27 junho 2017

[ Resenha ] Dois Mundos | Simone O. Marques



    Olá pessoal!
    Tudo bem?
    Hoje eu trago para vocês a resenha do livro Dois Mundos – Tesouros da Tribo de Dana, escrito pela Simone O. Marques e publicado pela Butterfly Editora.



“ Perdi muitos amigos e conhecidos, e talvez estivesse  entre os milhões de mortos soterrados dentro de templos e igrejas que foram sumariamente destruídos, mas fui escolhido para sobreviver e testemunhar tudo o que viria a seguir. E, depois da segunda onda, eu soube que era uma guerra entre deuses, e que nós, meros mortais, éramos como peças em um jogo que acabara de ser inventado e do qual desconhecíamos completamente as regras."
 ( pág. 11 )
 


. Dados Sobre o Livro:

- Autora: Simone O. Marques
- Editora: Butterfly
- 1ª Edição
- Ano: 2016
- 253 Páginas
- ISBN: 978-85-68674-10-9
- Sinopse: Num futuro distópico, Marina é uma jovem brasileira que carrega a força e os poderes de três grandes deusas celtas. Ela é aquela que cria, acolhe e mata. Protegida por guerreiros, perseguida por mortais e desejada por deuses, precisa encontrar os míticos tesouros da Tribo de Dana se quiser salvar o que restou do mundo...
Ano de 2021. A Terra está devastada e poucos são os sobreviventes. No Brasil, grupos se reúnem em pequenas vilas em torno da água potável. O oásis neste caos fica na Chapada dos Veadeiros, na Fazenda Tribo de Dana, onde vive um povo guerreiro que acredita tudo ser parte dos planos da Grande Mãe. Neste paraíso vive Marina. Considerada o avatar de três grandes deusas celtas, precisa lidar com poderes diversos de cura, vida e morte. Ao abrir o véu que separa o mundo de mortais e deuses, a jovem liberta antigas divindades. E dois domínios distintos estão prestes a colidir quando ela descobre que detém nas mãos o destino da humanidade.



“ Todos diziam que ela possuía poderes, mas ninguém entendia que muita coisa mudara desde o dia em que a tribo fora atacada pelo exército. Ela não se sentia poderosa e  talvez por isso ficasse irritada com toda aquela deferência que lhe davam. Sua mãe lhe dissera que, para aquelas pessoas, ela era um símbolo, mas não queria ser nada daquilo. Não queria ser um avatar. Não queria aqueles Sombras cercando-a o tempo todo." 
( pág. 42 )

Boa Distopia.  

     Mais um cenário devastado em Terras nacionais que eu encontro em literatura nacional  e proporcionou uma leitura agradável.  O livro Dois Mundos da autora Simone O. Marques é  uma distopia boa, mas por ser um livro introdutório, ele deixou algumas pontas soltas para conferir no próximo livro.
    O leitor é transportado para o ano 2021, em uma fazenda localizada na Chapada dos Veadeiros em Goiás. Após o apocalipse que chamaram de Aurora, Pedro foi uma das pessoas que testemunharam Marina, uma jovem frágil, brilhar emitindo uma energia intensa e tornando-se uma espécie de Avatar de três Deusas, Dana, Morrigan e Brigida.
    Depois de cinco anos, Marina é uma jovem com dezoito anos, vive na Tribo de Dana, local que parece ter saído ileso da  devastação e permanece protegida e cercada por guerreiros chamados Sombras. 
    Insatisfeita  com a situação de ser temida e idolatrada por todos, Marina sentia-se  desanimada enquanto olhava para suas irmãs Daniele e Guta  brincavam  no centro da vila  e desabafou com sua amiga Elaine a vida sem liberdade que possuía.
    Inconformada, Marina saiu para caminhar no bosque e chegou até uma construção estranha. Curiosa para saber o que havia atrás da porta, Marina acabou desafiando os  guerreiros Arthur e Brian e entrou no local chamado Sídhe, descobrindo um local sagrado que repousava os  mortos importantes.  
   Entretanto, Marina descobriu que o local não era apenas um lugar que depositavam as cinzas de druidas e dos guerreiros, mas também era uma passagem para Outro Mundo que separava do mundo dos mortais do mundo dos deuses e Marina viu uma chance de embarcar em uma grande aventura.
   Dois Mundos contém uma história distópica misturada com fantasia com um ótimo desenvolvimento. Essa mistura deixou o enredo muito bom e deixou aquela sensação de ter mais algumas páginas para obter respostas que não foram respondidas.
    A autora conseguiu criar personagens bons e com personalidades cativantes. Destaco os guerreiros Arthur e Brian são ótimos e gostei demais da personalidade deles. No entanto, Marina foi um pouco teimosia e mimada demais. Compreendo que ela queria uma vida normal e estava cansada de ser super protegida, mas não precisava ficar confrontando tudo e sendo chata a todo o momento.
    Outro personagem que estou torcendo para ter mais destaque é o Pedro. Ele é destemido e bastante corajoso, ficou pouco explorado e merecia mais destaque na trama. Como Dois Mundos é o primeiro livro da série, estou  torcendo por ele.
    A edição tem a capa muito bonita, com detalhes em cada início de capítulo. A diagramação está muito boa na folhas amareladas e uma fonte bem agradável para leitura.
   Enfim, recomendo a história para leitores que apreciam literatura nacional,  para os leitores que também gostam de fantasia e principalmente distopia.




Livro fornecido gentilmente pela Butterfly Editora.

“ A jovem é apenas um casulo. E não vai impedir que a deusa se manifeste quando precisar. Espero que entenda isso quando o casulo tiver que se romper de vez, Brian. Não coloque em risco sua lealdade a Dana por causa de uma garota bonita e quebradiça.” 
( pág. 194 )



    . Sobre a Autora:

     Simone O. Marques nasceu em São Paulo, é formada em Pedagogia e Mestre em Educação, escreve desde 2007, deixou de lecionar para se dedicar à escrita de ficção e fantasia. Tem vários livros e contos publicados.



    Já leram Dois Mundos?
    Comente sobre ele. Sua opinião é muito importante para o blog.
    Deixe seu link para que eu possa retribuir.
    Obrigada e volte sempre.