10 outubro 2016

[ Resenha ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe – O Caixão Quadrangular



       Olá Pessoal!
       Tudo bem?
       Hoje eu estou trazendo a Nona resenha do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe, organizado pelo Blog da Anna Costa.
       Essa resenha está atrasada porque Setembro eu participei do Setembro Nacional e divulguei e resenhei apenas livros nacionais. Por isso Edgar  visitará o Histórias Existem Para Serem Contadas duas vezes em Outubro.  
       Venha e conheça minha opinião.




 Desafio de Setembro


O Caixão Quadrangular

      O Caixão Quadrangular é o nono conto que leio para o projeto leitura coletiva das obras de Edgar Allan Poe, onde todos participantes irão ler um conto por mês durante o ano e este conto foi publicado pela primeira vez  em Godey’s Lady’s Book, no ano de 1844.
      Na história, o narrador conta que presenciou uma viagem de Charleston, Carolina do Sul, para  a cidade  de Nova York em um belo navio chamado Independência do Capitão Hardy.
 Juntamente com a tripulação, também embarcou o Sr. Cornélio Wyatt,  um velho amigo e colega da Universidade, acompanhado com a esposa e duas irmãs dele.  Ao observar os nomes fixados nos camarotes,  a curiosidade do narrador é despertada quando viu que o amigo havia reservado três camarotes no navio, quando  na verdade deveriam ocupar apenas dois camarotes.
      No entanto, a curiosidade do narrador aumenta  quando o Sr. Wyatt chegou acompanhado da família e uma grande caixa de madeira pinho em formato de caixão.
      O conto contém uma história muito legal e surpreende no final, mas  achei um fraco. A história vai revelando detalhes sobre o relacionamento  do Sr. Wyatt e sua esposa durante a viagem. O casal se mantinha afastado, dormiam em camarotes separados, esse era o motivo do terceiro camarote e isso vai saciando a curiosidade do narrador.
      Outros detalhes ajudaram bastante desenvolver a história e deixou um toque de suspense. Principalmente quando o narrador descobre que o Sr. Wayatt  mantinha o caixão em seu camarote ou quando abria o caixão durante a noite e o desespero que teve durante a tempestade que foi obrigado a ficar longe do caixão.
      O conto não deixou um impacto forte como Metzengerstein, Hop – Frog ou Coração Denunciador, porém não é ruim.
     Enfim... Desafio #12mesesdepoe do mês de Setembro concluído, atrasado, mas concluído. Leiam as obras de Edgar Allan Poe, vale muito a pena e surpreenda-se com uma narrativa extremamente fantástica!



“ Meu próprio engano surgiu, bastante naturalmente, do meu temperamento por demais leviano, demasiado curioso e demasiado impulsivo. Mas, nestes últimos tempos, é raro que eu durma profundamente à noite.”


        . Outros Contos do desafio:

        - Janeiro: Metzengerstein
        - Fevereiro: O Demônio da Perversidade 
        - Março: Hop – Frog
        - Abril: Morella
        - Maio: Revelação Mesmeriana
        - Junho: O Enterro Prematuro
        - Julho: O Escaravelho de Ouro
        - Agosto: Coração Denunciador ( ou Delator )


       . Já leu o conto O Caixão Quadrangular?
       . Então me conta o que achou dele. Vou adorar ler seu comentário.