2 de abril de 2018

[ Resenha ] A Vingança de Drácula | Davidson Abreu


   Olá pessoal!
   Tudo bem?
   Hoje eu trago para vocês a minha opinião sobre o livro A Vingança de Drácula, escrito pelo autor nacional Davidson Abreu e publicado pela Editora Madras.


- Título: A Vingança de Drácula
- Autor: Davidson Abreu
- Editora: Madras
- Ano: 2016
- 336 Páginas
- ISBN: 978-85-370-0999-4
- Sinopse: Drácula! Enigmático, sedutor e violento. Seu poder encanta e amedronta. A história inicia a partir do final do romance de Bram Stoker, com a ressurreição do vampiro auxiliado pelos ciganos e seu fiel lacaio. A partir daí ele se recupera e começa a pôr seu plano em prática, anteriormente interrompido por Van Helsing e seus companheiros, que consiste no domínio de toda a Europa. Ele iniciaria por Londres, mas por causa dos acontecimentos passados, foi obrigado a reiniciá-los pela Transilvânia. Mais que tudo, deseja vingança para aqueles que quase o destruíram. A história mescla ficção com fatos e personagens históricos que povoaram a Europa no início do século XX, como o russo Rasputin, conhecido como o monge louco, o imperador austro-húngaro Francisco José, seu sobrinho Francisco Ferdinando (cujo assassinato seria o estopim para a Primeira Guerra Mundial), Isabel Bathory (a condessa de sangue), entre outros. É retratado o Vaticano, a eleição do Papa Pio X, que apoia a empreitada contra Drácula, discute sobre a estrutura da Igreja Católica e debate sobre a Santa Inquisição. Relembra o Drácula histórico, príncipe Vlad Tepes, de forma realista. O livro conta com mais de 50 notas de rodapé como referências, a fim de que o leitor saiba sobre personagens, locais e fatos históricos, aguçando sua curiosidade. Exigiu uma pesquisa intensa do autor para levar ao leitor o conhecimento referente à época, como o tipo de armas existentes, a geografia, política e, é claro, sobre vampiros, indo a fundo a crenças retratadas em vários países.






Surpreendente!

    Se existe uma coisa que adoro, é acompanhar uma boa história de terror. Especialmente quando os personagens são sombrios e desta vez, eu aventurei numa história bem louca com vampiros dormindo em caixões e uma sede enorme por sangue e vingança.

    A história que contém A Vingança de Drácula começa em Novembro de 1897 nas terras Cárpatos. Após a morte de Drácula pelas mãos de Mina Harker, o que restou para Arthur Holmwood, Dr.John Seward, Jonathan Harker, Mina Harker e Van Helsing era retornar o mais rápido possível para Londres e seguir com suas vidas. 

    Contudo os envolvidos na grande missão de livrar-se de Drácula, não imaginavam que durante a noite, os ciganos que defendiam o vampiro sairiam do bosque com um caixão de madeira forrado com terra e colocaria o corpo de Drácula no caixão, para levá-lo para o castelo. 

   Igor, um homem de estrutura forte e corcunda era servo confiável de Drácula. Quando os ciganos chegaram ao castelo, Igor  ordenou que eles  levassem o caixão para o porão. Apesar das atrocidades que o conde tinha fez ao logo dos anos, os ciganos sempre estavam prestando serviços para o Drácula e eram fies à ele da mesma maneira que Igor.

   Depois de algumas horas, os ciganos retornaram com uma bela jovem aldeã. A moça  que era filha de um bêbado da aldeia, chorava bastante. Não tinha nenhuma idéia dos próximos acontecimentos sombrios que estava prestes a vivenciar e resultaria o retorno de Drácula. 

   Entretanto o Conde ainda não estava forte  suficiente. Tinha necessidade de ficar um tempo recuperando dentro do  caixão e precisava principalmente de aliados malignos para colocar seu plano em prática. Enquanto isso, Igor ficou incumbido de proteger o castelo e entrar em contato com o Bispo da igreja negra e a Bruxa  Ashra, para ajudar o Drácula alcançar seus objetivos que foram adiados por conta do envolvimento com a jovem Mina Harker.

    Vou parar de contar a história por aqui, porque não quero estragar a surpresa de nenhum leitor. A história surpreendeu muito mais do que esperava. O autor conseguiu resgatar aquele  clima gótico dos filmes antigos de vampiros, isso foi muito legal. Pude me entregar à leitura sem pressa, cada página lida trazia elementos misteriosos que despertava e divertia bastante.

    O autor conduziu a história tão bem arquitetada que ficou impossível de largar o livro. Os fatos históricos ganharam um tom romantizado criando consequências misteriosas e ao mesmo tempo, sombrias. Davidson Breu mostrou que é muito fã dos vampiros, tanto que explorou de forma sensacional, todos os personagens da obra clássica de Bram Stoker, arriscou em criar uma continuação ousada com personagens novos e ao mesmo tempo, fez homenagens com muita criatividade para saciar o terror nos apreciadores  do gênero.  

    A edição é muito bonita, com a  capa um pouco sombria. Cada  início de capítulo, contém ilustrações que corresponde o trecho da história. Mais uma coisa que adorei foi a diagramação ser muito rica e cheia de detalhes. Nas últimas páginas possui uma lista de todos os personagens  que estão na história. Essa lista foi boa no momento da leitura porque tem vários personagens e assim também dá para saber quais foram criados pelo autor e quais personagens foram homenageados.   

     Odiado e amado por muitos leitores, Drácula sempre será aquele tipo de personagem que carregará muito mistério e terror. Seja nos filmes ou na literatura, sempre vai encantar gerações. Acho que vai de pessoa pra pessoa, porém se gosta de histórias com vampiros, eu recomendo que leia este livro tenho certeza que vocês irão gostar. 


“ As lembranças não devem ser apagadas, mas não podemos nos tornar refém delas. 
Nossas vidas devem prosseguir da melhor forma possível. Mais do que nunca, todos nós merecemos ser feliz.”
 ( pág. 41 )


  Sobre o autor:
  Davidson Abreu nasceu em 8 de Agosto de 1974. Mora em Praia Grande/SP. É oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo; bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais; tecnólogo em Administração de Polícia Militar; professor de Ciências Jurídicas; instrutor de defesa pessoal e palestrante sobre Motivação, Segurança e Prevenção. Teve  participação no livro Grandes Mestres das Artes Marciais, 6ªedição, e é autor do livro Combate Tático – Defesa Pessoal Urbana. Atua ainda como colaborador da revista Fighter Magazine.

  Já leu A Vingança de Drácula?
  Tem interesse em lê-lo?
  Então deixa sua opinião nos comentários. Vou adorar conhecê-la.