20 de novembro de 2019

[ Resenha ] Massacre no Acampamento Pornô | Cláudia Lemes


  Olá leitores!
  Tudo bem?
  Hoje eu trago para vocês a minha opinião sobre Massacre no Acampamento Pornô. Uma noveleta slasher, escrita pela autora nacional Cláudia Lemes que está publicada no site Amazon.


. Título: Massacre no Acampamento Pornô
. Autor: Cláuda Lemes 
. Publicação Independente - Amazon
. 39 Páginas
. Ano: 2017
. 1ª Edição
. ASIN: B081G7RSLG
. Sinopse: A equipe da falida Fuckshow 9 Productions vai à floresta Imperial Pines para um último filme pornô com suas maiores estrelas e a novata Pamela. Mal sabem eles que um assassino ronda a mata amaldiçoada e está sedento por sangue e vingança.
Massacre no Acampamento Pornô é minha homenagem ao gênero cinematográfico que despertou em mim – ainda pequena - a paixão pelo horror: o slasher. Foi escrito em 2017, quando eu ainda estava procurando minha voz de autora, com a intenção de brincar com os clichês do gênero, sem me preocupar com moralismos ou bandeiras. É uma noveleta para se ler à noite, comendo uma besteira e escutando heavy metal. Espero que os nostálgicos amantes de slashers possam curtir a leitura sem culpa e dormir com um sorriso no rosto.





Ótimo!

    Há muito tempo que eu tinha vontade de conhecer a escrita da Cláudia Lemes e este ano, conheci o conto Novo Residente que faz parte do livro Creepypastas: Lendas da Internet que apresentou uma história sensacional com vários toques de thriller psicológico. Massacre no Acampamento Pornô foi mais uma oportunidade de continuar conhecendo a escrita da autora e a história conseguiu surpreender. 

   Lembrando os filmes Trash, O Massacre no Acampamento Pornô, começa reunindo uma equipe para produzir um filme amador na floresta, onde iria precisar dos personagens Cowboy Hank e  Susan, a Motoqueira para concluir as cenas finais de um filme erótico. Tudo estava combinado, o ator Cowboy Hank iria dar carona para Pamela, uma jovem que morava com a avó e o irmão Louie num trailer, que estava disposta a ser uma atriz amadora para adquirir dez mil dólares.

   Louie sabia perfeitamente que Pamela não era ingênua, enquanto observava a irmã conversando com um homem dentro do carro e resolveu esconder no compartimento de carga da caminhonete para usar a situação ao seu favor contra o casal. No meio do caminho, enquanto Pamela e a equipe completa de filmagem estavam dentro da loja de conveniência ao lado do posto de gasolina, Louie ficou sabendo da história do Lenhador Krieger e da floresta Imperial Pines. Anteriormente, vários grupos de jovens visitaram a floresta para acampar e simplesmente desapareceram e Louie começa a perceber ele, sua irmã Pamela e todos os membros da  equipe de filmagem estão correndo perigo. 


“ Pamela soube que não era uma coisa do bem. Soube que um pedaço do Mal a havia encontrado ali, naquela situação, naquela floresta.”


   O Massacre no Acampamento Pornô fez uma ótima homenagem aos filmes clássicos de terror dos anos 80 e gostei bastante da história. Infelizmente, a história contém aquele tipo de enredo que não pode dar muitos detalhes. Entretanto, foi uma leitura muito agradável e personagens bacanas. Pena que acabou  rápido demais. 

   O final da história deixou um gostinho de quero mais e fiquei desejando mais algumas páginas para continuar apreciando a trama. Contudo a história tem um final  bem legal  com direito a trilha sonora de Thunder Kiss 65 do White Zombie em volume alto.  

   Enfim, para quem gosta de história slasher, aquelas que lembram especialmente de Sexta-feira 13, com certeza irá gostar da história que Cláudia Lemes criou. Se gosta de  histórias para ler em poucos  minutos, durante o café da manhã ou  antes de dormir, O Massacre no Acampamento Pornô é uma ótima dica para ler no Kindle.  


   Sobre a autora:
  Cláudia Lemes - É uma escritora brasileira. Cláudia começou a escrever aos 13 anos de idade. Seus primeiros leitores foram suas amigas. Desde então vem amadurecendo sua mão literária e produzindo cada vez mais, sempre movida pela paixão de dar vida às pessoas que vivem em sua mente. Cresceu no Rio de Janeiro, na Califórnia e no Cairo. Teve a oportunidade de conhecer dezenas de países em quatro continentes e foi essa vida cheia de aventuras, a responsável por seu fascínio pela história, mente e comportamento humano. Em 2015 assinou seu primeiro contrato com a editora Empíreo e desde então vem aprimorando cada vez mais sua escrita e conquistando o grande público.

  Já leu O Massacre no Acampamento Pornô?
  Tem interesse em lê-lo?
  Então vamos conversar sobre ele. Deixa sua opinião nos comentários.


2 comentários:

  1. Oi Kênia!!
    Eu adoro ver filmes desse gênero, mas livros do gênero não funcionam para mim, achei a premissa do conto bem clichê, o que é básico do gênero não mesmo? Haha, o importante é que você gostou da leitura!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  2. Oi, também tenho vontade de conhecer a escrita da autora. Legal essa história ter um ar de filmes retrôs, vou passar na Amazon para adquirir.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir