa de significar tornar-se livre de alguma coisa, passando a exprimir a ideia de transformar-se em livro.
     A literatura, vista com olhos inocentes, talvez seja apenas um amontoado de palavras. Por outro lado, a autora possui uma definição mais complexa. Para ela, não existe literatura sem questionamento, perplexidade, dúvida, sentimento e dor. Essa entrega é perceptível a cada página da obra.

“Estou envolvida até o último fio de cabelo com a palavra. 
É uma relação de fiel cumplicidade. Eu a escrevo. Ela me descreve e explica. Eu a calo em mim.
 Ela diz tudo o que em mim é ininteligível. 
Eu dela abuso e uso em prosa e verso. É ela que faz de mim poesia.”

     Com uma doação de corpo e alma em cada crônica, a autora escreve uma obra sincera e profunda. Livro-me,além de presentear o leitor com uma mensagem reflexiva, faz um convite para uma conversa íntima e cativante, com temas do cotidiano.

    . Sobre a Autora:


      Áurea Lídia Ximenes Stela, brasileira, do Rio de Janeiro, nascida em 1965. Formada em Letras, trabalhou como revisora de textos técnicos e redatora para informativos de entidades patronais do Comércio. Participou da Antologia do I Concurso de Poesias da Revista Literária de Brasília em 2010 - Grupo Editorial Scortecci, com o texto Brinquedo. Participou, ainda, do Prêmio LiteraCidade, em 2011, com a crônica "O que você vai fazer quando crescer" e, em 2012, da publicação 100 Poemas, 100 Poetas, da mesma editora.

  . Gostaram da divulgação?
  . Então conte o que achou dele. Vamos adorar ler seu comentário.


 renata massa