09 julho 2017

[ Poema ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe – Um Sonho Dentro de Um Sonho



     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Hoje eu estou trazendo o Sétimo poema do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe, organizado pelo Blog da Anna Costa.
     Além da resenha do conto do mês, eu resolvi deixar no blog o poema que iremos ler para vocês também possam conhecer um pouco mais as obras de Poe.
     Espero que gostem. 





Poema de Julho


UM SONHO DENTRO DE UM SONHO 



Este beijo em tua fronte deponho!
Vou partir. E bem pode, quem parte,
francamente aqui vir confessar-te
que bastante razão tinhas, quando
comparaste meus dias a um sonho.
Se a esperança se vai, esvoaçando,
que me importa se é noite ou se é dia...
ente real ou visão fugidia?
De maneira qualquer fugiria.
O que vejo, o que sou e suponho
não é mais do que um sonho num sonho. 




II
Fico em meio ao clamor, que se alteia
de uma praia, que a vaga tortura.
Minha mão grãos de areia segura
com bem força, que é de ouro essa areia.
São tão poucos! Mas, fogem-me, pelos
dedos, para a profunda água escura.
Os meus olhos se inundam de pranto.
Oh! meu Deus! E não posso retê-los,
se os aperto na mão, tanto e tanto?
Ah! meu Deus! E não posso salvar
um ao menos da fúria do mar?
O que vejo, o que sou e suponho
será apenas um sonho num sonho?




     Recomendo que leiam as obras de Edgar Allan Poe, pelo menos para conhecer a escrita do autor, porque vale muito a pena. Este mês  a resenha do conto será Os assassinatos na Rua Morgue  para concluir o desafio #12mesesdepoe do mês de Julho.

  
    Já conhecia esse poema?
    Comente sobre ele. Sua opinião é muito importante para o blog.
    Deixe seu link para que eu possa retribuir.
    Obrigada e volte sempre.