03 março 2017

[ Resenha ] A Tempestade | Manuela Titoto



   Olá pessoal!
   Tudo bem?
   Hoje eu trago para vocês a resenha do livro A Tempestade, escrito pela Manuela Titoto e publicado pela Editora Novo Conceito.
   Venha conhecer minha opinião:




"Sara abriu a porta do meu novo quarto, com a leveza de um passo de ballet. Ela estava tentando. Tentando. Tentando tanto que quase cheguei a ter dó. Quase."





. Dados Sobre o Livro:

- Autora: Manuela Titoto
- Editora: Novo Conceito
- 1ª Edição
- Ano: 2016
- 258 Páginas
- ISBN: 978-85-8163-456-2
- Adicione no Skoob: A Tempestade

. Sinopse:

  Numa das costumeiras pescarias com o seu pai, no reservatório Bellamy, a jovem Margot é raptada. Ela acorda, mas ainda se vê dentro de um pesadelo que invoca os medos mais primitivos e viscerais do ser humano: está aprisionada dentro de um caixão fechado. O serial killer que agia dessa maneira já era bem conhecido nos jornais norte-americanos como Irony Joe, e Margot parece ser a sua mais nova vítima. Após sua fuga, Margot e seu pai começam a receber e-mails ameaçadores. Por segurança, ela tem que deixar o país. Na cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, Margot passa a morar com a mãe. A partir de então, a jovem precisa lidar com uma nova vida, que significa ter outro nome e um colégio bem diferente do que estava acostumada. O único problema é que o passado de Margot parece não querer se distanciar tanto assim do seu futuro.


"Não, eu não sabia de muita coisa naquele tempo. Os limites que separam a vida da morte se tornam embaçados quando visto de perto. Eu nem sabia, sequer desconfiava, que iria parar num caixão mais uma vez."


Um Excelente  Suspense!

       Com uma narrativa extremamente surpreendente, o livro A Tempestade conseguiu prender minha atenção desde o início. Confesso que a sinopse já havia despertado minha atenção, por isso eu quis lê-lo rapidamente.
       Narrada pelo ponto de vista de  Margot, a história tem início com a  jovem  adolescente americana de dezesseis anos, chegando  para morar em Ribeirão Preto no Brasil, juntamente com sua mãe que havia abandonado e voltado para o Brasil quando era criança.
       Essa era a única opção para Margot, pois recentemente tinha vivido uma situação de extremo terror e para sobreviver, precisou abandonar tudo que era realmente importante na vida para tentar ser outra pessoa.
       Durante uma viagem de pescaria com o pai Richard, quando morava em Boston, Margot foi sequestrada por um Serial Killer chamado Irony Joe. Um psicopata que atuava há mais de três anos nos Estados Unidos, que capturava suas vítimas em parques ou florestas. 
      Como tortura, ele prendia as vítimas dentro do caixão, sem enterrá-las e quando elas morriam, o psicopata deixava as autoridades encontrá-las ainda dentro  do caixão. Foi dentro de um caixão rústico que  Margot acordou. 
      Depois que ela gritou e urinou na roupa apavorada pela situação, Margot lembrou de uma reportagem que assistiu sobre o Serial Killer.  Após várias tentativas, ela conseguiu escapar do caixão e fugir do esconderijo sem que o psicopata percebesse. No entanto, ela  tornou-se alvo dele, pois nenhuma vítima tinha sobrevivido para contar a história e Margot sabia que Irony Joe iria atrás dela para concluir seu serviço.
      Após ter conseguido escapar, tudo piorou na vida de Margot, o FBI suspeitava dela pelo fato de ser a única sobreviver das mãos do psicopata, recebia constantes  e-mails com ameaças, a mídia não deixava a moça em paz e a transformou tão famosa quanto Irony Joe.
      Quando chegou  ao Brasil, Margot começou uma nova fase na vida,  tentava levar uma vida normal, lidando com a reaproximação da mãe, adaptando ao colégio novo,  fazendo novas amizades e até arrumou um namorado.
      Tudo parecia normal, até os e-mails pavorosos desapareceram,  porém  o Serial Killer apareceu novamente nos noticiários, mostrando que  fez uma nova vítima e no caixão da vítima, ele deixou um recado afirmando que ninguém escapava dele com vida.
      A qualidade da história é ótima mostrando um suspense bem construído e deixando a escrita da autora  bastante consistente, surpreendendo positivamente. Infelizmente a autora pecou em um detalhe. Não aprofundou em alguns trechos e acabou entregando algumas pistas muito rápido.
      No inicio, eu suspeitas de todos os personagens  secundários, ninguém escapava das minha suspeitas.Contudo as peças do quebra-cabeça ficaram tão claras que descobri quem era o psicopata antes da Margot  perceber que os acontecimentos estavam diante dos olhos dela.  
      Talvez a autora possa ter ficado com receio de enrolar a trama e preferiu ir direto, entregando os acontecimentos e ligando os personagens com rapidez, no entanto a história merecia mais páginas.
      Não é todo dia que um leitor encontrar um suspense nacional de qualidade com desfecho repleto de combinações explosivas. É muito bom quando a história contém as questões explicadas perfeitamente, sem deixar nenhuma ponta solta e encaixando todas as peças do quebra-cabeça sem prejudicar o enredo.
      A tempestade é um livro encontrado apenas em formato digital, a diagramação está ótima, a capa combina com a história e  cada inicio de capítulo a autora adicionou trechos da obra A Tempestade de William Shakespeare.
      Eu recomendo o livro para leitores que gostam de suspense nacional, pois a história é muito boa. Leiam, vale muito a pena.



 Livro Digital fornecido gentilmente pela Editora Novo Conceito.

 Resenha de minha autoria publicada anteriormente no blog Doces Letras.


"Dizem que, quando face a face com a morte, um filme de nossa vida passa pela nossa cabeça. Comigo isso não aconteceu. Passou um filme, sim, mas não das coisas que fiz, apenas das que deixei de fazer."


     . Sobre a Autora:

     Manuela Titoto nasceu em Ribeirão Preto, é advogada e escritora. Publicou contos em diversas antologias de mistério e foi vencedora do Concurso Internacional de Contos e Minicontos promovido pela editora Illuminare. É autora dos livros de suspense "Melby" e "A Tempestade", lançado pela Editora Novo Conceito.


     . Já leram A Tempestade?
     . Então antes de ir embora, deixa seu comentário. Vamos adorar lê-lo.


 renata massa