23 janeiro 2017

[ Resenha ] A Noiva Devota | Mari Scotti



   Olá pessoal!
   Tudo bem?
   Espero que esteja tudo bem.
   Hoje eu trago para vocês a resenha do livro A Noiva Devota escrito pela autora Mari Scotti e publicado pela Amazon.
   Venha conhecer minha opinião:



 “Eu era filho da lenda. E precisava superar expectativas além da minha própria capacidade. Estava destinado ao amor. E o que eu menos queria era encontrá-lo.”




. Dados Sobre o Livro:

. Autora: Mari Scotti
. Editora: Amazon
. 1ª Edição
. Ano: 2016
. ISBN: B01NCEOYYG
. 248 Páginas
. Adicione no Skoob: A Noiva Devota

. Sinopse:
  
  Nascer um Hallinson jamais foi tão promissor como em sua geração, no entanto, carregar esse sobrenome era ao mesmo tempo uma dádiva e uma maldição para os herdeiros do amor lendário de Mical e Octávio. Tudo porque Madascocia tornou-se a cidade do casal que venceu uma maldição. Muitos curiosos passaram a visitá-la em busca de felicidade, amor eterno, casamentos duradouros e a solução para seus dilemas. Além das inúmeras superstições como passar pela sombra de um Hallinson; lançar cartas ao rio Llyin que corta a Mansão de Bousquet; as donzelas e matriarcas almejavam matrimônio com um dos jovens herdeiros. Tentando adiar ao máximo esse desfecho, Samuel prolongou os estudos, mas, a saudade de uma donzela o faz retornar para casa antes do previsto.  É em um baile que todos os seus planos de a cortejar ruem. Flagrado em uma situação comprometedora, vê-se obrigado a se casar. Ela sempre soube como se esconder da sociedade, como passar desapercebida entre as pessoas e não chamar atenção. Não que fosse complicado, ela era a mais nova das filhas, a menos formosa de sua casa. A que nasceu com uma ofensiva deficiência. Por acreditar que jamais seria notada, Rosalina guardou um grande segredo: seu amor por Samuel Hallinson. O que ela não esperava era cruzar o caminho do rapaz em um dos momentos mais constrangedores de sua vida e mudar seus destinos bruscamente.


“ Sou sonhadora como qualquer mulher e acredito que se um dia alguém me amar ele não se importará com minha reputação, mas em estar ao meu lado por simplesmente precisar estar comigo.”


Conheça a resenha do livro anterior: 


