15 de julho de 2018

[ Resenha ] O Invencível - Vi Keeland


  Olá pessoal!
  Tudo bem?
  Hoje eu trago a resenha do livro O Invencível, segundo livro da trilogia MMA Fighter, escrito pela autora Vi Keeland e publicado pela Editora Charme.


. Título: O Invencível
. Título Original: Worth The Chance
. Autora: Vi Keeland
. Trilogia: MMA Fighter
. Editora: Charme
. 1º Edição
. Ano: 2015
. 320 Páginas
. ISBN: 978-85-68056-14-1
. Tradução de: Monique D’Orazio
. Sinopse: Conheça Liv Michaels. Podem ter passado sete anos, mas conheço-o em qualquer lugar. Claro, ele cresceu em todos os lugares certos, mas os seus cativantes olhos azuis e o sorriso arrogante estão exatamente do jeito que me lembro. Mesmo que eu prefira esquecer. Liv Michaels está quase lá. Ela é inteligente, determinada e está perto de conseguir o trabalho que sonhou por anos. O tempo curou suas feridas antigas e, até mesmo, seu coração partido da devastação de ser esmagado por seu primeiro amor.
Conheça Vince Stone. As mulheres adoram um lutador, especialmente um bom. Sorte minha que sou muito bom. Mas há uma mulher que não está interessada. Não uma outra vez. Vince "o Invencível" Stone é a fantasia de toda mulher... forte, sexy, confiante e totalmente no controle. Ele cresceu no meio do caos e aprendeu a nunca se envolver. Ele acredita que o amor pode derrubá-lo. Ele adora as mulheres, trata-as bem, coloca suas próprias necessidades antes da sua... Nos momentos a dois. Mas, com a maior luta de sua vida se aproximando, seu foco deve estar no treinamento. Quando o destino coloca Vince e Liv juntos novamente, não há como negar que a química ainda está lá. Mas será que Vince pode apagar as velhas cicatrizes do seu passado? Ou será que Liv é quem irá machucá-lo?



Resenha do livro anterior: O Destruidor de Corações



Envolvente!

    Continuando a leitura da trilogia MMA Fighter, O Invencível conta o romance entre um lutador Vince Stone e a jornalista Olívia Michaels e a história continua muito boa de acompanhar. Confesso que estava com muita expectativa pelo segundo livro da trilogia, porque o primeiro livro O Destruidor de Corações, conquistou completamente meu coração.

    No livro anterior, Vince era o Vinny, um adolescente que  Nico Hunter treinava e protegia, por ser um adolescente que vivia em situação complicada pelo fato da mãe ser viciada em drogas. Após sete anos, esse  adolescente tornou-se o corajoso Vince Stone “O Invencível”, um lutador pronto para disputar todos os títulos do MMA.

    Além de treinar na academia de Nico, Vince também ajuda como voluntário no Centro de Mulheres para ensinar defesa pessoal para elas e foi numa dessas aulas que Vince estava conduzindo que reencontrou com Olivia Michaels.

    Liv é uma jornalista  recém formada que está disputando uma vaga no Daily Sun Times juntamente com outra jornalista concorrente chamada Summer. Para conquistar o emprego tão cobiçado dos seus sonhos, Liv recebeu a tarefa de fazer uma reportagem sobre a vida profissional de Vince Stone e precisaria fazer uma entrevista pessoal com o lutador.

    No entanto, ao aproximar de Vince, Liv tinha certeza que as lembranças do passado retornariam com muita força na sua vida pessoal. Durante o período escolar, Vince estava mal nas aulas e Liv servia de tutora, ajudando-o com aulas particulares. Na ocasião, Vince partiu o coração de Liv, pois achava que não era bom o suficiente para moça e Liv permaneceu com a idéia de foi rejeitada pelo rapaz. 

   Dessa forma, Liv resolve deixar a reportagem para sua concorrente. Entretanto, Vince decide que desta vez, Liv não vai escapar da sua vida como foi na adolescência e  só aceita fazer a entrevista se Liv for a repórter da matéria, deixando a mimada Summer irritada e pronta para prejudicar Liv a qualquer custo.

    O Invencível contém uma história que  consegue envolver nas primeiras páginas, pois a escrita de Vi Keeland é forte e marcante. Isso contribui para ser uma leitura bem fluida, cheia de reviravolta e impossível de largar.

    Da mesma maneira do livro anterior, a narrativa é intercalada  entre os personagens principais mostrando o ponto de vista de cada um. Vince é aquele tipo bad boy explosivo, teimoso  e brigão, mas acima de tudo protetor, que deseja cuidar das pessoas que ele realmente ama. 

    Liv também possui esse instinto de proteção, especialmente quando descobre um segredo  bem importante do passado de Vince. Para quem curte uma boa história quente, Liv e Vince proporcionam  momentos bem envolventes, mas reforço em dizer, precisa gostar do gênero.

    Além de Liv e Vince, o casal Nico e Elle fazem pequenas aparições durante a história. Nico está aposentado das lutas, mas tornou-se treinador de Vince e Elle trouxe trechos maravilhosos e divertidos. Adorei matar saudades deles. O livro  apresenta uma introdução do protagonista da última parte da trilogia. Jax Knight também mostrou que será um personagem bem interessante. 

    A edição continua seguindo o mesmo material do livro anterior. Diagramação impecável nas folhas amareladas e capa aveludada com um modelo correspondendo as características do personagem. É uma edição caprichada que a editora optou em manter as capas originais. 

    Enfim, segundo livro finalizado e já embarcando ansiosamente no último livro da trilogia. Tornei-me fã da MMA Fighter e desejo ler todos os trabalhos literários da autora. Recomendo.


“Confie em mim sobre uma coisa, Liv...seja lá o que estiver acontecendo entre a gente, vai acontecer. Você pode tornar o quão difícil quiser, mas "nós", Liv, vamos acontecer. Nenhum de nós pode impedir.” 
( pág. 73 )


   Sobre a autora:
   Vi Keeland é um​a​ nova-iorquin​a, ​mãe de três filhos, que ocupam a maior parte​ do seu tempo livre, o que ela reclama muitas vezes, mas não ​trocaria por nada nesse mundo. Ela é um​a​ leito​ra ávid​a e ​é conhecida ​por ler ​em​ seu Kindle ​ao parar ​em semáforos, ​salões de beleza, ​enquanto limpa a casa ou durante suas caminhadas, ​em​ eventos esportivos e, freqüentemente, enquanto finge trabalhar. ​Ela é um​a​ advogada​ chat​a ​de dia e uma emocionante ​autora Best-Seller do ​New York Times e ​USA Today à noite!

    Já leu O Invencível?
    Então deixa sua opinião nos comentários. Vou adorar conhecê-la.