30 janeiro 2017

[ Resenha ] Pablo Escobar Meu Pai – As Histórias que Não Deveríamos Saber | Juan Pablo Escobar

      Olá pessoal!
      Tudo bem?
      Hoje eu vou falar um pouco sobre Pablo Escobar Meu pai uma biografia escrita pelo Juan Pablo Escobar e publicada pela Editora Planeta do Brasil.
      Confiram minha resenha:

 “ Meu pai foi um homem responsável por seu destino, por seus atos, por suas escolhas de vida como pai, como indivíduo e, também, como o criminoso que produziu, na Colômbia e no mundo, feridas que permanecem abertas.”
 ( Pág. 14 )


. Dados Sobre o Livro:

- Título Original: Pablo Escobar, mi padre : las histórias que no deberíamos saber
- Autor: Juan Pablo Escobar
- Editora: Planeta do Brasil
- 2ª Edição e 4ª Reimpressão
- Ano: 2015
- ISBN: 978-85-422-0597-8
- 480 Páginas
- Gênero: Biografia
- Tradução de: Miguel Del Castillo e Bruno Mattos
- Adicione no Skoob: Pablo Escobar Meu Pai

. Sinopse:

Até a publicação desta obra, acreditávamos que tudo já havia sido dito sobre Pablo Escobar, um dos piores criminosos da história da América Latina. Mas os muitos relatos disponíveis sobre ele foram contados por alguém de fora, nunca a partir da intimidade do lar. Mais de vinte anos depois da morte do chefe do Cartel de Medellín, Juan Pablo Escobar viaja em direção a um passado que não escolheu a fim de mostrar um lado inédito de seu pai, o homem capaz de chegar aos piores extremos de crueldade, ao mesmo tempo em que professava amor infinito por sua família. Este não é um livro de um filho que busca a redenção para seu pai, mas um relato estremecedor das consequências da violência.

 “ - Muito bem, já temos o poder econômico, agora vamos atrás do poder político. Meu pai estava prestes a adentrar a areia movediça da política, que seria sua perdição.”  
 ( pág. 214 )



 Chefão do Narco

  Uma das leituras que sempre conseguiu me surpreender são as histórias de biografias. Sejam elas autorizadas ou não, é um gênero realista que pode inspirar e  servir de exemplo para ser seguido, mas também pode ensinar  caminhos  que não  devemos seguir. Como é o caso do livro Pablo Escobar, Meu pai.
    Escrito pelo  Juan Pablo Escobar, essa biografia  conta a história do poderoso narcotraficante colombiano que conquistou riqueza e fama por conta do tráfico de cocaína em vários países, principalmente nos Estados Unidos. Além de espalhar terror na Colômbia nos anos oitenta e noventa, era considerado um homem impiedoso, ambicioso que não respeitava as regras e seguia sua própria lei.
    O livro inicia com uma breve apresentação de Juan, filho de Pablo Emilio Escobar Gaviria, o traficante de drogas mais ardiloso de todos os tempos. Juan afirma que após  longos anos de silêncio reconstruindo sua vida, ele precisou de um processo de amadurecimento, autocrítica e humildade para  escrever as histórias do seu pai.
    Ao mesmo tempo relata  que nunca foi um filho que cresceu cegamente fiel ao pai. Sabia que Escobar era  um líder que comandava o maior cartel de drogas da história, o cartel de Medellín. No entanto, algumas vezes questionava ao pai os métodos que praticava, pois Pablo era muito vingativo. Mas também não deixou de mostrar que  era um adolescente mimado que tinha tudo o que queria por causa da fortuna inestimável de Pablo Escobar.
    Foi bastante detalhista mostrando a vida íntima que Escobar ostentava juntamente com a esposa Maria Victoria Henao Vellejo e seus dois filhos Juan e Manuela Escobar Henao. Mencionou diversas propriedades espalhadas pelo país, carros de luxos, motos, viagens pelo mundo, aviões particulares, um zoológico particular com bichos exóticos, objetos de arte e uma grande quantidade de dinheiro que foi enterrado e escondido em diversos locais diferentes porque não conseguia lavar o dinheiro do tráfico.
     No começo dos anos oitenta, Escobar entrou para o mundo da política colombiana. Foi eleito a deputado, construiu campos de futebol e casas populares para os pobres, mas foi obrigado a renunciar porque um jornal revelou que o deputado Escobar era um narcotraficante e tornou-se inimigo número um do governo colombiano.
     Após a morte de Escobar, em 2 de Dezembro de 1993, Juan tornou-se o chefe da família juntamente com sua mãe. Teve que lidar com os inimigos do pai, precisou fazer as pazes com os Cartéis pagando os inimigos pelos danos e prejuízos que Escobar causou a eles, além do governo confiscar a metade bens da família.
     Expôs a traição e os conflitos com seus parentes paternos por causa da fortuna que Escobar deixou. Afirma que a família paterna roubou uma grande quantia do dinheiro que estava escondido e sustenta afirmação que a única coisa que herdou do seu pai foi apenas um relógio. Se isso é verdade ou não, ninguém sabe direito, mas Juan precisou mudar-se para Argentina com a mãe e a irmã para começar do zero com novas identidades.
     Enfim, Pablo Escobar foi um homem com várias facetas e visto como uma figura negativa que não tinha miséria e muito menos, limites. Entretanto sempre despertou curiosidade sobre sua vida conturbada. O livro contém muitas histórias pode ter certeza que não contei nem a metade.
   A capa contém o rosto de Pablo Escobar, a diagramação é simples, no entanto está excelente nas folhas amareladas, a fonte tem um bom tamanho e contém várias fotos em preto e branco, a maioria é de Pablo Escobar.
    Biografia lida e recomendo para todos os leitores que apreciam o gênero ou tem curiosidade sobre Pablo Escobar.

Livro fornecido gentilmente pela Editora Planeta  do Brasil.
Resenha de minha autoria publicada anteriormente no blog Doces Letras.



“ A história de meu pai nos deixou sem amigos, sem irmãos, sem tios, sem primos, sem a metade da família e sem pátria. Em troca, nos deixou o exílio e uma grande carga de medo e perseguição.”
 ( pág. 474 )
 

 Curiosidade:


      A série "Narcos" produzida pelo Netflix  é baseada em fatos reais da vida de Pablo Escobar, mas há comentários que alguns acontecimentos foram alterados. Eu ainda não assisti as duas temporadas que já contém, mas farei o possível para assistir o mais rápido possível, pois o ator Wagner Moura interpretou Escobar  nas duas primeiras temporadas e tem rumores  que  Narcos terá terceira e quarta temporada.



  . Sobre o autor:

    Juan Pablo Escobar nasceu em Medellín, na Colômbia, em 1977. É arquiteto e designer industrial. Como pacifista, dedicou-se ao diálogo e à reconciliação com os filhos das vítimas da violência exercida por seu pai nos anos 1980 e 1990.
   Conferencista internacional e filho do traficante de drogas mais conhecido da história, Pablo protagonizou  o premiado documentário Pecados de meu pai ( 2009 ).  
 


  .Você já leu o livro Pablo Escobar - Meu Pai?
  . Deixe seu comentário. Vou adorar lê-lo.

 renata massa