31 outubro 2016

[ Citações ] O Exorcista | William Peter Blatty



      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Feliz  Halloween!
     Essa data não pode passar em branco e para aterrorizar  um pouco mais o Clube do Medo do blog Histórias Existem Para Serem Contadas, eu trouxe alguns trechos inesquecíveis do livro O Exorcista, escrito pelo William Peter Blatty e publicado pela Editora Agir.
     O Exorcista é um clássico do terror que não canso de ler e assistir. Agora, vou compartilhar com vocês algumas frases que ficaram presas na minha mente.
     


  

. Sinopse:

O mal toma várias formas e a literatura e o cinema parecem se desafiar a criar inúmeras personificações desse mal. Seja com monstros, formas deformadas de nós mesmos, ou demônios, a indústria do entretenimento sempre foi bem-sucedida em representar a essência do nosso lado mais reprovável. O exorcista, no entanto, conseguiu ultrapassar esse limite. Inspirado em uma matéria sobre o exorcismo de um garoto de 14 anos, o escritor William Peter Blatty publicou em 1971 a perturbadora história de Chris MacNeil, uma atriz e mãe que está filmando em Georgetown e sofre com as inesperadas mudanças de comportamento de sua filha de 11 anos, Regan. Quando a ciência não consegue descobrir o que há de errado com a menina e uma nova personalidade demoníaca parece vir à tona, Chris busca a ajuda da Igreja no que parece ser um raro caso de possessão demoníaca. Cabe a Damien Karras, um padre da universidade de Georgetown, salvar a alma de Regan, enquanto tenta restabelecer sua fé, abalada desde a morte de sua mãe. Em O exorcista, Blatty conseguiu dar ao demônio a sua face mais revoltante: a corrupção da alma de uma criança. A jovem Regan é, ao mesmo tempo, o mal e sua vítima. Ela recebe a pena e a revolta dos leitores e espectadores em doses equivalentes e, mesmo quarenta anos depois, seu sofrimento e o abismo entre o que ela era e o que se torna continuam nos atormentando a cada página, a cada cena. Até, enfim, descobrirmos que não se trata apenas de uma simples história sobre o bem contra o mal, ou sobre Deus contra o demônio, mas sobre a renovação da fé.


    SKOOB|  RESENHA

 
“ O que damos aos pobres é o que levamos conosco na morte.” 
 ( Pág. 14 )



“ Chris sorriu para a filha.
 – Não quer mesmo que eu brinque, não é? 
– Não, eu quero! Foi o Capitão Howdy que disse não.
 – Capitão o quê?
 – Capitão Howdy.
 – Quem é o Capitão Howdy?
 – Sabe, eu faço as perguntas, e ele dá as respostas.
 – Ah, sim, claro. 
– Ele é muito legal.” 
 ( Pág. 47 ) 



“ – Bem, mas o que... Regan, o que você está fazendo aqui? 
 Mãe, minha cama estava sacudindo.
 - Ah, sua maluquinha! 
Durma. Ainda está cedo.”
 ( Pág. 54 )



“ Caminhando como uma aranha, rapidamente, logo atrás de Sharon, com o corpo arqueado para atrás e a cabeça quase tocando os pés, estava Regan, mexendo a língua sem parar enquanto sibilava e mexia a cabeça levemente para a frente e para trás, como uma cobra.” 
 ( pág. 120 )




“ Estou falando com a pessoa que está dentro de Regan agora.
 Se estiver aí, você também está hipnotizado e deve responder a todas as minhas perguntas.”
 (  Pág. 124 )


“- Sua filha deve ter tomado conhecimento da possessão, acreditou no assunto, e possivelmente soube de alguns dos sintomas, e agora seu subconsciente está produzindo a síndrome. Entende? 
 - Se isso puder ser de fato estabelecido, e ser que queira  tentar algo que vou sugerir. 
 A chance de cura é pequena, na mina opinião, mas ainda assim é uma chance.
– Pelo amor de Deus. O que é?
 – A senhora já ouviu falar de exorcismo, Sra. MacNeil?” 
 ( Pág. 167 )  


 “ Eu já a levei a todos os malditos médicos e psiquiatras do mundo, e eles me mandaram para o senhor. 
E o senhor quer me mandar de volta a eles?” 
 ( pág. 196 )
 


“Ah, por acaso sua mãe está aqui conosco, Karras. 
Gostaria de deixar um recado? 
Cuidarei para que ela o receba.”  
 ( pág. 202 )


“ Então, peço desculpas por tê-lo confundido. 
Na verdade, sou apenas um pobre demônio.”   
( pág. 226 )

 

“Que dia excelente para um exorcismo!”   
( pág. 226 )

 

“ Mas se todo o mal do mundo faz a senhora pensar que pode existir um Diabo, como explica todo o bem do mundo?”
 ( pág. 327 )
 



       . Sobre o autor:



        William Peter Blatty é escritor e roteirista norte- americano. Sua obra- prima, O Exorcista, uma dos romances mais polêmicos, já escritos, tornou-se um fenômeno literário: ficou 57 semanas na lista de best- sellers do New York Times, 17 como número um.
      O autor também foi o responsável pelo roteiro da adaptação para o cinema de 1973, pelo qual ganhou um Oscar. O filme  também conquistou dez indicações ao prêmios, inclusive de melhor filme, algo inédito para uma obra de terror.


      - Vocês que ainda não leram O Exorcista, ficaram curiosos  ou já leram e lembram de alguma dessas frases?
     -  Então antes de ir embora deixe um comentário. Vou adorar conhecer sua opinião. 


 renata massa