Encantador

      A Noiva Devota é o segundo livro da série Família Hallinson que mostrou ser tão encantador quanto o primeiro volume A Montanha da Lua.
      Na história anterior, o casal  Octávio e Mical, enfrentaram barreiras e quebraram a maldição que ameaçava a família Hallinson. Não foi fácil, ninguém da região Madascócia  imaginavam que a força do amor fosse mais forte que qualquer maldição e o casal  passou a viver um romance avassalador.
      Com o passar dos anos, Octávio e Mical estão amadurecidos e prontos para ver seus filhos conquistarem a mesma felicidade amorosa que eles conquistaram, sempre respeitando a liberdade de escolha dos filhos.   
      Contudo Samuel Hallinson, o filho mais novo da família Hallinson, não esperava que o destino tivesse  preparado  seu futuro ao voltar para sua cidade natal no  momento que sua irmã mais velha Henriqueta promovia um baile naquela noite comemorando aos cinco anos de matrimônio.  
     Mesmo não tendo interesse em tornar-se um homem compromissado, Samuel desejava encontrar com a bela Isabel Acker no baile, pois tinha uma grande admiração pela jovem e o baile estava sendo uma ótima oportunidade de reencontrá-la.
     Quando a família  Acker chegou ao baile, Samuel  rapidamente  foi na direção da bela Isabel para cumprimentá-la e não deu nenhuma atenção e nem  percebeu a presença de Rosalina, filha mais nova da família Acker, que estava ao lado da irmã.
     Desapontada por Samuel não ter percebido sua presença, Rosalina resolveu sair do salão, afastando antes que alguém notasse que ela estava chorando. Desde a infância Rosalina sonhava em ter  seu amor correspondido por Samuel e achava que o baile seria a última oportunidade do rapaz notá-la.
     Enquanto Samuel tentava cortejar Isabel, ele notou que a moça apenas olhava para seu irmão Gregório e  ficou enraivecido quando convidou a moça para dançar e  foi rejeitado porque Isabel desejava dançar durante o baile apenas com Gregório. Samuel até insistiu para o irmão lhe conceder a dança com Isabel, mas Gregório manteve a palavra levando a moça para dançar, enquanto Samuel procurava a saída do salão.
     No entanto, quando Samuel chegou à varanda para fumar, encontrou com Rosalina passado mal com falta de ar por causa do espartilho apertado e na intenção de ajudá-la, Samuel resolveu abrir o vestido e afrouxar as fitas  do espartilho respeitosamente, mas  quando olhou para porta da varanda, ele percebeu vários convidados totalmente perplexos juntamente com a Margarida Acker, mãe de Rosalina, espantada com a mão na boca o encarando diante a situação.
     Para  não arruinar a reputação de Rosalina da situação constrangedora e abafar os falatórios na cidade, Samuel foi acompanhado de seus pais à casa da família Acker para anunciar o compromisso com Rosalina. 
      Durante um passeio pelo jardim Samuel e Rosalina entraram em um acordo, pois ambos não desejam se casarem por obrigação. Samuel tem a intenção de livra-se do casamento com Rosalina e conquistar Isabel, enquanto Rosalina decide conquistar Samuel para casar-se com ela por amor.
      A narração da história é intercalada entre Samuel e Rosalina. O enredo é bem agradável nas primeiras páginas, mas confesso que fui conquistada durante o baile na casa de Henriqueta, irmã de Samuel. Não consegui deixar a leitura de lado até a última página para descobrir o desfecho da história e foi lindo! Terminei suspirando.
     A escrita da Mari continua envolvente  e gostosa de apreciar como foi no livro anterior. Deixou a sensação de estar dentro da história vivendo um romance de época e não vai  achando porque é  um romance leve, que irá encontrar uma história clichê e uma mocinha frágil, pois a Rosalina está longe disso.
     Samuel e Rosalina encantaram com o relacionamento cheio de sentimentos. Rosalina se destacou com sua devoção e determinação, enquanto Samuel amadureceu enquanto enxergava que a felicidade estava perto dele a todo o momento.     
     Foi muito bom rever  o casal Mical e Octávio. Eles continuaram surpreendendo, principalmente quando Samuel e Rosalina precisaram da ajuda deles. Até Isabel, que no inicio da história achei um pouco metida, causou surpresa e também ajudou a irmã.  
     Achei a capa  muito bonita e corresponde  perfeitamente  com a história. Eu li o livro em formato digital com a diagramação simples e sem erros ortográficos. Isso é  muito bom porque o desenvolvimento da história fluiu tranquilamente.
     Recomendo para todos  os leitores que gostam de romances de época e histórias apaixonantes. Pode preparar o coração porque todos os membros da família Hallinson são encantadores e irá te conquistar.


Livro digital fornecido gentilmente pela autora Mari Scotti.


"Ergui a vista quando toquei novamente a mão dela e a vi fechar os olhos ao sentir nossas peles unidas. Um rubor belíssimo coloriu suas bochechas antes pálidas pelas lágrimas e me vi fascinado mais uma vez.”



   . Sobre a Autora:

     Mari Scotti é paulistana. Nascida em 22 de fevereiro de 1980. Formada em Recursos Humanos pela faculdade das Américas. Aprendeu a amar a literatura desde a infância quando sua mãe lhe mostrou um livro que estava escrevendo. Apoia sem reservas a literatura Nacional. Já gravou CD, compôs e hoje dedica a maior parte do seu tempo aos personagens. Autora dos livros Híbrida – série Neblina e Escuridão pela Editora Novo Século e Insônia, série Nefilins. Criadora e administradora da fanpage de literatura nacional: Literatura Nacional BR e do Blog Coração de Papel.  Responsável pela Semana do Livro Nacional no Estado de São Paulo desde 2014.


   . Gostaram do livro A Noiva Devota?
   . Então me conte o que achou dele nos comentários.


 renata massa