23 de dezembro de 2017

[ Resenha ] Inferno | Dan Brown



     Olá pessoal!
     Tudo bem com Vocês?
     Vamos para mais uma resenha do escrito Dan Brown?
      Desta vez será o livro Inferno que foi publicado pela  Editora Arqueiro.


. Título:  Inferno
. Título original: Inferno
. Autor: Dan Brown
. Editora: Arqueiro
. Ano: 2013
. 1ª Edição
. 448 páginas
. ISBN: 978-85-8041-152-2
. Tradução de: Fabiano Morais e Fernanda Abreu
. Sinopse:  No meio da noite, o renomado simbologista Robert Langdon acorda de um pesadelo, num hospital. Desorientado e com um ferimento à bala na cabeça, ele não tem a menor ideia de como foi parar ali. Ao olhar pela janela e reconhecer a silhueta do Palazzo Vecchio, em Florença, Langdon tem um choque. Ele nem se lembra de ter deixado os Estados Unidos. Na verdade, não tem nenhuma recordação das últimas 36 horas. Quando um novo atentado contra a sua vida acontece dentro do hospital, Langdon se vê obrigado a fugir e, para isso, conta apenas com a ajuda da jovem médica Sienna Brooks. De posse de um macabro objeto que Sienna encontrou no paletó de Langdon, os dois têm que seguir uma série inquietante de códigos criada por uma mente brilhante, obcecada tanto pelo fim do mundo quanto por uma das maiores obras-primas literárias de todos os tempos: A Divina Comédia, de Dante Alighieri. Mais uma vez superando as expectativas, Dan Brown nos leva por uma viagem pela cultura, pela arte e pela literatura italianas – passando por lugares como a Galleria degli Uffizi, o Duomo de Florença e a Basílica de São Marcos. Inferno é uma leitura eletrizante e um convite a pensarmos no papel da ciência para o futuro da humanidade.



 SKOOB | COMPRAR 
RESENHA DOS LIVROS ANTERIORES:

Simplesmente Incrível!

      Depois de ter ficado fascinada com a escrita de Dan Brown e criar elos afetivos com as histórias dos livros O Código Da Vinci, Anjos e Demônios e O Símbolo Perdido, minha expectativa com o livro Inferno era enorme e não tenho como negar estou encantada com a riqueza  que cada livro veio proporcionando as minhas leituras. O livro Inferno é simplesmente incrível! 

     A história começa com o renomado professor universitário de simbologia da Harvard, Robert Langdon acordando dentro do hospital, um pouco desorientado e com um ferimento na cabeça causado por um tiro de raspão na parte de trás da nuca.  

     Ao sentar na cama e observar pela janela do quarto, Robert  percebeu que não estava em Massachusetts e sim, em Florença. Não lembrança de nada das últimas trinta e seis horas, não tem a menor idéia de como saiu dos Estados Unidos e chegou até a Itália e porque estava numa cama de hospital.

     Quando Robert estava aos cuidados da jovem Doutora Sienna Brooks, Robert notou uma movimentação estanha perto do seu quarto momento que  houve um estrondo ensurdecedor. Ele estava sofrendo uma nova tentativa de assassinato no hospital, provocando por uma mulher vestida de couro preto com uma arma em punho, disposta a tirar em qualquer pessoa que estivesse na sua frente.

     Ferido e sem saber o que fazer Robert consegue fugir do hospital com ajuda da Dra.Brooks. Rapidamente eles conseguiram pegar um táxi e foram para o apartamento da doutora. Chegando ao apartamento da Dra. Brooks, Robert tanta ligar para sua embaixada americana para pedir proteção.

     No entanto Robert percebeu que  não podia confiar em mais ninguém além da Dra. Brooks, pois durante a fuga no hospital, Robert e a Dra. Brooks tinham conseguido pegar alguns pertences do professor e dentro do paletó havia um objeto que Robert não recordava, mas a Dra. Brooks informava que Robert chegou ao hospital com ele.

     Esse objeto era tão importante que associava Robert ao  trabalho de um cientista brilhante que afirmava que a humanidade estava em  risco devido ao crescimento celerado da população. Para o cientista, estávamos prestes a entrar num caos total, sem nenhum recurso para sobreviver e entraríamos em guerra para adquirimos as necessidades básicas, especialmente por comida e água potável.  

     A teoria do cientista é extremamente radical, condenando a Organização Mundial da Saúde e os governantes  mundiais, por estarem ignorando o alerta que a natureza está mostrando e a super população mundial consumindo mais do que o normal.

     Entretanto o cientista afirmava que encontrou a formúla de inverter a situação, deixando a população em um número sustentável e a humanidade não chegaria ao estado de calamidade que ele comparava com o Inferno de Dante Alighieri em Divina Comédia. Para isso, Robert e Dra. Brooks precisava corre contra o tempo para descobrir  e impedir os planos do cientista.  

    Novamente a escrita de Dan Brown superou minha expectativas. Quem conhece a escrita de Dan Brown sabe perfeitamente que ele é um autor que gosta  de escrever histórias detalhistas com cenários ricos em artes, códigos e  símbolos.  

    Ele traz uma quantidade de informações que é inquestionável seu conhecimento, isso que fascina nas histórias que o autor.  A narração conseguiu prender maravilhosamente, mostrando muita cultura, arte e museus que encanta enquanto somos conduzidos para um final eletrizante e surpreendente.   

   Minha edição tem a diagramação simples, mas impecável nas folhas amareladas do papel Pólen. A capa contém tons acinzentados com a imagem de Dante e possui dois gráficos.

   Enfim, finalizo minha opinião recomendando este livro incrível para todos leitores que ainda não conhece a escrita de Dan Brown ou já conhece, mas ainda não teve oportunidade de ler Inferno. Dan pode ter uma fórmula pronta para conduzir seu protagonista Robert Langdon, entretanto ele sabe conquistar fãs com as histórias.  Vale a pena! 

"A humanidade agora está vivendo em um purgatório de procrastinação, 
indecisão e ganância  pessoal...
Mas  os círculos do Inferno estão à espera, bem debaixo dos nossos pés, 
aguardando para consumir a todos nós."
( pág. 135 )

   Sobre o Autor:
  Dan Brown é o autor de suspense mais popular da atualidade, com mais de 150 milhões de livros vendidos. Seu mega-seller O Código Da Vinci já vendeu mais de 80 milhões de exemplares em todo o mundo. Ele também escreveu Anjos e Demônios, O Símbolo Perdido, Inferno, Fortaleza Digital e Ponto de Impacto. Dan é casado com a pintora e historiadora da arte Blythe, que colabora nas pesquisas de seus livros. Ele mora na Nova Inglaterra, nos Estados Unidos.

     Já leram Inferno?
     Comente sobre ele. Sua opinião é muito importante para o blog.