9 de novembro de 2019

[ Lançamento ] Os Testamentos - Margaret Atwood


  Olá leitores!
  Tudo bem?
  Após quase 35 anos do lançamento de O conto da Aia, distopia que arrebatou o mundo todo e nos transportou para o centro de um governo teocrático em que as mulheres perderam seus direitos e identidade, Margaret Atwood nos brinda com Os testamentos, uma obra igualmente genial, que responderá perguntas que não saíram de nossas cabeças desde que a porta da van se fechou, levando Offred para um destino imprevisível.




   Dessa vez, teremos três narradoras, que através de seus testamentos, apresentarão mais detalhes sobre o mundo além dos muros de Gilead, e darão luz a espaços obscuros que revelam mais do que podemos imaginar sobre um regime ditatorial e sobre as pessoas que sustentam sua estrutura.


Os testamentos se passa quinze anos após os acontecimentos aterrorizantes de O conto da aia. Mesmo diante de inúmeras tentativas de desestruturação, o regime da República de Gilead permanece de pé, mas há sinais de que suas pilastras começam a apresentar rachaduras. É nesse momento que a vida de três mulheres se entrelaça. Agnes, filha de um comandante, criada dentro da elite e cercada de privilégios. É através do olhar dela que vamos conhecer como as jovens são preparadas para cumprir com suas obrigações como esposas dentro do regime totalitário. Ela faz parte da primeira geração a chegar à idade adulta dentro da nova ordem mundial. Daisy, nascida no Canadá, mantém uma vida normal longe de Gilead. Vai à escola e trabalha em meio período na loja de roupas usadas dos pais. Apesar de experimentar a liberdade negada às mulheres que vivem a milhares de quilômetros dali, não está alheia ao que acontece no lugar que um dia foi chamado de Estados Unidos da América e participa de protestos contra os horrores praticados além da fronteira. Tia Lydia, uma das executoras do regime, que exerce sua autoridade implacável por meio do acúmulo e da manipulação de segredos de Estado que podem ameaçar todas as estruturas do poder. Segredos dispersos e há muito enterrados, capazes de unir essas três mulheres, fazendo com que elas encarem quem realmente são e decidam até onde podem ir em busca do que acreditam.



    Adaptada para a TV na premiadíssima The handmaid's tale, a distopia de Margaret Atwood, que começou com O conto da aia, ganha ainda mais profundidade em Os testamentos. Uma narrativa que vai percorrer a infância e juventude das mulheres de dentro e fora de Gilead, os segredos sobre as verdadeiras personalidades das Tias, as engrenagens de um regime ditatorial e como a resistência pode ser o único caminho para implodi-lo. 


"Caros leitores: Tudo o que você já me perguntou sobre Gilead e seu funcionamento interno é a inspiração para este livro. Bem, quase tudo! A outra inspiração é o mundo em que vivemos” - Margaret Atwood


  Eu já adicionei na lista de desejados. E vocês?
  Tem interesse em lê-lo?
  Então vamos conversar mais sobre ele. Deixa sua opinião nos comentários.


3 comentários:

  1. Oi! Eu já disse aqui que ainda tenho medo de assistir a série ou até de ler o livro. Sei que é muito pesada pra as mulheres e acho que não tenho estômago pra isso. Gosto de que a autora trouxe mais essas histórias, até dando um alívio pra quem esperava por mais. Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li o primeiro livro, mas já estou mega curiosa com esse! Também não tive oportunidade de ver a adaptação, mas vejo tanta gente elogiando que a curiosidade aumenta a cada instante. Espero conhecer essas obras em breve.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  3. Oi, amei saber que O conto da Aia tem uma continuação finalmente lançada. Sou bem curiosa para ler o livro e fiquei ainda mais animada para fazer a leitura sabendo da continuação.

    ResponderExcluir