16 de abril de 2018

[ Resenha ] Operação Red Sparrow | Jason Matthews


   Olá pessoal!
   Tudo bem?
   Hoje eu trago para vocês a resenha do livro Operação Red Sparrow, livro escrito pelo  Jason Matthews que já foi lançado originalmente no Brasil pela Editora Arqueiro como Roleta Russa.


. Título: Operação Red Sparrow ( Roleta Russa )
. Título Original: Red Sparrow
. Editora: Arqueiro
. Ano: 2018
. 432 Páginas
. ISBN: 978-85-8041-819-4
. Tradução: Marcelo Mendes
. Sinopse: Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo. Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem. m seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR. Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro.

Livro oferecido gentilmente pela Editora Arqueiro.

Resenha publicada anteriormente no Doces Letras.

Leitura Bem Instigante.

   Eu já tinha muito interessante em ler Operação Red Sparrow, quando o livro tinha o nome de Roleta Russa para conhecer a história da Dominika Egorova e fui surpreendida com uma leitura fascinante.

   A história começa apresentando o americano Nathaniel Nash, um agente da CIA, com treinamento específico e especializado em contra espionagem na Rússia. Nate estava em Moscou para encontrar  um informante da SVR, o serviço de operações externas de inteligência que havia substituído a primeira diretoria geral da KGB.

   O objetivo de Nathaniel  era proteger a segurança do informante russo para ele continuar fornecendo informações valiosas e secretas para os Estados Unidos. Contudo Nate acaba cometendo um deslize e  para evitar mais consequências desastrosas, Nathaniel foi enviado para  Finlândia, com  a chance de salvar sua carreira. 

   Ao mesmo tempo, a história apresenta Dominika Egorova, uma russa jovem muito inteligente. Desde criança, seu maior sonho era se tornar uma famosa bailarina e fazer parte do balé mais importante da Rússia, o Bolshoi. Porém, após cair numa sabotagem que impossibilitou de continuar a carreira e para piorar, teve que enfrentar a morte inesperada do  pai, Dominika recebeu uma oferta do tio Vanya de ingressar o serviço segredo da Rússia. 

     Após ser recrutada e receber um intenso treinamento pelo SVR, Dominika foi enviada numa importante missão para colocar suas habilidades à prova. Ela precisava conquistar Nathaniel Nash e descobrir a identidade quem era o traidor dentro do serviço segredo da Rússia.

    Por mais fantástica que seja a narrativa do autor, ela é muito detalhista e possuem fatos importantes sobre serviço secreto e espionagem. Contêm várias palavras russas, siglas americanas e russas, no entanto é uma história movimentada. É aquele tipo de livro que o leitor tem que ler prestando muita atenção para conseguir absorver todos os detalhes inevitáveis para não ficar perdido durante a leitura. 

   Outro destaque importante que me fez ficar encantada com a escrita rica de Jason Matthews, é os cenários citados na história. Os personagens visitam diversas cidades do mundo, como Moscou, Atenas e Washington e no final de  capítulo o autor deixou  uma receita culinária de um prato que foi mencionado naquele capítulo. Algumas receitas eram simples outras bem sofisticadas e deu água na boca com muita vontade de preparar todas as receitas.

   Os personagens, até os secundários, foram criados  com muita importância e todos foram relevantes na trama.  Jason construiu cuidadosamente a trajetória de Nate e Dominika, mostrando desde a infância o quê realmente levou cada um dos personagens seguir o caminho da espionagem. 

   O final da história contém pontas abertas e situações sem resolver que fiquei bem curiosa para descobrir, mas nas últimas páginas possui um trecho da continuação da história. Os dedos já estão cruzados para ter Palácio da Traição publicado no Brasil. 

   A capa do livro ganhou a arte do filme com atriz Jennifer Lawrence abraçada com um homem. A edição é brochura, com diagramação sensacional. Enfim, vale a pena conhecer essa história, principalmente se gostam de espionagem com corrupção, diálogos maravilhosos e cheios de segundas intenções. 


“Mais tarde na mesma noite, ela parou com a escova de dentes na boca, se olhou no espelho do banheiro e pensou: Que tal presentear o americano com uma surpresinha? Largar o disfarce e contar a ele que você trabalha para o SVR?”
 ( pág. 156 ) 
 
   Um pouco mais...
   O livro ganhou uma adaptação para o cinema, com Jennifer Lawrence interpretando Dominika e Joel Edgerton protagonizando como Nathaniel Nash. Ainda não assisti o filme, mas gostei tanto da história que estou querendo conferir. 



    Sobre o autor:
    Jason Matthews é ex-integrante da Diretoria de Operações da CIA, o atual Serviço Clandestino de Defesa. Em 33 anos de carreira, ele serviu em muitos postos no exterior, dedicando-se à coleta de informações de inteligência, sobretudo em países hostis. Conduziu operações de recrutamento, chefiou estações em diversas localidades, gerenciou ofensivas em países produtores de armas de destruição em massa e colaborou com nações estrangeiras em missões antiterroristas.

   Já leu Operação Red Sparrow ou Roleta Russa?
   Gostou da história?
   Então deixa sua opinião nos comentários.