10 julho 2017

[ Resenha ] Desafio de Leitura #12mesesdepoe – Assassinatos na Rua Morgue



     Olá Pessoal!
     Tudo bem?
     Hoje eu estou trazendo a sétima resenha do projeto de Leitura Coletiva das Obras de Edgar Allan Poe 2017, organizado pelo Blog da Anna Costa.
     Venha conferir:



     


Desafio de Julho



Assassinatos na Rua Morgue

     Assassinatos na Rua Morgue é o sétimo conto que leio em 2017, para o projeto leitura coletiva das obras de Edgar Allan Poe, onde todos participantes irão ler um conto por mês durante o ano e este conto foi publicado pela primeira vez em 1941.
     Neste conto o narrador tem um amigo muito inteligente chamado Monsieur C. Auguste Dupin, que se conheceram em uma livraria e os dois acabam se tornando amigos.  Por ser um homem de posses, o narrador  alugou uma mansão deserta e o narrador e Monsieur Dupin concordam em morar juntos pelo tempo em que o narrador permanecer em Paris.
     Um dia, o narrador e seu amigo caminhavam pelas ruas e deparam com a notícia de um duplo assassinato na Rua Morgue na primeira página de um jornal. Ainda informava na notícia, que a  polícia francesa não tinha nenhuma pista sobre o assassino da mãe e da filha, mas tinham prendido um funcionário do banco.
     Como Monsieur Dupin possuía um enorme talento para análise, acreditava na inocência do funcionário do banco e decide pedir permissão ao chefe de polícia para investigar a cena do crime e encontrar o verdadeiro assassino da  Rua Morgue.
     O conto é bastante empolgante. Ele consegue mostrar como o francês conseguiu desvendar e solucionar o mistério com uma conclusão racional de um crime que parecia impossível.
     Apesar de muitos leitores não agradar do vocabulário refinado e amplo, não tem como contestar, Edgar Allan Poe sempre conseguiu me instigar com suas histórias. O mérito não vai apenas para este conto Assassinatos na Rua Morgue, que trouxe um criminoso que não podia ser responsabilizado por seus atos,  mas também  para os contos O Gato Preto e  Hop-Frog que são meus favoritos e mostraram  criminosos de outra maneira.   
    Enfim, recomendo que experimente a escrita de Poe, pois é simplesmente maravilhosa. Sempre tem algum detalhe que destaca e fica inesquecível. Poema lido e  Conto do desafio #12mesesdepoe do mês Julho resenhado.



" Se a rotina de nossa vida neste lugar fosse conhecida do mundo, teríamos sido encarados como dois loucos – ainda que talvez nos considerassem como dois loucos mansos. Nossa reclusão era perfeita."




   . Conheça as outras resenhas dos contos do desafio #12mesesdepoe:

    

      Já leu o conto?
      Comente sobre ele. Sua opinião é muito importante para o blog.
      Deixe seu link para que eu possa retribuir.
      Obrigada e volte sempre.

 renata massa