29 de fevereiro de 2016

[ Lidos do Mês ] Fevereiro - 2016:



     Oi Pessoal!
     Tudo bem?
     Espero que esteja tudo ótimo.
     Hoje eu  vou falar sobre as minhas leituras do mês de Fevereiro, para concluir o mês  como sempre faço.
    Todas as leituras foram bem proveitosas e novamente consegui ler bastante.
    Venha conferir:





     . Tinha Uns Olhos da Cor da Tempestade:
       ( M. R. Terci )

     Comecei o mês de Fevereiro  retornando ao Bairro da Cripta. Fui conhecer o Senhor Dezidério, um velho caipira de sessenta e poucos anos que possui um coração generoso, que mora na Fazenda Luminosa, localizada na Zona Rural da cidade de Tebraria. O conto tem uma história está bem construída, uma leitura que desenvolve de modo rápido e continua com um vocabulário bem aprimorado como os livros anteriores.



     . Híbrida:
     ( Mari Scotti )

    Depois fui apreciar uma história de vampiros que traz um mistério que desperta uma grande curiosidade na busca de respostas que os personagens principais procuram. O Milosh me conquistou nas primeiras páginas por causa da sua preocupação pela rainha, mas a Ellene só conquistou minha admiração no decorrer do livro. O desfecho foi bem caprichado e deixou com muita vontade de começar o próximo livro da série.





   . Super Desapegada:
    ( Jaqueline de Marco)

    Passei horas agradáveis na companhia deste livro. A leitura desenvolve rapidamente e posso dizer que há muito tempo não devorava um livro tão tranquilo e ao mesmo tempo engraçado. O enredo é descontraído, os personagens são divertidos, não são chatos, nem cansativos. Foi uma verdadeira comédia romântica com uma trama leve, divertida e bastante prazerosa.



    
    . Demônio da Perversidade:
      ( Edgar Alan Poe )

    Li o segundo conto do projeto Desafio #12mesesdepoe
   A forma como Poe escreve este conto é ótimo, mas para ser sincera, tive um pouco de dificuldade no inicio, porém depois a leitura desenvolveu tranquilamente.





      . Casamento Por Aparência:
         ( Dill Ferreira )

      E para encerrar... A última leitura do mês proporcionou uma leitura agradável que conseguiu cativar bastante. O enredo é leve e a história é contada pelo ponto de vista da Amanda de forma que consegue transmitir os sentimentos dela com clareza.
      O livro consegue cumprir tudo que propõe e ainda deixou muita curiosidade pela sua continuação, que estarei lendo em breve.



   

      Agora sim, o mês de Fevereiro foi concluído aqui no blog.
      Eu espero que tenham gostado do pequeno resumo das leituras que passaram durante o mês e assim, posso dedicar às leituras de Março! 

      Já leu algum desses livros?
      Então me conte o que achou deles.
     Vou adorar ler seu comentário. 



28 de fevereiro de 2016

[ Caixa de Correio] Fevereiro - 2016


       Olá Pessoal!
       Tudo bem?
       Hoje eu trago a caixinha de correio do mês de Fevereiro e novamente  todos os livros que chegaram foram nacionais. 
       Venha conferir:


26 de fevereiro de 2016

[ Resenha ] Casamento Por Aparências | Dill Ferrreira

    Olá Pessoal!
    Tudo bem?
     Hoje eu trago a resenha do livro Casamento Por Aparência da autora Dill Ferreira publicado  na Amazon.
   



. Título: Casamento Por Aparência
. Autora: Dill Ferreira
. Editora: Amazon
. 1º Edição
. Ano: 2012
. 160 Páginas
. ISBN: 9788578693572
. Sinopse: Para afastar o ex - marido e não perder a guarda do filho, Amanda tinha apenas uma opção, casar-se com seu melhor amigo. Antônio era companheiro, atencioso e sempre esteve ao seu lado ajudando-a. Ela não conseguia imaginar-se casada com ele, não queria por em risco uma amizade como a que tinham, mas o que fazer? Ele a propora um Casamento de Aparências. Sem nenhum tipo de contato íntimo. Um acordo para proteger Amanda e seu filho. Sem alternativas ela aceita um casamento sem amor. Porém quando menos esperava, Amanda começa a vê-lo não apenas como amigo, mas também como homem. Agora quem irá protegê-la daquele novo sentimento. Como afastar-se daqueles braços que tanto desejava. Ela conseguiria manter-se imune aquele deus que a testava constantemente com sua virilidade?

25 de fevereiro de 2016

[ Resenha ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe - O Demônio da Perversidade



     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Hoje eu estou trazendo a segunda resenha do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe, organizado pelo Blog da Anna Costa.
     Venha e conheça minha opinião.



