26 outubro 2016

[ Resenha ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe – Berenice



     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Hoje eu estou trazendo a décima resenha do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe, organizado pelo Blog da Anna Costa.
      Edgar Allan Poe está retornando o blog  Histórias Existem Para Serem Contadas, pela segunda vez este mês de Outubro para o conto Berenice.  
     Venha e conheça minha opinião.



Desafio de Outubro

Berenice

     Berenice é o décimo conto que leio para o projeto leitura coletiva das obras de Edgar Allan Poe, onde todos participantes irão ler um conto por mês durante o ano e este conto foi publicado pela primeira vez em Southern Literary Messenger no ano de 1835.
     O conto inicia com o narrador Egeu contando que cresceu junto com sua prima Berenice na antiga mansão nobre da família. Durante a infância, Egeu tinha a saúde comprometida e por esse motivo, era mergulhado na melancolia com excessiva dedicação aos livros que continha na biblioteca. Lugar se tornou refúgio de Egeu pelo fato de ter nascido e sua mãe ter falecido no cômodo.
     Enquanto ele estava marcado pelas enfermidades, sua prima Berenice era ágil, graciosa, mostrava alegria e esbanjava energia pelos passeios que dava nas encostas da colina.
      Quando eles chegaram à vida adulta, Berenice foi atingida por uma doença fatal, destruindo-a fisicamente e psicologicamente. Gradativamente, o estado físico de Berenice foi transformando brutalmente, corroendo toda a beleza e juventude que ela continha.
      Atordoado e ao mesmo tempo entristecido pela mudança de Berenice, Egeu resolveu pedir sua prima em casamento. Entretanto dias antes das núpcias em uma determinada tarde de inverno, Egeu  estava sozinho na biblioteca, quando foi surpreendido  pela presença de Berenice na forma decrépita, pálida e sem brilho, mas  com o sorriso bem significativo e Berenice mostrou lentamente são seus dentes totalmente brancos  e perfeitos para Egeu.
     Assustado com um batido na porta, Egeu permaneceu na biblioteca cobiçando sua monomania pelos dentes de Berenice, porém no dia seguinte, foi despertado com um grito de horror da criada que lamentava a morte de Berenice por ataque epilético.  
     Enfim... Se eu prosseguir com a história irá estragar todo encanto que o conto possui, mas afirmo que é um dos melhores contos de Edgar. Deixo destacado juntamente com os contos Metzengerstein, Hop-Frog, Morella e O Enterro Prematuro que são os meus favoritos até o momento.
     A forma poética que Edgar, faz Egeu narrar aparência e na obsessão pelos dentes de Berenice no trecho da biblioteca e a maneira que termina o conto, deixa  a história extremamente espantosa e completamente rica.
     Consegue invadir a mente de forma direta, mostrando claramente como a insanidade e as estranhas obsessões humanas afetam o cérebro do ser humano. É espetacular!
      Desafio #12mesesdepoe do mês de Outubro concluído e confesso que estou ansiosa pelo conto de Novembro. Leiam as obras de Edgar Allan Poe, vale muito a pena e surpreenda-se com uma narrativa extremamente criativa!

 

 “ As realidades do mundo me afetavam  como visões, e somente como visões, enquanto que as loucas idéias da terra dos sonhos tornavam-se, por sua vez, não o estofo de minha existência cotidiana, mas na realidade, a minha absoluta e única existência.”


         . Outros Contos do desafio:

        - Janeiro: Metzengerstein
        - Fevereiro: O Demônio da Perversidade 
        - Março: Hop – Frog
        - Abril: Morella
        - Maio: Revelação Mesmeriana
        - Junho: O Enterro Prematuro
        - Julho: O Escaravelho de Ouro
        - Agosto:Coração Denunciador ( ou Delator )
        - Setembro: O Caixão Quadrangular


       . Já leu o conto Berenice?
       . Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.