27 de janeiro de 2016

[ Resenha ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe - Metzengerstein | Edgar Allan Poe



    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
    Hoje eu estou trazendo a primeira resenha do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe, organizado pelo Blog da Anna Costa.





Desafio de Janeiro

 Metzengerstein
 
      Metzengerstein é o primeiro conto que leio para o projeto leitura coletiva das obras de Edgar Allan Poe, onde todos participantes irão ler um conto por mês durante o ano e este conto foi publicado pela primeira vez no Saturday Courier, 14 de Janeiro de 1832.

      Este conto relata a história de duas famílias, Berlifitzing e Metzengerstein, ambas ricas e poderosas que sustentavam uma rivalidade no interior da Hungria.

    Wilhelm Von Berlifitzing é um conde de idade avançada que adorava prática de  caça e apaixonado por cavalos. Já o irresponsável Frederick Metzengerstein, era o único herdeiro e esbanjava a fortuna deixada pelos pais em futilidades e festejos carregados com orgias vergonhosas.

     Certa noite aconteceu um incêndio nas estrebarias do castelo da família Berlifitzing e Frederick passou ser suspeito de provocar a tragédia que levou à morte do Conde Wilhelm.

     Mas, durante o incêndio o Barão Frederick permaneceu em seu aposento no palácio, aparentemente mergulhado numa profunda meditação apreciando algumas tapeçarias com figuras sombrias e milhares de antepassados.

     Porém, foi informado pelos seus servos da presença de um enorme cavalo na porta do seu palácio e  quando Frederick vai verificar o animal, percebe que o misterioso cavalo tem a semelhança com o cavalo da tapeçaria.

     O conto é bastante interessante. Traz um suspense fascinante e uma escrita enriquecedora. Isso  engrandece os personagens, principalmente no final do conto onde Metzengerstein é punido.

     Enfim... Desafio#12mesesdepoe do mês de Janeiro concluído maravilhosamente. Leiam as obras de Edgar Alan Poe, vale muito a pena e surpreenda-se com uma narrativa extremamente maravilhosa!


" O horror e a fatalidade têm tido livre curso em todos  os tempos.

   Já leu o conto  Metzengerstein?
   Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.



Nenhum comentário:

Postar um comentário