01 agosto 2017

[ Lidos do Mês ] Julho – 2017



    Oi Pessoal!
    Tudo bem?
    Hoje eu  trago o pequeno resumo das leituras do mês de Julho. Está na hora de mostrar as leituras que passaram aqui no Histórias Existem Para Serem Contadas, quem sabe você possa ficar interessado por alguma delas e resolve se aventurar neste mundo mágico da literatura:




. Mulheres Fatais
( Org. Rô Mierling )

  Comecei o mês com a leitura do livro em formato digital que contém vários contos com toques de sombrio, escrito pelos autores nacionais e organizado pela Rô Mierling, escritora do polêmico “Diário de Uma Escrava”.
  Os contos conseguiram surpreender e mostraram perfeitamente a essência do mistério que os romances policiais possuem.







. Três Viúvas
( Liliane Prata )

  A próxima leitura foi um romance que proporcionou emoções leves, mas foi bem diferente que eu imaginava.
  A história mostrou como Cláudia, Ísis e Soraia perderam os maridos e como  cada uma precisou reaprender de maneira diferente a lidar com os sentimentos e superar as dores através da amizade.







. Assassinatos na Rua Morgue
( Edgar Allan Poe )

  No conto do desafio #12mesesdepoe deste mês, eu fiquei completamente instigada com história. O conto trouxe um criminoso que não podia ser responsabilizado por seus atos. Bem diferente dos contos O Gato Preto e  Hop-Frog que são meus favoritos e mostraram  criminosos de outra maneira.  Estou amando dar continuidade ao desafio.








. Medo de Palhaço
( Equipe do Boca do Inferno )

    Eu não imaginava que iria gostar tanto da edição caprichada de Medo de palhaço. A escrita é bastante agradável, proporcionou uma leitura fantástica e fazendo enxergar o palhaço de outra maneira, pois ele não foi à figura que assustou minha infância.
  Também tive oportunidade de obter informações de filmes que não conhecia e curti demais quando deparava com as produções que já tinha assistido. O livro propõem muito além do que um simples guia de filmes de terror com palhaços, ele traz diversas informações interessantes que vale a pena ter na estante.





. Hellraiser
( Clive Barker )

   Hellraiser é um dos filmes do gênero terror que eu gosto bastante e sempre que possível, eu assisto. Este mês eu consegui apreciar a versão literária dessa obra prima do terror.
   A  edição caprichada de Hellraiser proporcionou uma experiência fantástica. Durante a leitura, ficou impossível não pensar no filme, pois as cenas que contém no filme são fiéis ao livro, contudo o inicio do livro é detalhista durante a presença dos Cenobitas com Frank e o ritual que ele precisou fazer para chegar até eles. Isso deixou a versão literária extremamente rica e fascinante na medida exata.





. Rio de Ventos
( Fabiano Alexandria )

   Outro livro nacional que surpreendeu do início ao fim e não imaginava que a história criaria uma expectativa tão boa ao ponto de tirar o fôlego foi Rio de Ventos.
   O autor abordou aspectos históricos da região João Pessoa, em Paraíba, que proporcionou uma cultura histórica enriquecedora e ao mesmo tempo esclarecedora para quem não conhece o local onde a trama se passa, além de conter uma história repleta de mistério.






. Nildrien – O Pergaminho
( Manoel Batista )

   Para finaliza as leituras do mês de Julho eu li essa aventura medieval fantástica e totalmente criativa.
  A história é bem desenvolvida, possui todos os elementos que consegue transportar o leitor para uma aventura, mas aconselho que leia no seu próprio ritmo, sem preocupação de estar demorando com a leitura para absorver completamente o universo de Nildrien.






 

   Mês de Julho finalizado no Histórias Existem Para Serem Contadas. E que venha as leituras de Agosto.

    Já leram algum desses livros citados na postagem?
    Comente sobre ele. Sua opinião é muito importante para o blog.
    Deixe seu link para que eu possa retribuir.
    Obrigada e volte sempre.