    Desafio de Fevereiro:

    O Demônio da Perversidade


      O Demônio da Perversidade é o segundo conto que leio para o projeto leitura coletiva das obras de Edgar Allan Poe, onde todos participantes irão ler um conto por mês durante o ano e este conto foi publicado pela primeira vez no Graham's Lady's and Gentleman's Magazine.
      Neste conto, o  narrador começa com uma critica sobre a perversidade humana, identificando o certo e o errado. Estabelecendo a sua capacidade mental para evitar a responsabilidade moral por suas ações.
      Também tenta mostrar para o leitor como o narrador chegou a se tornar uma vítima  dos impulsos autodestrutivos, por expor ao ponto de ser julgado como louco.
      A forma como Poe escreve este conto é ótimo, mas para ser sincera, tive um pouco de dificuldade no inicio, porém depois a leitura desenvolveu tranquilamente.
     O demônio da perversidade foi publicado pela primeira vez em Julho de 1845 e após todos esses anos, é difícil não se identificar com as palavras do narrador.
     Enfim... Desafio #12mesesdepoe do mês de Fevereiro concluído maravilhosamente. Leiam as obras de Edgar Alan Poe, vale muito a pena e surpreenda-se com uma narrativa extremamente maravilhosa!

 " Não há homem que, em algum momento,  não tenha sido atormentado, por  exemplo,  por um agudo  desejo torturar  um ouvinte  por meio de circunlóquios. Sabe que desagrada. Tem toda a intenção de desagradar. Em geral é conciso, preciso e claro." 

   
        . Outros Contos:

        - Janeiro: Metzengerstein

       . Já leu o conto O Demônio da Perversidade?
       . Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.


 


     

24 de fevereiro de 2016

[ Resenha ] Super Desapegada | Jaqueline de Marco



      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Hoje venho deixar do livro Super Desapegada da autora Jaqueline de Marco publicado em formato digital da Editora Draco.




. Título: Super Desapegada
. Autora: Jaqueline de Marco
. Editora: Draco
. 1ª Edição
. Ano: 2015
. 265 páginas
. ISBN: 9788582431122
. Sinopse:  Raquel faz o maior sucesso na internet. Seu blog Super Desapegada motiva mulheres a se valorizarem e prega a autoestima sem a presença constante e essencial de um companheiro. Mas fora da web Raquel não é tão descolada assim e carrega há muito tempo um amor platônico por Alan, seu melhor amigo de infância. Em seu aniversário de trinta anos, Raquel descobre que ele está noivo de Bianca, a irmã caçula de Eric, seu rival nos tempos de escola. Para conseguir acabar com o casamento e conquistar de vez seu grande amor, a blogueira precisa se aliar ao sarcástico Eric. Porém logo ela começa a perceber que essa parceria pode render muito mais do que imaginava.  Super Desapegada é um divertido romance de Jaqueline de Marco. Entre momentos inesquecíveis e outros hilários que seria melhor esquecer, essa é a hora de Raquel aprender que, para praticar o tão estimado “desapego”, é preciso abrir seu coração para novas experiências… e quem sabe para um novo amor.

22 de fevereiro de 2016

[ Novidades ] Os Dois Primeiros Volumes da Série O Bairro da Cripta na Amazon

       Olá pessoal!
       Tudo bem?
       Hoje  trago uma ótima notícia para os fã da literatura nacional e do gênero Terror e suspense.
       Venha conferir:


5 de fevereiro de 2016

[ Resenha ] Híbrida | Mari Scotti

   Olá Pessoal!
   Tudo bem?
   Hoje eu trago a resenha do livro Híbrida da autora Mari Scotti, publicado pela Editora Novo Século.

     


. Título: Híbrida
. Autora: Mari Scotti
. Editora: Novo Século
. 1ª Edição
. Ano: 2013
. 360 Páginas
. ISBN: 9788576799542
. Sinopse: Por toda vida Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobisomem como era esperado, e afastava-se cada vez mais desta natureza. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina. Há quase cem anos a rainha dos vampiros fora sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei omisso e cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une a maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo a morte e subjugar todos os seus iguais. Ellene e Milosh mal sabem que o que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio. 

1 de fevereiro de 2016

[ Resenha ] Tinha Uns da Cor da Tempestade: Um causo do Bairro da Cripta - Dezidério | M. R. Terci

      Olá Pessoal!
      Tudo bem?
      Hoje eu trago a resenha  do conto Tinha uns olhos da cor da tempestade: Um causo do Bairro da Cripta – Dezidério, escrito pelo autor Marcos Terci e publicado no site da Amazon.
      

. Título: Tinha uns olhos da cor da tempestade: Um causo do Bairro da Cripta
. Autor: Marcos R. Terci
. Editora:  Amazon
. 1ª Edição
. Ano: 2015
. 67 Páginas
. Sinopse: Quem se aventura pelas trilhas ermas e mal divisadas dos Montes, à oeste de Tebraria, logo se vê diante de uma incomensurável plantação de ervas cor de sangue. Sua aparência rubra transcende o sentido comum das coisas do campo, ao passo que seu gosto amargo transgrede sobremaneira qualquer senso de utilidade. Uma ou outra benzedeira faz-lhe uso. Sinhá Cida reza uma Ave-Maria enquanto trança a rama vermelha no cabelo do doente com gota e da moça com quebranto. O dono dessas terras é Dezidério, velhinho de aparência inofensiva, sorriso infantil e uma sombra diabolicamente faminta. AH! Venham comigo, em direção ao Bairro da Cripta. Vamos por esta estrada. Pelas colinas escarpadas, lugar de vento frio que faz gelar a alma de toda gente. Em redor de imenso e desfolhado bosque de ipês, dar-vos-ei conhecimento daquilo que espreita por este caminho. Vou dizer-vos algo que não querem ouvir. Vou mostrar onde está escuro.