18 fevereiro 2017

[ Lançamento ] Fragmentos - Marcílio Filho



    Olá pessoal!
    Tudo bem?
    A outra obra é o livro "Fragmentos", de Marcílio Filho. O autor reuniu não só estas antigas crônicas, mas também novos escritos sobre a vida.
   Venha conferir:





     Escrevendo desde jovem como uma necessidade de expressar seus sentimentos mais profundos, revelando-os apenas para o papel, Marcílio Filho em Fragmentos – Memórias, Cotidiano, Invenções e Versos Dispersos reuniu não só estas antigas crônicas, mas também novos escritos sobre a vida.





Editora Autografia
Crônicas/Poemas       
ISBN 9788555269844
100 páginas
 Na obra, o autor compartilha suas visões sobre situações do dia a dia, suas sensações e inquietações. Através de uma linguagem inspiradora e cheia de beleza, Marcílio traz ao leitor não só pequenas prosas, mas também poemas que encantam. Cada escrito proporciona uma leitura fluída e densa, apesar de curta, capaz de causar no público a sensação de leveza e, ao mesmo tempo, reflexões sobre o que nos cerca.






“ALGÉBRICA

Não é por te amar que tu deves me querer,

Mas é porque já me amaste que não consigo entender,

A equação matemática que exprime o assim dito,

Enquanto uns tendem a zero (tu), outros (eu) tendem ao infinito.

Poderia expressar em potências de dez

Tudo que sinto ao pensar nesse cálculo.

Cada um elevado é um zero à direita.

O mesmo zero, que à esquerda nada vale,

Na geometria, todavia, seu formato é a moldura

Da mais perfeita figura.”



   . Sobre o autor:


     Marcílio Aguiar Filho, 58 anos, nascido em Ituaçu - BA. Viveu a infância e parte da adolescência em Tanhaçu - BA. Reside em São Paulo desde os 15 anos. É casado e pai de duas ­filhas. Tem formação acadêmica em Tecnologia da Construção Civil e pós-graduação em Gestão Empresarial. É aficionado por esportes, especialmente futebol e tênis. A música, a literatura e o cinema são as formas de arte que mais aprecia.


     . Gostaram do lançamento da Editora Autografia?
    . Então antes de ir embora, deixa seu comentário. Vamos adorar lê-lo.


 renata massa