10 de agosto de 2018

[ Resenha ] As Elizas | Sara Shepard


  Olá pessoal!
  Tudo bem?
  Hoje eu trago para vocês a resenha do livro As Elizas, escrito pela autora Sara Shepard e publicado pela Editora HarperCollins Brasil.


. Título: As Elizas
. Título Original: The Elizas
. Autora: Sara Shepard
. Editora: HarperCollins Brasil
. 1º Edição
. Ano: 2018
. 384 Páginas
. ISBN: 978-85-9508-297-7
. Tradução: Elisa Nazarian
. Sinopse: Quando a escritora estreante Eliza Fontaine é encontrada no fundo da piscina de um hotel, sua família acredita ter sido mais uma tentativa de suicídio fracassada. Mas Eliza jura que foi empurrada, e sua única testemunha é quem a salvou. Desesperada para encontrar o culpado, Eliza toma para si a investigação do caso. Mas, conforme a data de lançamento do seu primeiro livro se aproxima, ela se vê com mais perguntas do que respostas. Por que a editora, agente e a família estão misturando os acontecimentos de sua vida com os de seu livro? Ele não é totalmente ficcional?


Livro oferecido gentilmente pela Editora HarperCollins Brasil.



Duvidando de Tudo e de Todos.

    Ler As Elizas foi minha primeira experiência com a escrita da Sara Shepard, autora best-seller da série Pretty Little Liars. Aventurando em gênero diferente, Sara deixa um pouco o jovem adulto de lado para apresenta um thriller bem agradável, onde fiquei duvidando de tudo e de todos durante a leitura. 

   A história começa com Eliza Fontaine,  uma escritora preste a estrear seu primeiro livro, hospedada numa suíte do hotel Tranquility Resort bebendo várias garrafinhas  de vodka russa que estava no minibar. Ao acordar, Eliza percebe que não está mais na suíte do hotel, mas num quarto de hospital com a mãe, o padrasto Bill e a meia-irmã Gabby ao lado da cama. A família informa para Eliza que ela foi encontrada no fundo de uma piscina do hotel tentando suicidar. 

    Mesmo não tendo nenhuma lembrança nítida do acidente, desta vez, Eliza jura que foi empurrada e não é mais uma tentativa fracassada de suicídio como foram as outras quatro tentativas no passado.Depois de conversar com detetive Lance Collier, que também não acredita na versão da moça, Eliza fica completamente desesperada para descobrir quem a atacou na piscina. 

    Porque a única pista deste mistério é o registro das testemunhas que a resgataram na piscina e uma dessas pessoas é o Desmond Wells, um homem que estava hospedado que prestou os primeiros socorros. Enquanto Eliza investiga por conta própria e luta para tentar lembrar de qualquer detalhe, ela também precisa lidar com o lançamento do seu livro As Dots que acaba  tornando-se um sucesso devido ao acidente.   

    Não vou dar mais detalhes da história para não estragar a surpresa que a leitura proporciona, pois as reviravoltas são  incertas, deixando o leitor cheio de duvidas enquanto encara a narrativa de Eliza que também não é confiável. Além das tentativas de suicídio, Eliza precisou lidar com um tumor cerebral no passado e a grande quantidade de bebida, por causa disso, própria personalidade da Eliza deixa duvidas sobre sua sanidade. Especialmente nas primeiras páginas. 

   Durante o tempo que o leitor conhece o ponto de vista de Eliza, Sara Shepard apresenta trechos do livro que a personagem escreveu. Por incrível que pareça esses trechos deixa os pais de Eliza preocupados. Fiquei bem confusa  quando eles pediram para Eliza cancelar o lançamento do livro por causa das coincidências entre o livro e a  vida particular da Eliza.
 
    A edição do livro é simples, mas contém uma capa bem legal correspondendo com o enredo. Ela lembra o trecho inicial da história  com a Eliza na água. A diagramação está maravilhosa nas folhas amareladas com fonte bem confortável. 

   Enfim, finalizo minha opinião recomendando essa história misteriosa para todos os leitores. Principalmente quem é fã da autora, particularmente gostei bastante. Leia e tire suas próprias conclusões.


“A mente é uma coisa muito misteriosa.”
 ( pág. 346 )


   Sobre a autora:
   Sara Shepard já sonhou em ser estrela de novela, designer de Lego, cineasta, geneticista e editora de moda, mas quando cresceu virou escritora mesmo. Ela se formou na Universidade de Nova York e é mestre em escrita criativa pela Brooklyn College. Atualmente, vive em Tucson, Arizona, com o marido e três cães indisciplinados. A série Pretty Little Liars, inspirada em sua infância e adolescência passadas em uma das cidades mais abastadas da Filadélfia, foi vendida para vários países e também adaptada com sucesso para a televisão.

  Já leu As Elizas?
  Tem interesse em lê-lo?
  Então deixa sua opinião nos comentários. Vou adorar conhecê-la.